Agosto de 2000. O submarino nuclear da marinha russa Kursk é naufragado durante um exercício nas águas do mar de Barents. Um desastre que é seguido por uma negligência acentuada do governo internacional que reúne olhares de todo mundo. Enquanto 23 marinheiros lutam para sobreviver presos dentro do submarino, suas famílias enfrentam desesperadamente os obstáculos políticos e a baixa probabilidade de resgatá-los.