Bares e Baladas

Veja quais são as principais baladas de Curitiba

Por: Da redação
Veja quais são as principais baladas de Curitiba

James Bar

Dedicado ao público jovem e adulto, o James Bar tem festas semanais, como a Quarta Rock, e outras que acontecem sem periodicidade definida, como a Black Friday (com desconto para quem for vestido de preto) e a Pancadão (dedicada ao funk). Os valores mudam de acordo com a festa e variam entre R$ 20 e R$ 35. O James abre de quinta a sábado.

Paradis

Na Paradis, as festas especiais são dominadas por pop e ritmos brasileiros. Duas das principais são a Cafonalha (com músicas retrô) e a Brasilidades (dedicada a ritmos como a axé music). A casa também recebe edições da Caliente e da Só o Soul Salva. A Paradis abre de quinta a sábado, e ocasionalmente faz festas na segunda-feira. Os valores de entrada ficam entre R$ 20 e R$ 30.

VU

O VU abre de terça a sábado e tem programação fixa para a maior parte desses dias. As terças são reservadas para especiais de dois álbuns, geralmente do mesmo artista pop; nas quartas, as festas variam de semana para semana; nas quintas, dois artistas pop são os homenageados em noites com open bar de várias bebidas; as festas de sexta são dedicadas à música pop em geral; aos sábados, a Rock me Baby coloca juntos pop e indie. A entrada varia de R$ 15 a R$ 26.

Bar do Simão

O Simão tem três festas que acontecem praticamente todas as semanas: a Shake, que tem especiais de música pop; a Burning Up, com música pop em geral; e a Frescura, matinê de domingo que tem duas pistas — a interna, com música pop, e o lounge externo, que toca música brasileira. Nas três, a casa oferece open bar.

Festas que acontecem com frequência incluem ainda a Fofa, baile funk com edições em algumas quintas-feiras, e a Metadinha, que mistura pop e funk e acontece às quartas ou aos sábados, sem periodicidade definida. Os preços de entrada das festas com open bar vão de R$ 8 a R$ 22. Das sem open bar, de R$ 2 a R$ 6.

Vibe

Um dos principais clubes de música eletrônica do país, a Vibe reabriu em agosto de 2018 depois da reforma que acrescentou à balada um lounge aberto e um bar Jack Daniel’s. Desde a reabertura, a casa tem recebido festas aos sábados com DJs importantes da cena eletrônica nacional e internacional. Os preços de entrada ficam entre R$ 40 e R$ 50 para cada festa.

Soviet

A balada do Batel tem cardápio de festas que vão da música pop a especiais com música brasileira. Os eventos acontecem às sextas, aos sábados e em vésperas de feriado. O tema espacial da decoração é sentido na Stardust, festa que acontece todos os sábados com pop e dance; a Pop Club, também frequente, traz especiais de artistas pop; a Ordinária tem especiais de axé e festa junina. As entradas custam em torno de R$ 30, com meia-entrada para estudantes e passe livre para drag queens.

Sláinte

No Sláinte, o ambiente de jardim recebe festas de quinta a sábado, com programação também aos domingos em algumas semanas. Os estilos musicais são variados, assim como as festas fixas. As mais frequentes são a Shake Your Body, que acontece aos sábados e vai do indie rock ao funk; a Saliente, que tem ritmos brasileiros e latinos, como o reggaeton; a Cremosa, com funk carioca; e a Party Hard, com especiais de vários estilos, sempre com karaokê. A entrada custa em torno de R$ 25.

Danghai

Na casa de música eletrônica, DJs importantes nas cenas nacional e internacional se apresentam às sextas e aos sábados, além das vésperas de feriado. Em algumas festas, a casa pede vestimenta esporte fino para os frequentadores. Os preços mudam de acordo com o evento, ficando em uma faixa entre R$ 20 e R$ 35 e podendo ter valores diferentes para homens e mulheres.

Victoria Villa

O Victoria Villa abre às sextas e aos sábados e mistura na programação festas de sertanejo universitário e shows das duplas que fazem sucesso no gênero. Outro estilo frequente na programação é o funk, com apresentações de MCs que dividem a noite com DJs que não deixam a pista esfriar com muito sertanejo. Fora das listas VIP, as entradas custam cerca de R$ 25 nas festas. Nos shows, o preço varia de R$ 20 a R$ 45.

