Quem sempre sonhou em estar no palco do Festival de Curitiba vai ter a sua chance. A peça do coletivo holandês Wunderbaum vai selecionar 15 pessoas que tem no currículo experiências de trabalho voluntário para participar do espetáculo que acontece nos dias 2 e 3 de abril no teatro Sesc da Esquina.

Para participar, é preciso se inscrever no site do Festival, colocando uma foto, descrição pessoal e um relato da área de atuação que se identifica. Também é preciso estar disponível para ensaios dias antes da peça, nos dias 30 de março e 1º de abril.

De acordo com a produtora responsável pela seleção dos voluntários que participarão da peça, Monique Vaillé, a peça do coletivo surgiu em um contexto onde diversos benefícios estavam sendo cortados na Holanda e, quando os atores vieram se apresentar no Rio de Janeiro, se depararam com a realidade brasileira. “Eles perceberam que o que eles tinham, nós nunca tivemos. E resolveram falar sobre essa situação e sobre pessoas que fazem muito pelos outros. Se eles podem fazer e se os governantes não fazem por nós, será que não podemos fazer nós mesmos?”, questiona.

A produtora ainda adiantou que os voluntários serão apresentados ao público, bem como o trabalho que realizam. A ideia, segundo Monique, é selecionar diferentes tipos de trabalho voluntário. “Nós não queremos atores, queremos pessoas engajadas em trabalhos voluntários, que fazem a realidade mudar”, disse. Os nomes dos escolhidos serão divulgados no dia 25 de março.

Sobre a peça

O musical fala sobre uma sociedade participativa emergente, em que uma gangue autônoma faz um comício propagandista às avessas, convidando os espectadores a fazer nós mesmos a mudança que esperando no mundo. Assim, a peça também é baseada na cooperação entre os atores, parceiros, voluntários selecionados e espectadores. O grupo de apresenta no 2 de abril às 21 horas, e no dia 3 de abril às 17h30 e 21 horas. Os ingressos custam R$ 75 e R$ 39 a meia-entrada.