Quando o VU Bar “reabrir” as portas nesta quinta (4) a partir das 22h, até os clientes habituais devem ficar surpresos. Uma das baladas mais concorridas da cidade, conseguiu mudar de cara sem fechar as portas.

A partir desta quinta-feira (4) o VU passa a ter duas pistas de danças e mais espaço para o público. “O porãozinho não é só mais um porão”, explica Zé Carlos, um dos sócios do VU.

>>>  Festival Bom Gourmet começa nesta sexta em 58 restaurantes 

No projeto dos arquitetos Rafael Dal-Ri e Ana Carolina Mazzarotto, do escritório AMR Arquitetura – os mesmos responsáveis pela reforma do James Bar – uma nova pista de dança foi aberta no andar térreo da casa, que passa a fazer parte da balada.

Para ligar este novo espaço com o subsolo, o “porãozinho”, uma segunda escada foi construída nos fundos da casa para melhorar o fluxo entre as duas pistas. “Gosto desta escada e do visual industrial, o pé-direito alto e estas luminárias”, disse Zé Carlos.   

Esta nova fase do VU começa com três festas de inauguração para o público geral. Serão 4 horas de open e double a noite toda.

Para Márcio Reinecken, outro sócio da casa, a proposta é que durante as festas que rolarem no formato “Two Dancefloor”, sempre tenha algo diferente em cada uma das pistas.  “A ideia é que no futuro cada pista possa ter um tipo de som diferente, dá para inventar um monte de coisas”, disse.  A partir da próxima semana, nas terças e quartas-feiras só a pista do térreo será aberta.