Passeios

Restaurantes e parques para você ver Curitiba do alto

Por: Da redação
Restaurantes e parques para você ver Curitiba do alto

Terrazza 40

Nos andares 38 e 39 do Edifício Champagnat Towers, o restaurante tem visão para alguns dos principais pontos turísticos de Curitiba, como o Parque Tingui e a Torre Panorâmica, além do Centro da cidade. Quem quiser enxergar tudo nos mínimos detalhes pode utilizar um dos binóculos que a casa disponibiliza de forma gratuita para os clientes. Basta pedir aos garçons. As reservas são gratuitas, e os preços do cardápio, que mistura sabores italianos e uruguaios, partem de R$ 40.

Verdant

A balada, que fica em pleno Largo da Ordem, tem um espaço aberto no terceiro andar de onde é possível ver todo o Centro Histórico de Curitiba. O espaço funciona como fumódromo, mas o acesso é livre para todas as pessoas que frequentam as festas do local. Os eventos acontecem geralmente no final de semana, começando nas quintas e sextas. As festas, geralmente de música pop, têm preços de entrada variados.

Bosque Alemão

Uma das atrações do bosque é a Torre dos Filósofos, toda construída em madeira e que tem 15 metros de altura. O nome é uma homenagem a três intelectuais alemães: Immanuel Kant, Hannah Arendt e Friedrich Nietzsche. Dali, é possível ter uma visão da região central de Curitiba, com o Centro Cívico e o Centro vistos de cima. A entrada é gratuita, tanto no bosque quanto na torre.

Foto: Antonio More/Gazeta do Povo

Parque Passaúna

Dentro de um dos maiores parques da cidade, o Mirante do Passaúna oferece uma bela visão tanto do parque e de sua represa quanto de várias regiões de Curitiba. Chaminés de antigas olarias que funcionavam na região completam a visão dos visitantes. A visitação é gratuita tanto para o mirante quanto para o parque.

Foto: Antonio More/Gazeta do Povo

Parque Tanguá

Este é bastante conhecido: no alto de uma pedreira de 65 metros de altura, o mirante em formato de belvedere do Tanguá oferece vista tanto para os jardins do próprio parque quanto para a cidade de Curitiba. A entrada é gratuita.

Praça das Nações

No meio da cidade, a Praça das Nações fica em um local privilegiado, de onde se pode ver boa parte do Centro da cidade acima do nível das ruas XV de Novembro e Marechal Deodoro (confira na foto). Um exemplo disso é o eclipse lunar que aconteceu no último dia 29, e que foi assistido no local por várias pessoas. O local fica perto da torre da Sanepar, mas ao contrário dela, que é aberta apenas para visitas técnicas, tem visitação gratuita.

Foto: Antonio More/Gazeta do Povo

Torre Panorâmica

Depois de passar por algumas alterações, como uma nova pintura e o aumento no número de bancos e de funcionários, a Torre Panorâmica teve o preço dos ingressos reajustado para R$ 6 (R$ 3 na meia entrada). Um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade, a única torre de telefonia aberta à visitação no país oferece uma vista em 360º de praticamente toda a Curitiba. Tudo graças à combinação de sua localização nas Mercês, um dos bairros mais altos de Curitiba, e do tamanho da estrutura, que tem quase 110 metros de altura.

Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo

Memorial de Curitiba

No quarto andar do espaço cultural fica o Mirante Marumbi, local de onde se pode ver todo o Centro de Curitiba, com sua infinidade de prédios. Em algumas ocasiões, como em exposições específicas, o espaço é tomado pela programação cultural do Memorial. A entrada no Memorial de Curitiba é gratuita, mesmo quando ele recebe exposições e eventos culturais.

Edifício Anita

O charmoso edifício do Centro de Curitiba tem um terraço aberto no terceiro andar que frequentemente recebe eventos e pode ser alugado para ocasiões privadas. Sessões de cinema promovidas pelos administradores do edifício no espaço, por exemplo, acontecem periodicamente. Os valores para entrar no local variam de acordo com a programação.

>> Museu do Expedicionário reabre com novidades e encontro com pracinhas

>> Quantas expressões faciais tem um cachorro? Exposição em Curitiba responde!