Uma boa trama judicial nunca sai de moda - principalmente se o caso é real e mostra a luta de Rob Billot (Mark Ruffalo) contra uma gigante entre as indústrias químicas dos Estados Unidos que durante décadas contaminaram a água de um povoado de West Virginia. Em “O Preço da Verdade - Dark Waters”, Ruffalo dá vida ao advogado, uma espécie de Erin Brockovich da nova geração. Ambas histórias são reais e mostram o trabalho dos advogados na busca de indenizações pelos danos à saúde causados à população. 

>>> Conheça o cachorro-quente invertido que é vendido em Curitiba

O filme é inspirado em uma reportagem do New York Times, que conta a história do trabalho de Billot a frente do impacto ambiental que o depósito de uma substância sintética causou aos moradores e trabalhadores da indústria. 

O advogado acabava de se tornar sócio de um escritório que se dedicava à defesa de indústrias do setor químico quando se depara com o pedido de sua avó para que ouça a história de um fazendeiro que está vendo sua criação de vacas desaparecer depois que elas bebem da água de um riacho próximo ao tratamento de resíduos da fábrica. 

Ao longo dos anos, dezenas de pessoas morreram de câncer e mulheres deram à luz a crianças com deformidades causadas pelos resíduos tóxicos. Billot então troca de lado e passa a atuar (durante muitos anos) ao lado da população na busca por justiça. A luta do advogado testa sua relação familiar com a esposa Sarah (Anne Hathaway), sua carreira, reputação, saúde e sustento. 

Basta saber se todo o sacrifício dará certo. “O Preço da Verdade - Dark Waters” estreia nesta quinta-feira (13) nos principais cinemas da cidade. E em muitos deles você aproveita o desconto de 50% no ingresso do Clube Gazeta do Povo.

LEIA TAMBÉM 

>>> Oscar 2020: confira os filmes que ainda estão em cartaz e têm desconto do Clube

>>> Bolinho italiano: 5 lugares para comer arancini com desconto do Clube