Museus

5 museus curitibanos para conhecer em 2018

Por: Bruna Covacci
5 museus curitibanos para conhecer em 2018

As suas resoluções de Ano Novo podem até estar prontas, mas a equipe do Guia Gazeta do Povo + Clube gostaria de acrescentar um ponto na sua listinha: que tal conhecer museus diferentes na cidade? A seguir, confira um roteiro com cinco lugares que você poderia visitar.

MAI – Museu de Arte Indígena

Você sabia que o maior museu dedicado a arte indígena do Brasil está localizado em Curitiba? Inaugurado no bairro do Água Verde, em 2016, conta com 700 peças divididas em arte plumária, cerâmica, cestas, instrumentos musicais, máscaras ritualísticas e objetos utilitários. Um amplo espaço de eventos reproduz a arquitetura e atmosfera de uma oca.

Memorial da Segurança no Transporte no Brasil

Quem vê esse nome compridão e burocrático não faz ideia da diversão que pode encontrar no local. O memorial, que fica no mesmo local da fábrica da Volvo, é interativo e conta com simulador de capotamento, simulador de “crash-test”, bafômetro e até um biarticulado suspenso que faz parte da decoração do ambiente.

Museu da PRF                                                                

O lugar conta a história da Polícia Rodoviária Federal brasileira, que fica em Curitiba e funciona na sede da corporação no Guabirotuba. Ali, mais de mil peças, entre documentos, uniformes, viaturas, motocicletas, armas, livros e fotografias, compõem o acervo garimpado por policiais rodoviários aposentados. Tem até a réplica de um posto rodoviário da década de 1950!

Museu de História Natural

Ótima opção de lazer para crianças, conta com uma floresta de araucárias que abriga cutias e pequenos roedores. O visitante encontra duas exposições permanentes, uma externa e outra interna. A exposição externa é feita no bosque. A interna fica no prédio de pesquisa, onde estão representados quatro ecossistemas brasileiros. No mesmo setor ainda estão expostos fósseis, aves, moluscos e peixes da bacia do rio Iguaçu.

Museu Ferroviário

Construído em uma antiga estação ferroviária, no prédio do Shopping Estação, suas instalações buscam reproduzir o funcionamento do século passado. É um resgate da história rodoferroviária do Paraná por meio de mais de 600 peças. Há relógios, telefones e telégrafos que eram utilizados no local e objetos do interior dos trens, como bagageiros, fechaduras e luminárias da época. O espaço ainda possui uma locomotiva a vapor em exposição que abriga cerca de cinco mil títulos que conservam a história da Antiga Estação Ferroviária, desde 2016.