Shows

Banda mais conhecida por fazer tributos ao Pink Floyd passa por Curitiba no domingo

Por: Brayan Valêncio, especial para a Gazeta do Povo
Banda mais conhecida por fazer tributos ao Pink Floyd passa por Curitiba no domingo

Mais uma vez, Curitiba será palco de um tributo à banda britânica Pink Floyd. Os roqueiros responsáveis pelo sucesso “Another Brick in the Wall” serão homenageados no dia 19 de maio, domingo, pela banda mineira Atom Pink Floyd Tribute.

Na estrada desde 2012, a banda é reconhecida como a melhor quando o assunto é tocar músicas de Roger Waters e Richard Wright.

O número, que será realizado no Teatro Positivo, conta com características peculiares dos tradicionais shows da banda responsável pelo álbum “The Dark Side of the Moon”, cuja capa é uma das mais emblemáticas da história do Rock mundial.

Helinho Guimarães, vocalista, guitarrista e diretor-executivo da banda cover conta que há muita conexão entre o show da banda original com o tributo. “A gente entende que [para se aproximar ao máximo do show do Pink Floyd] a experiência não deve ser só musical, tem a parte visual também que sempre foi muito importante.

Nós ficamos três anos produzindo esse show, foi um longo tempo de estudo e acompanhamento. Tentamos recriar com detalhes toda a composição do show do Pink Floyd e esses três anos serviram de muito estudo e capacitação”, comentou.

O espetáculo “Animals Tour 2019” chega com um gostinho de bis, porque é a segunda vez que os sete integrantes da banda mineira desembarcam em Curitiba. No último ano, no entanto, eles apresentaram um musical diferente.  “A gente mudou bastante a iluminação, homenagearemos um disco mais agressivo musicalmente e com características bem diferentes do show “The Dark Side Of The Moon”  que foi o último que fizemos na capital, no ano passado”, acrescentou Guimarães, que também deu um pequeno spoiler do que será apresentado. “A gente tem um momento de luz muito legal na última música. É uma situação que recria uma parte muito especial do show do Pink Floyd”, ressaltou.

“Eu não conhecia o público de Curitiba. O público daqui é muito animado. As bandas mineiras adoram vir pra cá porque é um público aberto ao rock e super descontraído. Trazer mais um show para Curitiba é muito importante, divertido e animador” concluiu.

Veja mais:

Tributo oficial do Queen faz show no Guairão e tem “Freddie Mercury brasileiro

Pré-venda começa quarta: Ingressos para Bon Jovi custam entre R$ 270 e R$ 920

Cemitério Maldito, a história mais assustadora de Stephen King chega aos cinemas