O Coletivo Tombado, de Brasília, chega a Curitiba para apresentar o espetáculo PARA MAHAL, nos dias 4 e 5 de maio, às 21h, e 6 de maio, às 19h, no Espaço Fantástico das Artes. A última apresentação, no domingo, conta com intérprete de libras e distribuição de cortesias para as primeiras 20 pessoas com deficiência auditiva que chegarem. 

Inspirada no romance “Tu não te moves de ti”, um conjunto de novelas de Hilda Hilst, a peça é composta por três seções narrativas, aparentemente independentes, que insinuam ter relações entre as partes, mas deixa a ligação dos pontos aberta, a cargo do público. Neste sentido, o espetáculo exige do leitor um papel ativo na atribuição de sentidos e significados - seja de ordem poética, onírica ou física - às provocações do texto.

Sinopse:

A montagem mescla uma série de linguagens: literária, cênica, musical e audiovisual, com projeções, captação e transmissão ao vivo via internet. Neste universo multimídia, as experimentações linguísticas, os novos vocábulos, além das expressões soltas, caracterizam uma luta com as palavras e os sentidos. Os personagens ganham forma a medida em que atravessam questões metafísicas, filosóficas, cotidianas, religiosas e morais.

A primeira sessão apresenta um bem sucedido executivo, Tadeu da Razão, que ocupa um cargo desejado por qualquer pessoa que segue a lógica do capital. No entanto, ao chegar aos 50 anos de vida e 30 de casamento, passa a rever seus valores, a questionar a existência e a vida de aparências que leva ao lado de Rute, sua esposa, que não compreende suas inquietações e sua insatisfação com a vida, com as pessoas e com o ambiente ao redor.

Em seguida a peça relata a trajetória de Maria Matamoros, que vive em um lugar longínquo e pouco habitado. Ela é puro sentido: tato, visão, paladar. Só assim conhece o que vê. No entanto, a vida cheia e plena muda com a chegada de um homem-anjo, nomeado por ela como “Meu”. Ao levar esse pequeno pedaço divino para casa ela se depara com o ciúme e o medo de perdê-lo; começando a desconfiar de sua mãe, Haiága, que com a chegada do homem se embeleza. Assim, Maria experimenta uma relação amorosa cheia de desejos, de sensações e de sentimentos perigosos. Por Matamoros imaginar que está sendo amorosamente traída pela mãe, surge uma tensão destruidora que se arrasta até o desfecho da ação.

Por fim, Azelrod da Proporção é o trem-território movente das especulações do Sr. Axelrod Silva, professor de história política, passageiro e sobrinho de Haiága. Em Axel, a história roda, gira de cima abaixo revelando o ser humano em múltipla dimensão. Assim se revelam as camadas da sua psique, suas relações com o pai, com o divino, com os dogmas, com suas certezas demolidas. São esses questionamentos que dão título ao romance: por mais que ele se mova e que o trem se mova em direção ao seu destino, uma voz sempre lhe diz: “tu não te moves de ti”.

Para Mahal desafia os limites entre realidade e ficção, entre o sonhado e o vivido, entre a verdade e a mentira. O desmantelamento progressivo e sistemático das certezas nos personagens faz emergir outros mundos na prosa hilstiana.

 

 


Espaço Fantástico das Artes
(Alameda Princesa Izabel, 465 - São Francisco)

Como usar o desconto do clube

Desconto 50% para o associado  na compra de  ingressos, disponível válido para associados do Clube Gazeta do Povo.

Desconto concedido mediante apresentação do cartão do Clube Gazeta do Povo ou cartão virtual via aplicativo (saiba mais) acompanhado de documento de identificação oficial com foto. A apresentação do cartão e do documento é obrigatória para todos os associados presentes.

Não cumulativo com outros descontos e promoções.

Preços

R$30 (inteira) e R$15 (meia)