O frontman do Queens of The Stone Age é um dos grandes nomes do rock atual. Dono de grandes riffs de guitarra, ideias inovadoras e colaborações incríveis, o ruivo coleciona grandes hits e performances no palco eletrizantes, além de polêmicas motivadas pela falta de carisma.

Na sexta-feira (02), ele toca na Pedreira Paulo Leminski ao lado do amigo Dave Grohl e sua banda Foo Fighters.

Além de falar pouco com a plateia, costuma manter a pose de durão e faz piadas ácidas e deselegantes. Conhecido por pedir que os fãs que tentam subir no placo se retirem, não age bem ao perceber objetos arremessados em sua direção ou em ser fotografado por um ângulo que não deseja.

Leia também:

Pista premium ou camarote? As diferenças entre setores para show do Foo Fighters e QOTSA

Ainda dá tempo de comprar seu ingresso para o show do Foo Fighters + QOTSA em Curitiba 

No fim do ano, ele se envolveu numa polêmica ao chutar a câmera de uma fotógrafa durante uma apresentação em Los Angeles. Depois, Homme disse que chutou "luzes e equipamentos" e só no dia seguinte soube que tinha atingido a profissional. O cantor, que havia postado um pedido de desculpas no Twitter logo após o incidente, repetiu o feito e se disse um “completo idiota” por sua atitude.

"Na noite passada, no show do Queens of the Stone Age, eu chutei a câmera de uma fotógrafa, a câmera bateu no rosto dela. E só gostaria de pedir desculpas. Eu realmente sinto muito e espero que esteja bem."

"Não tenho nenhuma desculpa ou razão para justificar o que fiz. Fui um completo idiota. Eu realmente sinto muito e espero que você esteja bem. Cometi vários erros na minha vida e esse foi definitivamente um deles."

Em 2014, em St. Petersburg, na Flórida, nos Estados Unidos, durante a música “The Vampyre of Time and Memory”, um rapaz apareceu no palco e logo foi expulso pelo próprio vocalista, que empurrou o intruso de volta à plateia.

“Você não pode ficar aí, cara”, disse ele. “Não faça isso, porque eu irei... Eu não importo se você me ama.” O público, neste momento, já vibrava como se o QOTSA estivesse anunciado um grande hit.

“Eu não sei o que você está querendo fazer. Você tem muita sorte de eu não quebrá-lo, cara. Eu estou aqui para tocar para vocês”, continuou Homme, que ainda xingou o fã.

No Rock in Rio Lisboa, em 2014, o problema era um fã mostrando o dedo do meio:

“Esse cara está me mostrando o dedo do meio. É só porque eu comi a namorada dele. Você é tão idiota. Eu já comi a bunda da namorada dele… ah, pera, era sua mãe?”

Em 2008, no Norwegian Wood, em Oslo, outro xingamento...

“Se você jogar algo em mim, não estou tão doente que não possa ir até aí para te dar umas porradas. Posso estar com febre e vomitando há três dias mas ainda consigo comer sua bunda na frente dos seus amigos.”