Bares e Baladas

Negroni Week em Curitiba terá clássico, variações e releituras a partir de R$ 20

Por: Flávia Schiochet, com colaboração de Millena Prado
Negroni Week em Curitiba terá clássico, variações e releituras a partir de R$ 20

Mais de 150 bares brasileiros brindam à criação centenária do Negroni, drink que leva Campari, gin e vermute. Entre os dias 24 e 30 de junho, 12 cidades do Brasil celebram a sétima edição mundial da Negroni Week servindo o coquetel clássico ou uma releitura.

Em Curitiba são 16 bares participantes, com preços de R$ 20 a R$ 34 tanto releituras quanto clássicos. Outras cidades que celebram os 100 anos do drink são São Paulo, Campinas, Recife, Brasília, Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza, Florianópolis, Porto Alegre, Goiânia e Belo Horizonte.

Conheça os participantes em Curitiba:

Bobardí

Serve o clássico, com gin, Campari e vermute Cinzano. Custa R$ 34.

Botanique
Serve o clássico (R$ 25) ou a releitura Negritoni II (R$ 26), feita com Steinhäger Doble W, Campari e licor de ervas Chartreuse Green. A releitura é servida curta, com gelo. Durante a Negroni Week, pode-se escolher entre o Cinzano Classic ou Premium sem adicional no preço, e o segundo Negroni (clássico ou releitura) tem 50% de desconto.

Bubba Burger’n Drinks
A hamburgueria servirá o clássico a R$ 25 e a releitura Amico Negroni, que leva gin, Amaro Averna e Campari, também por R$ 25.

Cão Véio
A hamburgueria do chef Henrique Fogaça serve o clássico (Campari, gin e vermute) por R$ 32.

Cosmos Gastrobar
Terá quatro versões de Negroni: Dimas Negroni (gin, Cynar, vinho do porto e bitter de laranja), Conde Polaca (Campari, vodka, xarope de hibisco e suco de laranja) e Milano Torino (Campari e Cinzano 1757). Cada um custa R$ 20. O Raultini Negroni, por sua vez, sai por R$ 26 e leva gin, Aperol e Cinzano Bianco.

Dom. Bar
O bar fica dentro da vila gastronômica Souq e para a Negroni Week criou o combo Passagem para a Itália com cinco coquetéis (R$ 85), sendo quatro clássicos e um autoral diferente a cada dia. Os quatro coquetéis clássicos são Milano Torino (Campari e vermute), Americano (Campari, vermute e água com gás), Negroni (gin, Campari e vermute) e Negroni Sbagliato (Campari, vermute e espumante brut), servidos nesta ordem. O último drink é o autoral da casa, revelado apenas na hora.

Ginger Bar
O bar servirá dois drinks, o Ka'a, que é fixo na carta, e o Negroni Puebla, especial para a semana. O Ka'a leva Campari, vermute rosso e gin infusionado na erva-mate (R$ 22), enquanto o Negroni Puebla é feito com Campari, vermute rosso, gin, bitter de mole de chocolate (R$ 23).

Grilo Gringo Custom House
A barbearia tem um estúdio de tatuagem e um bar em anexo. Durante a Negroni Week, servirão o coquetel feito com gin, vermute, Campari, casca de laranja e angostura (R$ 25).

La Champagneria
Servirá o clássico e outras quatro versões do Negroni, cada uma a R$ 28. São elas: Americano (Campari, vermute, club soda e fatia de grapefruit desidratada), Kingston (rum envelhecido, Campari, vermute e chocolate 70%), Boulevardier (whisky, Campari, vermute e laranja assada), Sbagliato (vinho branco espumante, Campari, vermute e flores).

Quem quiser pedir dois drinks no La Champagneria, o pedido sai por R$ 49. Foto: Divulgação

Quem ficar em dúvida para qual pedir, o bartender prepara uma degustação de cada. Há ainda a versão na bandeja (R$ 49), que vem com dois drinks diferentes (clássico ou releituras) em tamanho normal.

Marcolini – Pani pasta dolce
O espaço reúne panificadora, trattoria, bar e cafeteria e durante o terá o clássico e as quatro versões Americano (Campari, Cinzano 1757, água gaseificada e uma fatia de grapefruit), Negroni Sbagliato (Campari, Cinzano 1757, prosecco e uma fatia de laranja sanguínea), Campari Tonic (Campari, Cinzano 1757, água tônica e uma fatia de laranja) e Kingston (rum envelhecido sete anos, Cinzano 1757, Campari e uma casca de laranja maçaricada). Todos custarão R$ 25.

Mercearia Bresser
As duas unidades da pizzaria (nos bairros Batel e Cabral), servem o clássico e o Negroni Sbagliato, feito com Camparti, gin e espumante brut (R$ 20). O tradicional pode ser feito com gin importado (R$ 25) ou nacional (R$ 19).

Ox Steakhouse
Serve uma releitura do Negroni chamada Ox Negroni, com gin, Campari, vermute Punt e Mes e bitters de cacau, canela e cumaru. Sai por R$ 25, mas assinantes da Gazeta do Povo têm 15% de desconto no total da conta para o titular.

Ponto Gin
O bar especializado em gin serve o clássico e quatro releituras: Negronica (gin Amázzoni infusionado com cacau, Campari, vermute, água tônica e laranja), Negroni da Fazenda (gin Amázzoni infusionado com cacau, Campari, vermute), House Negroni (gin Tanqueray, house amaro e vermute), Boulevardier (Bourbon, vermute e Campari). Todos os drinks custam R$ 25.

Tartuferia San Paolo
Servirá o Truffle Negroni (R$ 30), uma releitura do drink clássico. O coquetel é preparado com gin, vermute caseiro, especiarias, laranja cristalizada com mel e trufas. Assinantes da Gazeta do Povo têm 20% de desconto no total da conta para o titular.

Tesoros de Cuba

A charutaria e bar serve o clássico a R$ 29,90 e o Negroni da Fazenda, feito com gin Amázzoni infusionado em cacau, Campari e vermute, a R$ 25.

LEIA TAMBÉM

>>> Barra do Saí: a última e a mais tranquila praia do litoral do Paraná

>>> Primeira vila gastronômica da Lapa abre com espaço para 20 operações

>>> Tour cervejeiro: fábrica da Ambev é aberta à visitação em Ponta Grossa