No funil da Copa do Mundo, sobraram apenas 8 países. No final da tarde de sábado serão apenas quatro. Ainda há tempo, portanto, para sentir o gostinho de cada uma das párias que seguem vivas no mundial de futebol, por meio de algumas comidas típicas, lugares temáticos e referências históricas que encontramos em alguns bares e restaurantes de Curitiba. Veja abaixo a lista que o Guia Gazeta do Povo + Clube preparou com os duelos entre as seleções gastronômica. Escolha o seu favorito.

Uruguai X França

São do Uruguai os melhores doces de leite do mundo e se há algo que une a nação oriental do rio da Prata é o habito de tomar mate todos os dias. Os charruas da dupla Cavani e Suarez viajaram com 180 quilos da erva para a Russia. Mas, no fundo, a pátria da celeste olímpica, é famosa pelos mais nobres cortes de carne do mundo como a picanha angus da Churrascaria do Erwin. Trata-se de uma porção de cinco fatias de carne guarnecidas de arroz, maionese e saladas verde, de cebola e de tomate (R$ 139).

Vive la France... com vinho, boa comida e romance. A terra do jovem craque Mbappè, algoz recente do Brasil no futebol, é um dos grandes campeões no mundial da gastronomia. Em Curitiba, há uma série de restaurantes com especialidade francesa. Um dos mais representativos é o recém inaugurado Bistrô Romantico by chef David da Nega, chef francês David Eddy Louis que resolveu voltar ao seu ponto inicial, na Rua Schiller, e dar uma sossegada depois de momentos agitados. Saiba mais aqui. Peça um magret de pato grelhado e fatiado (R$ 79).

Brasil x Belgica

A seleção brasileira é a “pátria de chuteiras”.  E o Brasil é a pátria dos botecos. Se precisássemos mandar um representante local para uma seleção brasileira de botecos, certamente o Maneko’s Bar seria um dos convocados. Tem tudo o que um grande boteco deve ter: garçons de gravata borboleta, clientes fiéis, chopes bem tirados e quitutes e pratos inenarráveis a preços honesto. Sexta-feira, antes do Brasil entrar em campo, a pedida é o tradicional Bife a Rolê ou uma tradicional dobradinha.

Chegamos á Bélgica, terra de Tin-tin, de Romelo Lukaku e dos melhores chocolates do mundo. Principalmente, o lar das mais tradicionais e renomadas cervejas que se pode beber. Em Curitiba, no bairro do Juvevê, o Monde Hop Beer é o lugar indicado se você curte as belgas. São mais de 200 rótulos e outras vinte torneiras de chopes que combinam com petiscos variados.

Croácia X Russia

A seleção do pequeno e belo país do craque Modricc enverga um uniforme que lembra uma toalha de cantina italiana e guarda outra semelhança com o pais que está do lado oposto no mar adriático. Ainda que sem a mesma fama dos italianos, a Croácia é uma grande produtora de vinhos – não tão fáceis de achar e muitos também difíceis de pagar. Mas em Curitiba é possível comprar um bom vinho croata na Decanter Enoteca Curitiba. Uma garrafa do Plava Mali (uva tinta típica da Croácia) sai por R$ 491.   

“A terra é azul”, disse o cosmonauta russo Yuri Gagarin, o primeiro a viajar na orbita terrestre em 1961. Esta visão do astronauta está reproduzida nos mais de 220 globos de espelho pendurados no teto do Soviet, em um painel que mostra a Terra vista de cima. O bar aberto em 2007, passou por uma reforma no ano passado, m novo bar focado em drinks (que fica no mezanino), novos camarotes, nova cabine para o DJ, fumódromo repaginado. No cardápio os destaques seguem sendo as vodcas russas, com muitos rótulos que você só encontra lá.

Inglaterra X Suécia

Com referências aos Beatles e a família real, o Abbey Road é um pub com inspiração inglesa. Nele, são servidos sanduíches, petiscos e chopes artesanais. Os clientes podem curtir o ambiente ao ar livre, com bancos que ficam na calçada, ou se sentar na parte inteira, onde também são transmitidas diversas partidas esportivas. Os preços são variados. O pão com bolinho, um dos mais pedidos da casa, custa R$ 9,90. O preço dos chopes começa em R$ 8 para copos de 550 ml.

A cervejaria Asgard foi inaugurada em 1997, e fez história com seu bar de temática Viking, com quadros, flâmulas e capacetes que fechou há dez anos. Em seu lugar há hoje o Bar da Fábricamenor e sem tematização, mas com a marca Asgard e principalmente o Chope Artesanal Asgard Viking Pilsen, carro-chefe da marca para brindar a uma vitória dos suecos