Peças e espetáculos

More is more, less is bore: Nathalia Timberg vive Íris Apfel nos palcos

Por: Sandro Moser, com informações de Maria Coelho
More is more, less is bore: Nathalia Timberg vive Íris Apfel nos palcos

No próximo dia 16 de junho, Nathalia Timberg chega a Curitiba para dar vida ao ícone da moda mundial, Íris Apfel. A peça “Através da íris” será apresentada no Guairinha e dá início às comemorações do aniversário de Timberg, que completa 90 anos de idade no dia 5 de agosto. O espetáculo tem início previsto para às 17h. Os ingressos estão à venda pelo Disk Ingressos nas modalidades Balcão, por R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada) e também na Plateia, por R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada).

Íris vestiu nomes ilustres como Jacqueline Kennedy e Greta Garbo, acompanhada de seu marido Carl Apfel, que morreu em 2015, aos 100 anos. A dupla decorou a Casa Branca por 9 mandatos: Harry S. Truman, Dwight D Eisenhower, John F. Kennedy, Richard Nixon, Lyndon Johnson, Jimmy Carter, Ronald Reagan e Bill Clinton. Aos 84 anos, a designer foi tema da mostra “Rara Avis: Selections from the Iris Barrel Apfel Collection”, exposta no Metropolitan Museum, em Nova York.

A peça, que é apresentada no formato “documentário cênico”, apresenta a vida de Apfel, a designer de interiores e empresária, que se tornou um ícone fashion e aos 97 anos, permanece influenciando artistas de várias gerações. Íris ficou conhecida pela frase “More is more, less is bore”, cujo significado é “mais é mais, menos é chato”, fazendo uma brincadeira com a frase clássica “menos é mais”. A artista também ficou conhecida por misturas ousadas na hora de se vestir, com acessórios e roupas multicoloridas e seu clássico óculos gigante.

O texto da peça é de Cacau Hygino e a direção é de Maria Maya. No palco, a personagem abre sua casa e dá uma entrevista em que compartilha com um grupo de jornalistas suas opiniões e memórias. Os depoimentos aparecem mesclados com vídeos projetados no cenário, criando um diálogo em tempo real entre as ações virtuais e presenciais. O cenário, idealizado por Ronald Teixeira, remete a casa de Íris, com grandes janelas e objetos coloridos, que incluem obras de arte e bichos de pelúcia.

Nathalia tem origem judia, é filha de pai holandês e mãe belga. A atriz começou a carreira aos 6 anos, quando teve sua primeira experiência na filmagem de “O Grito da Mocidade”, de Raul Roulien, em 1936. Desde então já fez mais de cem trabalhos entre TV e Teatro. Devido a sua atuação em “A Dama da Madrugada”, de Alejandro Casona, ganhou um prêmio do governo francês que a levou até Paris para estudar Artes Cênicas entre 1951 e 1954. Quando voltou ao Brasil, aos 25 anos, finalmente fez sua estreia como atriz profissional, em “Senhora dos Afogados”, uma das primeiras peças de Nelson Rodrigues. Atualmente, Timberg está no elenco da novela da Globo “A Dona do Pedaço”.