Passeios

Qual lugar é a “cara” de Curitiba? Artistas e produtores culturais respondem

Por: Sandro Moser
Qual lugar é a “cara” de Curitiba? Artistas e produtores culturais respondem

Qual é a “cara de Curitiba”?

O Guia Gazeta do Povo + Clube fez esta pergunta para um grupo de artistas e produtores culturais da cidade. A ideia da enquete era que cada um indicasse uma rua, museu, bar ou restaurante, enfim, algum lugar especial que represente a essência da cidade onde nasceram ou escolheram para morar.

Na enquete há três curitibanos da gema, a diretora e atriz Anna Martha Sá, o estilista Alexandre Linhares e o prudutor cultural Pedro Hey Branco, e três por adoção, artistas estrangeiros radicados na cidade: a música suíça Edith de Camargo, o diretor da Orquestra Jovem do Paraná Edward Matkin e o produtor cultural e escritor Antônio Cava.

Veja abaixo como cada um votou e indique também um lugar que para você é a cara de Curitiba:

Santa Felicidade

Anna Martha Sá, dramaturga e atriz

"Santa Felicidade. O bairro é parada obrigatória para turistas e curitibanos. Cenário da imigração e com campos ainda preservados, este bairro reúne tradição e gastronomia que só Curitiba tem." 

>>> Passeio noturno mostra a cultura de Santa Felicidade

Rua Comendador Araújo

Antonio Cava, produtor cultural e empresário

"A Rua Comendador Araujo, da Praça Osório até o Batel, tem a cara de Curitiba. Na praça as feiras dão um clima de cidade do interior. Sinto o cheiro do quentão e os espetinhos. O clima popular do tradicional Bar Stuart vai se transformando em vitrine do Shopping Cristal. Buffets à quilo, charuteria, cafés até chegar no Hard Rock, ostentação pura. Vejo a polaridade curitibana, da antiga praça à nova praça do shopping. Os lampiões republicanos dão um charme especial. Iluminam, ou melhor, mantém aceso o o sonho da capital sofisticada."

Rua XV de Novembro

Edith de Camargo, música

"Fazer um passeio à pé pelo centro, pela rua XV, tem a cara de Curitiba. Quando tenho saudades da cidade (em tempos de muitas viagens…), eu faço isso. Tomo um café no Siciliana em frente à Reitoria, onde já marquei varias reuniões de trabalho."

>>> Onde ir e o que fazer na rua XV

Parque Barigui 

Edward Matkin, diretor da Orquestra Jovem do Paraná  

"Eu sou fã do Parque Barigüi. Para mim é o lugar que sintetiza Curitiba."

Largo da Ordem

Alexandre Linhares, estilista

"O lugar que para mim é a cara da cidade é o Largo da Ordem. É um ponto que recebe a feirinha de domingo e abraça todo mundo. É palco, é reduto, é região e é passagem. É ao mesmo tempo um resumo e o início da cidade."

>>> Seis coisas para fazer antes, durante e depois da Feirinha do Largo da Ordem

Bar Palácio

Pedro Hey Branco, produtor cultural

"Um lugar onde nasceram muitas paixões! Onde ainda se pode comer o verdadeiro churrasco paranaense na grelha ou carnes assadas no “especto” giratório (isso mesmo, especto, com c)! É nostalgia pura! Casais de todos os tempos namoraram por lá: meus avós, meus pais… Por vezes reencontramos tradicionais famílias esfomeadas na madrugada, ávidas pelo Filet Griset ou pela Língua com Ervilhas. É mais que um restaurante, é o salva-vidas dos boêmios, mas é também um passeio, uma viagem no tempo."