Na manhã do dia 31 de maio de 2017 circulou a última edição impressa diária do jornal Gazeta do Povo. Mais antigo jornal paranaense em circulação – à época com 98 anos – a Gazeta mudou sua estratégia de distribuição de conteúdo. No dia seguinte, o jornal passou a ser predominantemente online.

>>> 4 peças infantis com desconto do Clube para o fim de semana

Durante as 24 horas da produção da última edição, um grupo de 20 alunos do curso de jornalismo da Universidade Positivo filmou todos os eventos que culminaram com a circulação derradeira do jornal impresso diário.

>>> Como visitar a reserva no Litoral do Paraná que é a queridinha dos turistas

O resultado é o documentário Virando a Página que será exibido nesta quarta-feira (29) no Cine Passeio, às 19h, na Sala Valêncio Xavier com entrada gratuita.

Após a exibição, o curador Marden Machado vai coordenar um bate-papo com os professores e jornalistas Katia Brembatti e Felipe Harmata e com o jornalista Leonardo Mendes Jr, ex-diretor de redação da Gazeta do Povo.

“Quando houve o anúncio do fim, pensamos que seria um dia histórico e decidimos filmar tudo. Organizamos as equipes em turnos e acompanhamos até a entrega do último jornal de madrugada”, disse Katia Brembatti.

Editores, repórteres, diagramadores e mais as equipes de expedição e distribuição. Todo o trabalho da última edição diária está registrado no filme.

A frase que dá título ao filme foi dita no depoimento da jornalista Rosy de Sá Cardoso, naquele que foi seu último dia de trabalho. Pioneira do jornalismo no Paraná, Rosy trabalhou quase 70 anos como jornalista e decidiu encerrar a carreira naquele mesmo dia.