Verdant

Localizada em pleno Largo da Ordem, a Verdant tem três andares (o último aberto, com vista para o Centro Histórico), e as festas são dedicadas à música pop. Ao invés de artistas, porém, a maior parte dos especiais são de temas que podem ser séries de desenho animado ou datas específicas.

Algumas atrações acontecem com frequência, como a Funkme, com repertório de funk carioca, e a HIT Machine, que toca sucessos de todos os estilos. Aos domingos, a casa tem a Ressaka, festa que mistura open bar e churrasco. Os preços de entrada variam entre R$ 25 e R$ 40.

Vitto

O Vitto mistura funk, música brasileira em geral e pop na maior parte das festas, como a Vai Malandra, em que o batidão carioca dá o tom da pista. Outras festas que acontecem com frequência são a Flashback, com músicas dos anos 1990 e 2000, e a Topzera, que toca sertanejo. Os valores de entrada ficam em uma média de R$ 20.

Sistema X

A Sistema X tem festas às terças e aos sábados. Nas terças, a atração é o open bar de cerveja em festa em que a pista é tomada por funk, música eletrônica e dance; aos sábados a programação varia entre festas de flashback e shows de funk. Os valores de entrada ficam em torno de R$ 20.

Basement Cultural

Ocupando um porão ao lado do Cemitério Municipal, o Basement recebe festas e shows de vários gêneros, principalmente de rock e música indie, além de dedicar alguns dias da programação ao forró e ao reggae (as Jamaiquintas, que são semanais) e eventos como bazares. O local abre entre quinta e domingo, e os valores de entrada ficam entre R$ 10 e R$ 20.

Gaitaço Sertanejo

Aberto às sextas, sábados e domingos, o Gaitaço recebe bailes de música sertaneja e gaúcha. No formato de salão de dança com mesas para os clientes, o local tem apresentações de grupos gauchescos com frequência em seus bailes. Os valores de entrada dos bailes ficam em torno de R$ 20.

Shed

Dedicada à música sertaneja e dividida em pista, camarotes e palco, a Shed abre de quinta a sábado com bailes e shows nacionais de artistas do gênero. No entanto, a programação não se restringe ao sertanejo, com funk e pagode como os estilos mais comuns fora do principal. O preço fora da lista VIP para bailes e shows é de R$ 40 para mulheres e R$ 80 para homens.

Peppers

As festas da Peppers, de estilos como pop, rock, funk e música brasileira, acontecem às sextas e aos sábados, além de vésperas de feriado. Nos especiais de rock, a casa faz promoções de cerveja de um litro, e nas demais, doubles e open bar de drinks diversos. Os preços de entrada dos eventos ficam entre R$ 15 e R$ 25.

Slay

No mesmo endereço da antiga Cats, a Slay é direcionada ao público LGBT e tem festas de quinta a domingo. As principais são a Popzuda, com música pop e que acontece geralmente às sextas, e a Saidinha Hits, matinê dominical também embalada pelo pop. Os preços de entrada ficam na faixa de R$ 25, com valores menores para estudantes (mas só para maiores de 18 anos).

Hottel 418

Misturando eventos culturais com festas que acontecem sempre aos sábados, a Hottel 418 é inspirada em hotéis antigos e toca nas pistas um repertório que vai do pop ao hip hop. Ela tem como destaque o café da manhã, servido a partir das 5h para todas as pessoas que estiverem na casa. A entrada custa R$ 20 para mulheres e R$ 40 para homens.

Pulp

Com festas sextas, sábados e vésperas de feriados, o Pulp aproveita o conceito de “bar com pista” para fazer especiais de música alternativa, o que inclui nu disco dos anos 2000, rock alternativo, música eletrônica experimental e outros. As duas festas mais frequentes são a Disco 2000, às sextas, e a Rock Lobster, aos sábados. A entrada custa R$ 10.

Studio 1250

De volta à vida 18 anos depois de fechar, o Studio 1250 tem festas entre sexta e domingo, sem atrações fixas, além de abrir como pub de terça a domingo. O que não muda é o estilo que embala a pista, sempre com músicas de décadas entre 1970 e 1990. Todos os dias, o preço de entrada das festas é o mesmo: R$ 20.

Bossa Bar

O Bossa Bar abre às sextas e aos sábados com festas cheias de ritmo brasileiro, sempre com ritmos como funk, samba rock e pagode, além de receber ocasionalmente blocos com o melhor do carnaval carioca. A Cidade Maravilhosa, aliás, está por todos os cantos da decoração, como sugere o nome. A entrada das festas custa R$ 25 até o bar atingir a lotação máxima, e R$ 35 depois disso.

