Cinema

“A Grande Mentira” e os problemas dos Tinder na vida real

Por: Bruna Covacci
“A Grande Mentira” e os problemas dos Tinder na vida real

Logo no início de “A Grande Mentira” o espectador pode perceber quantas inverdades estão por trás da trama. Enquanto trocam as primeiras mensagens após um "match" em um site de relacionamento, Betty McLeish (Helen Mirren), uma viúva inglesa, e o também viúvo Roy Courtnay (Ian McKellen), contam pequenas mentirinhas.

Papo vai, papo vem, os dois marcam um jantar. Entre uma mentira e outra, com um texto bem-humorado e a força da interpretação dos veteranos Helen Mirren, de 74 anos, e Ian McKellen, de 80, a relação do casal que se conheceu no site vai se desenrolando aos poucos até que acabam morando juntos.

Logo nos primeiros minutos, o público já sabe que Roy é um vigarista que vê na relação com Betty a chance perfeita para dar um dos grandes golpes de sua vida. A principal pedra no sapato dele é o neto da viúva, interpretado por Russell Tovey.  

O roteiro de Jeffrey Hatcher (do filme Sr. Sherlock Holmes, de 2015) é baseado no romance homônimo de Nicholas Searle e tem várias reviravoltas. Entre todos, quem é o dono da grande mentira?