Voz, violão e um repertório de composições próprias que conquistou fãs fervorosos. Pela quarta vez em Curitiba, Cícero precisou abrir sessão extra de seu show intimista, programado inicialmente para única apresentação no dia 26 de setembro, quarta, às 20h30, no Paiol. E a divulgação foi só no boca-a-boca - mais precisamente no “tecla-a-tecla”, já que a única ferramenta usada para divulgar o show foi a publicação do evento nas redes sociais.

O carioca Cícero Rosa Lins, ou simplesmente Cícero (ou Ciço), não é lá muito conhecido do grande público, mas conta com mais de dez anos de uma carreira sólida e frutífera (com quatro álbuns lançados) que conquistou os ouvidos atentos aos artistas do cenário alternativo - que por sua vez, cada vez mais leva ao mainstream nomes de uma MPB jovem e ativa online, como os cantores Jaloo, Jão e Silva - que gravou recentemente o hit ‘Fica tudo bem’, parceria com Anitta.

Música feita em casa
Cícero começou no caminho da música com a banda de indie rock Alice, com a qual gravou dois álbuns, mas foi depois de 2011 que alcançou o reconhecimento do cenário alternativo, ao lançar o álbum Canções de Apartamento - o qual produziu, gravou e tocou os instrumentos, tudo na própria residência. O segundo disco da carreira solo também foi feito assim. Depois de ganhar dois prêmios Multishow, lançou Sábado, em 2013. Dessa vez, com participação de nomes como Marcelo Camelo, Silva e Mahmundi.

>>> Silva faz show em Curitiba em outubro

De lá para cá, mais dois álbuns lançados - A Praia e Cícero & Albatroz - o último pela Sony Music em parceria com a banda Albatroz, pouco mudou: Cícero não é um sucesso estrondoso como Anitta, pode ser que a sua mãe nunca tenha ouvido falar dele (talvez nem você), mas de seu banquinho e violão, com voz doce e sem muito barulho, Cícero tem cativado um público fiel.

Os ingressos para o show extra no Teatro Paiol ainda não estão à venda, mas as informações sobre nova sessão serão divulgada em breve na página do evento.