Trip

Com programação de clima praiano o ano todo, o Trip tem festas de quinta a sábado (e em algumas semanas, no domingo também). Os ritmos mais frequentes são funk, reggae e o pop. Em diversos sábados, a atração é a festa Go Trip, que recebe bandas locais com estilos variados. Os preços de entrada ficam entre R$ 10 e R$ 20, com valores mais altos em shows nacionais.

The Pub

As festas do The Pub acontecem às sextas e aos sábados, quase sempre com funk ou outros estilos de música brasileira, como hip hop e sertanejo universitário. Em geral, só é permitida a entrada nas festas a quem estiver com traje esporte fino. Os valores variam de R$ 10 a R$ 20.

WS Brazil

A WS abrange estilos variados, sendo que os mais comuns são sertanejo, funk e pagode, muitas vezes com shows. As festas acontecem entre quinta e sábado, mas em algumas semanas, a programação começa na quarta e termina só no domingo. Fora das listas VIP, o preço de entrada é R$ 40.

Selfie Brasil

Outro lugar ideal para amantes de pagode e sertanejo, a Selfie tem festas e shows nas sextas e sábados, além de receber eventos às quartas e quintas em algumas semanas. Uma das festas mais frequentes é a O Contatinho, que tem shows de funk, pagode e música sertaneja, e acontece às sextas. Outra atração é a Quarta Sertaneja. Os valores de entrada variam de R$ 20 a R$ 30.

+55

O +55 tem programação entre terça e domingo, com atrações fixas como a Terça Gastro Night, que a cada semana recebe chefs de cozinha famosos, e o Sunday Sunset, matinê de domingo embalada por bandas e DJs convidados. A casa toca música eletrônica, mas também tem repertório com rock nacional, MPB e micareta. Os valores de entrada variam de R$ 25 a R$ 65.

92 Graus The Underground Pub

No 92 Graus, a maior parte das atrações são bandas brasileiras e internacionais, que fazem apresentações solo ou de duas ou mais bandas. Os estilos vão de rock e post-punk ao heavy metal, sempre com ingressos que podem ser comprados na hora. Aberto de quinta a domingo, o local tem preços de R$ 15 em média.


Empório São Francisco

Um dos bares mais conhecidos pelos amantes de rock em Curitiba, o Empório São Francisco abre entre terça e domingo, e tem atrações como a Quarta Free (com entrada grátis), a Sexta Rock e o Sábado Rock’n Roll, todos eles, como os nomes dizem, embalados pelo gênero de bandas como Queen e Red Hot Chili Peppers. Nos dias com entrada paga, os preços são de cerca de R$ 10.

Sheridan’s Irish Pub

O Sheridan’s é outro queridinho dos roqueiros, com apresentações de covers de artistas do universo rock’n roll ou pop de quinta a sábado. Na maior parte dos eventos, a casa tem entrada gratuita. Nos shows e festas com cobrança, o valor costuma ser de R$ 10.

Blood Rock Bar

Em uma casa com mais de 100 anos na região do Centro Histórico, o Blood Rock é um dos espaços em Curitiba que mais recebe shows de bandas de metal, tanto paranaenses e brasileiras quanto de outros países. As atrações incluem ainda shows de tributo a bandas importantes do metal e do rock. Com programação às sextas e aos sábados, os valores de entrada vão de R$ 10 a R$ 15.

Crossroads

O Crossroads é outro espaço para amantes de rock que recebe shows de diversos tributos a bandas famosas, além de grupos autorais de Curitiba e de outros locais. Os eventos acontecem de quinta a sábado, e uma vez por mês, em um domingo, a casa recebe o Thunderstruck, grande evento que reúne shows e opções gastronômicas. As entradas custam até R$ 30; em algumas datas, não há cobrança.

Jokers

Em plena Rua São Francisco, o Jokers mistura pub, balada e casa de shows, além de receber todos os anos o Psycho Carnival. Durante a semana, os shows e festas acontecem de quinta a sábado, recebendo bandas de rock e blues, com valores de entrada de cerca de R$ 10. Nos eventos que não são organizados pela casa, os preços são diferentes, variando em cada um deles.

>> Cinco bares asiáticos imperdíveis em Curitiba

>> Museu Paranaense é aula de história sobre o estado e o Brasil