Passeios

Lugares para você visitar que são a cara de Curitiba

Por: Da redação
Lugares para você visitar que são a cara de Curitiba

Passar uma tarde no Museu Oscar Niemeyer

Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo.

O museu foi projetado pelo aclamado arquiteto Oscar Niemeyer. Conhecido tambémo como Museu do Olho, o espaço já recebeu mais de 300 mostras nacionais, internacionais e itinerantes. Conta com 12 salas expositivas dedicadas a artes visuais, arquitetura, urbanismo e design.

>> LEIA TAMBÉM: Único Museu do Holocausto do Brasil fica em Curitiba – e sobram motivos para conhecê-lo!

Garimpar peças na Feira do Largo da Ordem

Foto: Marina Mori/Gazeta do Povo.

Para te ajudar, veja a matéria produzida pelo Viver Bem sobre quem trabalha por lá.

Fazer um piquenique no Parque Barigui

Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo.

O Barigui, a praia dos curitibanos em dia de sol, é um refúgio para os animais e uma área de preservação natural na região central, com total de 1.400.000 m². Entre as principais atrações, estão três pistas de cooper e ciclovias com extensões de 3300, 2850 e 1045 metros. O espaço conta com 25 quiosques cobertos com churrasqueiras de concreto que podem ser ocupados gratuitamente por ordem de chegada e em qualquer dia.

Outra atração do local são as capivaras que caminham livremente nas áreas comuns. E, claro, tem muita grama pra um piquenique com os amigos.

>> LEIA TAMBÉM: O maior roedor do mundo é também um dos mais simpáticos moradores de Curitiba

Apreciar o dia na Praça do Japão

Foto: Antônio More/Gazeta do Povo.

A praça, que fica no coração do Batel, foi inspirada nos clássicos jardins japoneses e conta com uma réplica do Templo Dourado de Kyoto, com 11 metros de altura, e com uma garça em bronze no topo da casa doada por uma comitiva japonesa da cidade de Hijemi durante uma visita a Curitiba em 1994. O local ainda abriga o Memorial da Imigração Japonesa e a Biblioteca Hideo Handa.

Entrar na estufa do Jardim Botânico

Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

Se você jogar "Curitiba" no Google, certamente vai se deparar com uma foto do Jardim Botânico, o cartão postal principal da cidade. Já demos dicas de programas que vão te fazer (re)descobrir o Jardim Botânico aqui.

>> LEIA TAMBÉM: 14 lugares para fazer piquenique em Curitiba

Ver uma peça no Teatro Guaíra

Foto: Brunno Covello/Gazeta do Povo.

Bem de frente para a Praça Santos Andrade, o Centro Cultural Teatro Guaíra é um dos mais tradicionais endereços culturais de Curitiba. O espaço foi construído em 1952 com projeto arquitetônico de Rubens Meister. O Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto – mais conhecido como Guairão – foi inaugurado em 1974 e possui 2163 lugares.

>> LEIA TAMBÉM: Teatro Guaíra oferece visitas guiadas (e gratuitas!) durante a semana

Comer uma coxinha na Dois Corações

Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo.

A coxinha mais famosa da cidade está em sete endereços.

>> LEIA TAMBÉM: Dois Corações reúne os fãs das coxinhas 

Tomar um café no Café do Mercado

Depois de dar uma volta e descobrir os detalhes do Mercado Municipal, nada melhor do que descansar tomando um bom café.

Comer um doce na A Familiar Confeitaria

Foto: Fred Kendi/Gazeta do Povo.

Experimentar comidas estrangeiras na feirinha da Praça Osório

Foto: Antônio More/Gazeta do Povo.

A praça fica no início da Rua das Flores e recebe uma feira com comidas de diversas nacionalidades.

E, claro, dar uma volta na Rua das Flores

Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo.

O trecho que liga a praça Osório a Santos Andrade é conhecido popularmente como Rua das Flores, um espaço abarrotado de curitibanos — e turistas — andando de um lado para outro ou apenas sentados nos bancos apreciando o movimento.

>> LEIA TAMBÉM: Dez rolês para fazer com R$ 10 em Curitiba