Feijoada com vinho e espumante? Saiba mais sobre as combinações que podem te surpreender

Por: Bruna Covacci
Feijoada Tex Mex Feijoada Tex Mex do Mustang Sally tem costelinha e até milho

Sábado é dia de feijoada para todo brasileiro! E, apesar de a combinação mais escolhida por todos ser a cerveja, o chope e a caipirinha, há quem diga que o espumante e o vinho são os melhores acompanhamentos para o prato. Quer saber mais?

Segundo Vinicius Wener, Sommelier do Mustang Sally, há uma discussão muito grande sobre o assunto. “Há profissionais que preferem os tintos e há quem prefira os espumantes. E todos têm argumentos interessantes”. 

A feijoada é um prato pesado, e isso é indiscutível! Por isso, Wener explica que os vinhos tintos precisam ter taninos bem presentes para não serem engolidos pela presença e força dos ingredientes do prato, além de ter acidez elevada para combater a gordura. “As uvas Tannat e Syrah, por exemplo, por apresentarem notas defumadas, traz uma associação por semelhança na harmonização”. 

No caso do espumante, o frescor e acidez elevada, assim como a delicada carbonatação, fazem as vezes da limpeza do paladar, e ainda funcionam melhor em dias quentes do que o tinto. 

Para quem quer cerveja

 Um estilo de cerveja que eu acho que fica interessante é a Witbier, estilo belga à base de maltes de trigo que comumente tem adição de cascas de laranja e sementes de coentro. 

Feijuca com tudo isso! 

Ficou interessado em provar a combinação? Aos sábados, o Mustang Sally serve uma feijoada Tex Mex (que tem até milho cozido e costelinha)! A novidade da casa do Batel também é uma carta de vinhos exclusiva e um Wine Bar. O melhor de tudo? O desconto do Clube! 

Mustang Sally - Batel

Mustang Sally – Batel

Restaurantes

20% em desconto para clientes do Clube