Filmes

Estreia da semana: Yesterday traz para as telas um mundo sem os Beatles

Por: Laura Beal Bordin
Estreia da semana: Yesterday traz para as telas um mundo sem os Beatles

Não é exagero dizer que o mundo mudou depois que os caminhos de John Lennon, George Harrison, Paul McCartney e Ringo Starr se cruzaram pelas ruas de Liverpool. E se um dia, eles nunca tivessem existido? É esse o principal elemento do roteiro de Yesterday, que nos leva de uma forma leve e divertida, a viver algumas horas em um mundo em que os Beatles nunca tivessem existido. 

>>> Western futurista: Bacurau estreia nos cinemas nesta quinta

Yesterday, que tem direção de Danny Boyle (Quem quer ser um milionário?) e foi escrito por Richard Curtis (Simplesmente Amor), estreia nos cinemas nesta quinta-feira (29). Na trama, Jack Malik (Himesh Patel) é um músico frustrado, que trabalha meio período em um supermercado e na outra parte do tempo, tenta fazer de tudo para viver da música com a ajuda de Ellie (Lily James), sua amiga, confidente e empresária. Uma noite, depois de (mais um) show frustrado, Jack decide desistir da carreira na música e, ao voltar para casa, acaba presenciando um fenômeno único: o mundo inteiro fica sem luz por 12 segundos. E é exatamente nestes 12 segundos que um ônibus o atropela e o faz perder alguns dentes.

 

Para consolá-lo, alguns amigos o presenteiam com o violão novinho. Nele, ele começa a cantarolar Yesterday, de Paul McCartney. E é ai que ele se dá conta que ninguém, a não ser ele, sabe quem são os Beatles. 

Depois de muita dúvida, Jack resolve utilizar esta “vantagem” e trazer os Beatles de volta. Levando, é claro, o crédito pelo trabalho dos quatro. A trama não apenas nos mostra as consequências de um mundo sem o grupo, mas fala sobre vícios e idolatria. 

Yesterday é leve e não tão previsível quanto parece. A sequência de plot twists nos leva a dar risadas e, em alguns momentos, até nos leva ao encontro dos lencinhos de papel. 

Destaque para a participação do carismático Ed Sheeran, que se torna uma espécie de padrinho de Jack no caminho à fama – e tem a brilhante ideia de mudar o refrão de Hey, Jude para Hey, Dude. A interpretação de Himesh Patel também é brilhante, conseguindo balancear os momentos de emoção e humor, sem deixar seu personagem caricato. 

Para os fãs de Beatles, o filme é imperdível – não só pelas canções, mas por trazer às telas grandes momentos da carreira do grupo, nos levando a lugares como Strawberry Fields, o túmulo de Eleanor Rigby e a lembrança do último show no telhado da Apple Corps. O roteiro pode até nos levar ao encontro de uma personalidade diferente de um dos Beatles, por que não? (Mas não vamos dar spoilers). 

Se até Olivia Harrison (viúva de George), Ringo e Paul McCartney, que receberam cópias do filme, mandaram mensagens “incríveis”, nas palavras do diretor Danny Boyle, quem somos nós para não dizer o mesmo?

LEIA TAMBÉM 

>>> Geek City 2019 tem Beakman, estrela de Vikings e o melhor da tecnologia de todo o mundo

>>> 6 novas parcerias do Clube que você precisa conhecer