Eventos

Bar Samba, Pastel e Birita troca pastel por pagode e vira festa mensal

Por: Luciana Penante, especial para Gazeta do Povo
Bar Samba, Pastel e Birita troca pastel por pagode e vira festa mensal

Não deixe o samba morrer, já dizia a canção de Edson Conceição e Aloísio Silva, sucesso na voz de Alcione. Nesta cruzada está o pessoal que esteve à frente do bar Samba, Pastel e Birita, que sobreviveu durante um ano na rua São Francisco, apesar dos problemas de segurança da região. O bar unia pastéis com recheios especiais e samba de roda e funcionou até maio de 2018. Mas chega de saudade: o clima de samba e birita volta ao São Francisco em formato festa, na Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio, no dia 24 de agosto (sexta) a partir das 22h. Com uma pequena diferença: o pastel foi trocado por pagode.

>>> Lista: bares que ficam dentro de hotéis em Curitiba

Samba, Pagode & Birita
O Samba, Pastel e Birita era um espaço para músicos locais se apresentarem com o intuito de alegrar os domingos. Os criadores do espaço, Gil Preto e Luis Giusti, eram, antes de empresários, produtores de eventos: já organizavam a festa Brasilidades, que tem cinco anos de existência e passou a ser festa oficial do Festival de Teatro de Curitiba. Com o fechamento do bar, veio a ideia de transformá-lo em festa, agora concretizada sob o título Samba, Pagode e Birita. "A ideia é fazer a festa uma vez por mês, mas isso vai depender da aceitação do público", revela o produtor Gil Preto.

Com o slogan “mais música, mais birita, mais amor”, a primeira edição da festa Samba, Pagode & Birita inicia com o mesmo som que encerrou as atividades do bar: Complicada & Perfeitinha, de Amanda Pacífico e Naíra Debértolis (ambas da banda Mulamba), desta vez em uma formação maior, com quatro integrantes, já que a configuração do palco agora permite. Também haverá discotecagem com os DJ's do coletivo brasilidades Giusy Giglio e Gabriel Castro. No cardápio, a tradicional caipirinha de cachaça de Jambu (um dos destaques do finado bar), chope gelado e os drinks queridinhos de quem frequentava o bar.

Foto: Júlio Pereira/divulgação.

A entrada custa R$ 15 com nome no mural do evento (precisa ser enviado até as 17h do dia 24) e R$ 25 sem nome na lista.

Leia também:

>>> Pastelaria queridinha na São Francisco fecha as portas e faz festa de despedida

>>> Vilas gastronômicas têm programação cultural que vai de shows ao vivo a stand-up

>>> Curitibanos preferem festa junina ao Carnaval da cidade, diz pesquisa