Padarias e Panificadoras

Com pão de queijo “patenteado”, empório de produtos mineiros abre no Boqueirão

Por: Lucas Sarzi, da Tribuna do Paraná
Com pão de queijo “patenteado”, empório de produtos mineiros abre no Boqueirão

“O sonho, que era da Maria, virou um sonho de toda a família”, assim definiu, com brilho nos olhos, Euler Almeida de Menezes. O homem foi um dos responsáveis por apostar no trabalho de conclusão de curso da filha, Maria Aparecida de Souza Menezes, de 19 anos, que trouxe um pouco do gostinho de Minas Gerais ao Paraná. A loja, montada com a união da família mineira – pai e mãe no atendimento, uma tia nas finanças e a avó e Maria na produção –, abriu no início de julho no Boqueirão.

A Minas Uai oferece também pães de queijo com Nutella, Romeu e Julieta e doce de leite. Foto: Felipe Rosa/Tribuna do Paraná

O pão de queijo é vendido por unidade, a partir de R$ 6,90. “Criamos também o pão de queijo recheado, que é o nosso grande carro-chefe. São oito sabores, entre salgados e doces”, comentou Maria. Entre os sabores, Varadifome (lombo defumado, chutney de cebola caramelizada e bacon); Trem Doido, que leva requeijão com rapa; Etrenhera (presunto, muçarela, palmito, azeitona e orégano); Bão Dimais da Conta (frango, azeitona, cheiro verde, cream cheese ou cheddar); Romeu e Julieta; doce de leite com queijo; e Nutella, um dois mais pedidos.

Nas prateleiras do empório, cafés, queijos, vinhos, cachaças, cervejas e doces, produtos garimpados pelos pais de Maria em viagens a Minas Gerais.

Além da receita exclusiva de pão de queijo e seleção a dedo das iguarias, o empório oferece a hospitalidade mineira. “O pessoal fala que o curitibano é muito fechado, mas na realidade o que falta é gente que goste de conversar e o mineiro é prosa boa. A gente não força a venda, o cliente só leva o que ele provou e gostou”, revela Euler. 

Na ‘Minas Uai’ são oferecidos produtos típicos de Minas Gerais. Foto: Felipe Rosa/Tribuna do Paraná

300 pães de queijo em quatro horas

O sonho, conta Maria, foi surgindo aos poucos. “Eu entrei num curso do Senai e o projeto de conclusão tinha de ser feito desde praticamente o começo. Como em Minas Gerais eu ajudava a vender pão de queijo que minha vó fazia, pensei numa empresa de pão de queijo e fui tocando, mas jamais imaginei a reviravolta que esse projeto traria na minha vida e na da minha família”, disse a jovem.

Ideia de abrir o empório veio ao final do curso técnico de Maria no Senai. Foto: Felipe Rosa/Tribuna do Paraná

Ao fim do projeto, Maria teria que produzir pães de queijo para vender pela empresa piloto. “Produzimos 300 pães de queijo e ela vendeu tudo em quatro horas. Nesse momento vimos que havia possibilidade de isso se tornar um negocio rentável”, conta Euler. A receita do pão de queijo foi registrada e a família foi atrás de um imóvel e arquiteto para montar uma loja de produtos mineiros.

Os pais de Maria viajaram a Minas Gerais para encontrar mais produtos para o mix da loja: “Encontramos fazendas que produziam doces, cachaças e queijos. Tudo que vendemos na loja tem origem mineira”, detalhou Euler.

Dos 300 pães de queijo vendidos em poucas horas até a abertura do empório no Boqueirão, passou-se um ano. Antes que a loja estivesse pronta, um dos clientes praticamente os fez abrir as portas. “Estávamos ainda colocando alguns produtos nas prateleiras quando um cliente abriu a porta e perguntou se podia entrar. Vimos que as pessoas estavam realmente curiosas e resolvemos abrir antes do que tínhamos pensado. Foi muito emocionante, tivemos a certeza de que estávamos no caminho certo”, relembra Euler.

A Minas Uai fica no coração do Boqueirão e abre todos os dias. Foto: Felipe Rosa/Tribuna do Paraná

LEIA TAMBÉM

>>> Bar de Santa Felicidade cria "pizza de sushi"
>>> Inspira e não pira: onde praticar yoga em Curitiba pagando até 30% menos
>>> Exposição sobre a trajetória da dupla Sandy e Junior vem a Curitiba