O encontro sublimado pela música

MC Tha vem da Cidade Tiradentes, bairro da zona leste da cidade de São Paulo e primeira região a trazer o funk carioca e da baixada santista. Foi por lá que Thais começou a manifestar suas expressões musicais. Não teve formação acadêmica em música, mas desde cedo foi inserida no RAP pelo irmão Douglas e a expressão através da poesia e do olhar cotidiano abordado em versos passam a tomar conta da vida desta jovem - que até então cantava pelos bailes funk da extrema zona leste e atuava no projeto social Fábrica de Cultura. Com 18 anos decidiu que iria cursar jornalismo.  MC Thá afirma em entrevistas que suas músicas são mantras que a fazem sentir bem. Quando está passando por momentos mais desanimados são suas músicas que a ajudam superar, que estimulam e fornecem a força que ela precisa para seguir. "Valente" é a música que que ela leva como conselho. 

Jaime Melo Junior (“Jaloo”) é cantor,  DJ e produtor musical. Representa uma base forte e contemporânea da música independente com vertentes autorais do tecnobrega, do indie pop e indietronica. Jaloo é um artista que coloca tudo de si em cada parte da obra. Seu primeiro álbum, "#1" (StereoMono/SkolMusic/2015), foi composto, tocado, cantado e produzido por ele. A capa do disco e a direção dos videoclipes também são de sua autoria. Começou sua carreira em 2010 e há 7 anos reside em São Paulo, onde ganhou território musical para depois conquistar artisticamente seu estado natal, o Pará. Jaloo tem em suas composições letras que transpassam pelo político, cultural e social. Suas performances artísticas encantam antigas e novas gerações musicais e, recentemente, participou do longa metragem “Paraíso Perdido”, de Monique Gardenberg.

Em setembro, Jaloo lançou "Ft"  um disco colaborativo, de contrastes, de interação e focado nos outros. "Cansei de estar dentro de mim mesmo o tempo todo. Percebi que quanto mais saía da minha cabeça, mais feliz ficava. Quando passei a ouvir o que os outros produtores tinham a dizer, as ideias começaram a fluir melhor" - comentou. Por isso o ponto de partida de seu segundo álbum, não por acaso batizado de "ft", abreviação de "featuring" ("com participação de"), foi ter pelo menos um parceiro para cada faixa com participações especiais em todas as músicas. Em especial, o sucesso "Céu Azul", que gravou com MC Tha. 

Quem irá proporcionar este encontro na capital paranaense é o Festival Saliva, que fará sua 4ª edição nesta data. Os produtores André Gosmma, Carol Scabora e Priscila de Morais comemoram o aniversário de um ano do do Festival presenteando o público com este majestoso evento. Para os idealizadores, fortalecer a música independente e inserir a Curitiba na rota destes artistas é uma satisfação, mesclada com compromisso artístico. O público, reverência e agradece.   

Além do olhar artístico, o Festival Saliva ainda traz mobilizações sociais: "Em cada edição procuramos ligar a compra de ingressos com a doação de utilidades básicas. Já arrecadamos e doamos produtos de higiene feminina e nesta edição estamos solicitando livros para auxiliar na construção de uma biblioteca na Escola Municipal Alvarenga Peixoto, de Almirante Tamandaré-PR", afirma André.

O Festival Saliva será no Bar do Didi- R. Imac. Conceição, 1080 - Rebouças - Curitiba-PR         

 


Comrpas online pelo link.

Como usar o desconto do clube

Desconto de 50% para assinantes do Clube Gazeta na compra de 1 ingresso. 

 

 

Benefício concedido mediante apresentação do cartão de desconto gerado no app do Clube acompanhado de documento de identificação oficial com foto. 

Não cumulativo com outros descontos e promoções.
 

Preços

 » Ingressos

de R$ 30 a R$ 100