Teatros

Lala Schneider completa 25 anos fazendo teatro independente em Curitiba

Por: Laura Beal Bordin
Lala Schneider completa 25 anos fazendo teatro independente em Curitiba

Já faz 25 anos desde que João Luiz Fiani passou por um barracão na rua 13 de maio em Curitiba e decidiu que faria lá um teatro independente. No final dos anos 1980, não havia um espaço que pudesse apresentar os textos ensaiados. Tudo o que havia era espaços estatais, que não eram assim não abertos. 

>>> Café maturado no whisky: conheça as cápsulas que você compra com desconto do Clube

Desde então, Fiani mantém o Lala Schneider, um teatro privado que se mantém apenas das peças próprias que apresenta. “É um exercício de persistência, pois não temos apoio de ninguém”, comenta. 

O Teatro Lala Schneider tem três salas de teatro e apresenta peças com uma linguagem popular e carregadas de humor para chegar mais perto do público. Ao longo destes anos, foram centenas de peças. Fiani até perdeu as contas. O complexo foi batizado com o nome da mais importante atriz paranaense, Lala Schneider (1926-2007), de quem Fiani foi amigo o discípulo. 

Ao todo, 20 pessoas trabalham para fazer com que os textos saiam do papel e encantem o público, que é bastante fiel ao teatro. “As nossas produções foi uma forma que eu encontrei de manter o teatro funcionando. É graças ao público que o Lala sobrevive”, explica. 

O teatro também é um centro de formação de atores, que, na maioria das vezes, acabam trabalhando dentro do próprio teatro. Porém, alguns acabam se tornando grandes estrelas. Marjorie Estiano e Fabíola Nascimento passaram pelos bancos do Lala. Alexandre Nero chegou a ser professor de canto no teatro. 

O Teatro Lala Schneider é parceiro do Clube Gazeta do Povo e oferece 50% de desconto em todas as produções próprias. Aproveite para conhecer o espaço e conferir de perto as mais tradicionais produções curitibanas.

LEIA TAMBÉM 

>>> Fuerza Bruta transforma Pedreira em quarto escuro

>>> Você pode experimentar o prato que Jamie Oliver mais vende no mundo