Outros Serviços

Cinco clássicos da literatura brasileira para ler de graça

Por: Redação
Cinco clássicos da literatura brasileira para ler de graça

Procurando algo para deixar a leitura em dia? Com a quarentena rola, muita gente está disponibilizando vários exemplares gratuitamente! Fizemos uma seleção de clássicos da literatura brasileira que todo mundo tem-que-ler. Confira! 

Iracema 

O romance é uma das histórias de amor mais aclamadas da literatura brasileira. Do período da literatura romântica nacionalista, o livro conta a história da índia Iracema e do valente guerreiro português Martim. Do amor proibido dos dois nasce o primeiro mestiço, símbolo do povo brasileiro. A aventura é recheada de lirismo poético. 

Para baixar, clique aqui. 

Memórias Póstumas de Brás Cubas

O romance inaugura a fase madura de Machado de Assis e rompe com as tradições literárias, trazendo a crítica machadiana à elite brasileira da época. Brás Cubas é um defunto-autor, que dedica sua obra ao verme que roeu seu cadáver. O protagonista então narra suas memórias com episódios de delírios, reflexões e teorias, expondo as atitudes mesquinhas que teve durante a vida. 

Para baixar, clique aqui. 

Reinações de Narizinho 

Essa é uma boa dica para quem busca iniciar as crianças no mundo da literatura. Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato, abre as porteiras para o Sítio do Picapau Amarelo. Essa edição de luxo traz ilustrações da premiada artista Lole e organização de Marisa Lajolo, especialista da obra lobatiana.

Para baixar, clique aqui. 

Dom Casmurro

Capitu traiu ou não traiu Bentinho? Esta talvez seja a principal dúvida dos leitores brasileiros. No romance, as memórias do narrador personagem Bento Santiago, um advogado recluso, demonstra sua insegurança e ciúme em cada pensamento. Machado de Assis explora as ambiguidades de Bentinho e moldam o mais famoso “narrador não confiável” da literatura brasileira.

Para baixar, clique aqui. 

Macunaíma 

Macunaíma, o herói sem nenhum caráter é o símbolo de um povo em formação. Nasce negro, em uma aldeia indígena. Na infância, manifesta a preguiça e uma pulsão sensual. Sua saga envolve a busca pelo muiraquitã, um amuleto que o leva a São Paulo. Depois de banhar-se em águas encantadas, se torna branco, louro e de olhos azuis. O estilo inovador da linguagem e da narrativa traz à trama o surrealismo de Mário de Andrade.

Para baixar, clique aqui. 

LEIA TAMBÉM 

>>> 4 filmes originais Netflix (e premiados) para você maratonar

>>> Garbanzo lança pratos congelados para que as pessoas fiquem em casa