Cinema

8 curiosidades sobre o filme “O Retorno de Mary Poppins”

Por: Da redação
8 curiosidades sobre o filme “O Retorno de Mary Poppins”

Uma série de livros infantis, de uma australiana sob o pseudônimo de Pamela Lyndon Travers, encantou duas crianças norte-americanas na década de 1940. O pai delas, farejando um estouro de bilheteria, entrou em contato com a autora. Era Walt Disney. Apenas 14 anos depois, Disney conseguiu comprar os direitos da história e gravou o filme Mary Poppins. O longa-metragem foi o primeiro a mesclar animação com os atores e cenários reais, usando o chroma key.

Mary Poppins estreou em 1964 e apresenta a babá excêntrica, mágica e rígida na etiqueta — não por isso, menos fascinante — para gerações de crianças até hoje. Indicado para 13 categorias do Oscar, o longa venceu cinco. Foi o filme da Disney mais premiado e com maior faturamento por 20 anos — tanto que viabilizou a compra de um terreno na Flórida para a construção do segundo parque temático da Disney.

A história de Mary Poppins continua no filme O Retorno de Mary Poppins (do diretor Rob Marshall, 2018), lançado 54 anos depois do primeiro. No novo filme, a babá reaparece 25 anos depois para encontrar os irmãos já crescidos e passando por problemas similares ao que seu pai passou no primeiro filme. No longa dirigido por Marshall, há releituras de cenas e personagens icônicos, como a figura do limpador de chaminé, que no novo longa é um acendedor de lâmpadas.

Confira outras curiosidades sobre O Retorno de Mary Poppins:

Atores do primeiro filme de Mary Poppins

1. Julie Andrews, a atriz que eternizou a personagem Mary Poppins, foi convidada para participar do filme, mas declinou. À atriz Emily Blunt, ela escreveu um e-mail encorajando-a. À imprensa, disse que era hora “de ser o show da Emily”.

Emily Blunt como Mary Poppins descendo do céu com a pipa na mão.

2. A cena em que a babá desce do céu segurando uma pipa foi gravada em chroma key, mas a descida é real. A atriz Emily Blunt teve de controlar seu medo de altura e encarnar a postura altiva de Mary Poppins enquanto deslizava 18 metros abaixo presa por cordas e sem rede de proteção.

Mary Poppins não envelhece. O tempo passa de maneira diferente para ela.

3. O tempo não age da mesma maneira sobre Mary Poppins e os demais mortais, por isso sua aparência continua jovem no novo filme, mesmo que ele se passe em 1935, enquanto o primeiro longa se passa em 1910.

Emily Blunt recorreu aos livros de P. L. Travers para não se sentir intimidade nem inspirada pela atuação de Julie Andrews no papel da mesma personagem

4. Quando aceitou o papel de Mary Poppins, Emily Blunt decidiu não assistir ao filme novamente para não se sentir influenciada nem intimidada pela interpretação de Julie Andrews. A atriz, que assistiu ao filme pela última vez aos 7 anos, recorreu aos livros de L. P. Travers para compor a personagem.

Lin-Manuel Miranda chorava na canção "Feed the Birds" quando era criança

5. O ator Lin-Manuel Miranda, que interpreta Jack, o acendedor de lâmpadas, passou a infância sem conseguir assistir ao filme original inteiramente. Quando chegava na canção “Feed the birds”, ele chorava e era tomado por uma tristeza enorme. Desligava a televisão no ato.

O ator de 93 anos Dick Van Dyke também atua no filme O Retorno de Mary Poppins

6. O ator Dick van Dyke, 93, que interpreta Bert (o limpador de chaminés) e o banqueiro Mr. Dawes no primeiro filme, aparece no novo filme como o filho do banqueiro e emocionou a equipe durante as gravações. Depois de gravar o monólogo em que o personagem fala com as crianças no banco, a equipe aguardava o grito de “corte!” do diretor Rob Marshall. “Ele estava chorando e não conseguia, literalmente, falar uma palavra sequer”, contou o produtor John Deluca para a Attractions Magazine.

Meryl Streep concordou prontamente a participar de O Retorno de Mary Poppins. Ela interpreta Topsy, prima da protagonista

7. A resposta de Meryl Streep ao e-mail que a convidava a participar do filme foi algo como "Sim, sim, sim, sim, sim, sim. Eu preciso fazer parte de um projeto como esse, que represente esperança nos dias atuais”, contou o produtor Deluca ao The Hollywood Reporter. Meryl interpretou a prima de Mary Poppins, Topsy.

A continuação de Mary Poppins também tem cenas com animação 2D

8. A Disney chamou vários animadores clássicos já aposentados para trabalhar nas animações 2D de O Retorno de Mary Poppins, que são sobrepostas aos atores e cenário real. Há uma sequência de 15 minutos que levou meses para ficar pronta: cada segundo tem de ser desenhado.