Filmes

“Luta por Justiça” põe luz ao racismo no corredor da morte

Por: Laura Beal Bordin
“Luta por Justiça” põe luz ao racismo no corredor da morte

Quando os destinos de um advogado recém-formado em Harvard e o de um homem falsamente acusado de homicídio e colocado no corredor da morte se unem, a história acontece. Em “Luta Por Justiça”, filme protagonizado por Michael B. Jordan, Jamie Foxx e Brie Larson, o racismo, a injustiça e a pena de morte são colocados à prova. 

>>> C La Vie tem menu degustação às cegas com desconto do Clube

O roteiro é baseado em uma história real. O advogado Bryan Stevenson (Michael B. Jordan) acaba de se formar em Harvard e decide ir até o estado do Alabama para iniciar um projeto que busca ajudar condenados do corredor da morte a escapar da cadeira elétrica. É ai que Stevenson encontra Walter McMillian (Jamie Foxx), um homem negro acusado do homicídio de uma garota branca e colocado no corredor da morte ainda antes do seu julgamento. Ao analisar o processo, o advogado descobre que McMillian foi condenado com base em um único testemunho de um homem branco condenado por homicídio. O testemunho de dezenas de pessoas de um povoado negro que estiveram com McMillian no dia do crime, foi ignorado. 

Com a ajuda de Eva Ansley (Brie Larson), Stevenson passa então a defender McMillian e outros condenados à morte e fazer com que eles tenham uma segunda chance. Além de mostrar o racismo do sistema de justiça, o filme ainda retrata o racismo institucionalizado pela polícia do estado, que persegue Stevenson desde quando ele visita os presídios até em abordagens policiais sem sentido. 

O caso virou um marco na história da luta contra a pena de morte e demonstrou dados alarmantes, como o de que uma em cada nove pessoas é falsamente condenada à perder a vida por um crime que não cometeu. 

O filme têm detalhes sutis que demonstram cada ponta do racismo estrutural. Qualquer pessoa que acredita na justiça não pode perder essa história na sala de cinema mais próxima. O filme estreia nesta quinta-feira (20) e assinantes do Clube Gazeta do Povo garantem 50% de desconto no ingressos em vários cinemas da cidade. 

LEIA TAMBÉM

>>> Lugares para experimentar Paella em Curitiba

>>> “O Preço da Verdade – Dark Waters” traz Mark Ruffalo como uma nova Erin Brockovich