A lendária casa Studio 1250 está ensaiando sua reabertura, que pode acontecer no ano que vem. Mês que vem, inclusive, uma já será realizado um evento que leva a assinatura da casa. No próximo dia 11 de novembro acontece a 4ª Festa de Halloween do Studio 1250 no Spazio Van - o evento tem sido organizado de forma bissexta desde que a casa noturna fechou, no ano 2000.  

A festa terá tudo aquilo que fazia a fama das festas de Dia das Bruxas do velho 1250, como labirintos, túneis com monstros, ponte pênsil e muito eurodance dos anos 1980 e 1990 a cargo do DJ Júlio Reis e de convidados. Tudo com “preços honestos”, uma das marcas da casa.

Reis, que era Dj residente no antigo Studio 1250 e ainda hoje é quem empunha a bandeira da casa, conta que está programado um concurso de passinhos (que eram famosos na época de ouro da casa, que chegava a receber mais de cinco mil pessoas em uma só noite). “Vários grupos das antigas se reuniram e estão ensaiando os passinhos para a competição”, comemora Reis. O concurso será realizado na própria festa de Halloween.

O Dj é o detentor dos direitos sobre o nome do Studio 1250. Ele também está na posse dos trilhos de iluminação e equipamentos de som, que tem se ocupado de reformar.

Casa pode reabrir em 2018

Tudo como parte de um projeto maior: a reabertura do Studio 1250 no ano que vem. “Estamos correndo atrás de um ponto que seja na mesma região da cidade onde a casa funcionava. Não será uma casa do mesmo tamanho porque a noite mudou, mas eu tenho certeza que a casa vai reabrir”, diz.

Júlio conta que está trabalhando com alguns sócios para fazer uma casa noturna de qualidade que atende a toda a exigente legislação atual e faça jus ao nome que o 1250 conquistou no passado. Se tudo der certo, ele espera anunciar o endereço do novo “mil” durante o Encontro Nacional de Dj’s. O grande evento de música eletrônica já está marcado para ocorrer entre os dias 5 e 9 de março de 2018, e deve reunir centenas de colegas do país inteiro em Curitiba.

O encontro terá eventos na rua, uma grande plenária para discutir um projeto de lei que regulamente a profissão no país, uma feira no Canal da Música e, claro, muitas festas. Segundo Reis, o plano é que Curitiba saia do evento com o título de “capital nacional dos Dj’s”. “Será o evento gratuito e inclusivo que trará muita visibilidade e benefícios para Curitiba. A ideia é que a cidade inteira vire uma grande festa”.