É no coração da Cidade Industrial (CIC), a dois quilômetros do Terminal Caiuá, que fica o Parque dos Tropeiros, com uma extensa área verde à disposição dos curitibanos. Criado em 1994, o parque é uma homenagem à história dos tropeiros gaúchos que passavam pelo Paraná, guiando gado e abrindo caminhos na cidade.

A princípio, o espaço foi construído para a realização de rodeios, mas hoje a prática não acontece mais na cidade. O parque, com 173.474 m², é usado para caminhadas, passeios e outras atividades em família, além de apresentações folclóricas que visam divulgar as tradições gaúchas em Curitiba.

Família Simone e Wanderley Figenio. Foto: Neto Souza

A  família de Simone e Wanderley Figenio mora no CIC há dez anos, mas visitou o Parque dos Tropeiros pela primeira vez neste sábado (9). “Acho que esse é o único parque de Curitiba que ainda não conhecíamos”, conta Simone. “É lindo e limpo, mas meio vazio”. Os filhos Giovana e Giovani aproveitaram o dia de sol para trazer as bicicletas e se divertir no parque. 

Foto: Neto Soluza. 

Segundo a empresária Eliane Amaral, o parque fica mais cheio de manhã cedo, por volta das 8h. “Muita gente vem caminhar de manhãzinha. Eu venho esse horário ou no fim da tarde”, ela diz, acompanhada do serelepe cãozinho John. Outro dia mais disputado é o domingo, mas em geral o parque nunca está lotado.

>>> Pertinho de Curitiba, estância de água mineral oferece lazer e tranquilidade

É o que conta a guarda municipal Simone de Fátima Lima: “As pessoas conhecem o Passaúna, o Barigüi, mas não vêm muito aqui. Só quando tem evento”. No fim de 2018, uma competição de carrinhos de rolimã no parque animou o bairro, por exemplo. 

É possível chegar no Parque dos Tropeiros de ônibus, com Ligeirinho Fazendinha (Terminal Guadalupe), Convencional Fazendinha (Praça Rui Barbosa), Alimentador Vila Marisa (Terminal Fazendinha) e Alimentador Caiuá (Terminal Fazendinha).

>>> Caminhada em colônia polonesa é um passeio espetacular pela história

O parque fica aberto sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h. Segundo a Prefeitura de Curitiba, o parque beneficia 15 mil pessoas.