Conserto para dois - assim, com “s” mesmo. O espetáculo estrelado por Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello, fala sobre um casal que, o tempo, todo, precisa consertar a relação. Ao todo, os dois interpretam 12 personagens que se intercalam para contar a história de Angelo Rinaldi, interpretado por Jarbas, e Luna, papel de Cláudia Raia. 

>>> Comédia francesa com Miguel Falabella e Zezé Polessa chega ao Guairão

O musical, que foi criado por Anna Toledo com a supervisão de Jarbas e Cláudia, será apresentado no Teatro Positivo nos dias 15 e 16 de novembro. Assinantes do Clube Gazeta do Povo têm 50% de desconto na compra de dois ingressos. 

As músicas que compõe o espetáculo são todas originais e foram pensadas para contar a história de Angelo Rinaldi, um autor best-seller com bloqueio criativo que embarca em um cruzeiro para esqueceu seu amor, a estrela de cinema Luna de Palma. No navio, ele se encontra com Lena, uma performer em que Luna se inspira. 

Para criar os 12 personagens, Cláudia e Jarbas se desdobraram. “Cada personagem é um estudo corporal, de voz, de comportamento. As trocas são muito rápidas, algumas de dez segundos”, conta Cláudia Raia. “Todos contam a história desse casal principal, interferindo para criar as confusões, para a comédia acontecer”, complementa. Os dois vivem homens e mulheres, brincando o tempo inteiro com o feminino e com o masculino. “No teatro musical, é preciso ter três cérebros ao mesmo tempo: um para cantar, um para dançar e outro para atuar”, brinca Cláudia. 

Jarbas explica que os dois tiveram uma série de referências para criar o espetáculo. “O musical Irma Vap, que reuniu Marco Nanini e Ney Latorraca por anos, foi a nossa principal inspiração. Mas outros personagens vieram de filmes, séries que participamos”, conta. 

Cláudia vem se destacando há anos como bailarina em musicais, mas confessa que não pretende deixar de lado seus papéis na televisão. “Eu gosto de fazer novela, é uma coisa que me desafia muito. Mas eu nasci em um teatro e ver o público reagir ao vivo me motiva. Não sinto um tédio criativo. Sou muito apegada a fazer coisas que me desafiam”, finaliza. 

LEIA TAMBÉM 

>>> Rock’n Xmas: Hard Rock Cafe terá espetáculo gratuito com clássicos natalinos versão rock

>>> Festival traz seis bandas folk, hidromel e clima medieval para Curitiba