Medicina

Inseminação artificial: conheça as principais técnicas para realizar o sonho de ter filhos

Por: Redação
Inseminação artificial: conheça as principais técnicas para realizar o sonho de ter filhos

Cada vez mais os casais têm procurado opções para realizar o sonho de ter filhos, já que nem sempre a gravidez ocorre de forma natural – por uma série de fatores. Com o avanço da medicina, hoje existem diversas opções de inseminação e fertilização artificial para auxiliar esses casais. Para entender como funciona o processo, o Clube conversou com o Doutor Lídio Centa, fundador da Androlab. 

De acordo com o Doutor Lídio, hoje cada vez mais as mulheres têm deixado o sonho da maternidade para mais tarde. Algo a se pontuar é que a chance de uma gravidez natural cai após os 35 anos. Até essa idade, a chance de engravidar naturalmente é de 25%. Depois, as chances caem bastante, chegando a 4% aos 40 anos. Por isso, os procedimentos de fertilização artificial têm se tornado mais comuns. Inclusive, a pandemia do coronavírus intensificou a busca por esses procedimentos . “Com a pandemia, muitas mulheres procuraram congelar seus óvulos para ter seus filhos depois que tudo passar”, explica o especialista. 

Um casal que busca as técnicas de inseminação e fertilização artificial passam por um longo acompanhamento médico, para que se entenda as condições de cada um e se busque a melhor técnica para cada caso. Tanto o homem quanto a mulher passam por exames para tentar identificar algum problema que possa estar atrapalhando a busca por filhos e, então, se escolhe a melhor opção de procedimento. 

A primeira opção é chamada de coito programado. A mulher passa por um tratamento hormonal para incentivar a produção de óvulos e deve ter relações sexuais dentro de um período específico, aumentando as chances de sucesso. Todo o processo é feito com o acompanhamento por meio de ecografias para identificar a quantidade de óvulos produzidos. 

Outra técnica bastante utilizada é a da inseminação artificial. Como no coito programado, a utilização de hormônios induz o ciclo da mulher e então se prepara o sêmen no homem para fertilizar o óvulo, facilitando a obtenção da gravidez. Segundo Lídio, a chance de sucesso com essa técnica é de 25%. 

Outra possibilidade é a fertilização in vitro. Hoje, de acordo com o Doutor Lídio, uma técnica moderna chamada ICSI permite a fecundação de um óvulo com um único espermatozóide. “Essa técnica causou uma revolução, porque, de acordo com a OMS, a contagem de espermatozóides em um homem é de 32 milhões. E com a técnica, utiliza-se apenas um”, explica. Tendo o óvulo e o espermatozóide, um embriologista faz uma injeção introcitoplasmática, produzindo a fecundação. O óvulo é introduzido no útero, aumentando muito as chances de sucesso da gravidez. 

A Androlab tem uma equipe de profissionais preparados para todas as etapas da inseminação e fertilização artificial e todos os procedimentos são feitos na própria clínica, seguindo os protocolos rigorosos da ANVISA e o Código de Ética Médica. A todo momento, o casal é informado dos procedimentos e deve estar de acordo com o tratamento. A Androlab oferece 15% de desconto para fertilização in vitro e 10% para tratamentos de inseminação intra uterina, criopreservação de óvulos e sêmen para assinantes do Clube Gazeta.

ANDROLAB - CLINICA DA FERTILIDADE

ANDROLAB – CLINICA DA FERTILIDADE

Saúde

15% em desconto para clientes do Clube