A peça Outros, do Grupo Galpão, estreia no Festival de Curitiba no dia 29 de março (sexta), às 21h no Teatro da Reitoria. O espetáculo trata do momento que o mundo vive e das questões que complicam os problemas do mundo. Os ingressos, à venda nas bilheterias físicas e também pela internet, partem de R$ 35.

Confira abaixo a programação do dia 29

Mostra principal

Às 19h no SESC da Esquina
Peça para Adultos Feita por Crianças, com Davi Hamer, Felipe Bisetto, Joana Arantes, Michel Felberg e Vitória Reich, direção de Elisa Ohtake
Peça feita por cinco crianças aventureiras para uma plateia de adultos. Elas atuam, dançam, vivem, mergulham em Hamlet, no transumano, no além do humano, inventam brincadeiras para adultos contra a chatice, contra o antropocentrismo, contra a morte em vida. Inventam cosmobrincadeiras porque querem cosmopolítica. A diretora olhou para as crianças shakespearianamente para criar a peça. O texto foi escrito junto com as crianças, que pensam e atuam a partir da condição singular de cada uma. Existem âmbitos de Hamlet, obviamente, que crianças não entendem ainda. Por isso a participação de Pereio, grande ator aparentemente oposto ao mundo infantil, é crucial.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Às 21h no Teatro da Reitoria
Outros, com Eduardo Moreira, Inês Peixoto e Paulo André, direção de Marcio Abreu
Outros traduz as inquietações resultantes do segundo encontro do diretor Marcio Abreu com o Grupo Galpão. Trata do momento em que vivemos e de questões que o tornam não mais viável. É sobre a construção da memória e o impacto do agora no porvir. Sobre a necessidade de ruptura com pensamentos arraigados que já não devem nos representar. A instabilidade do momento transborda e vai além do que a palavra dá conta de expressar, reverberando nos corpos inquietações, possibilidades e impossibilidades do hoje.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)
Logo depois da sessão, acontece um debate com o elenco e os críticos e pesquisadores Francisco Mallmann, Henrique Saidel, Luciana Romagnolli e Soraya Martins

Às 21h no Teatro Guaíra
Recital da Onça, com Regina Casé, direção de Estevão Ciavatta e Hamilton Vaz Pereira
Solo que marca a volta de Regina Casé aos palcos teatrais depois de mais de 25 anos. Sua personagem recebeu convite de Harvard para inventar um novo formato pop para palestras sobre literatura brasileira para estudantes estrangeiros. Ela precisa ensaiar suas propostas antes da viagem, a partir de textos de nossos grandes autores. "Recital da Onça" é esse "ensaio". A plateia tem a tarefa de ajudá-la a escolher os textos mais adequados para essa missão e a enfrentar seu pavor de aeroportos, da imigração americana e do frio congelante do inverno em Harvard.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Mostras convidadas

Às 15h no Teatro da Caixa Cultural
Homem ao Vento (Mostra Stavis-Damaceno), com Rosana Stavis, Bruna Spínola e Bruno Anacleto, direção de Marcos Damaceno
A mais recente montagem da Stavis-Damaceno coloca o espectador em uma sala de ensaios. No espaço, nove atores tentam entender e dar andamento aos preparativos de uma peça melancolicamente cômica, repleta de confusões e perturbações próprias da mente do homem contemporâneo.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30 (R$ 15 meia entrada)

Às 19h no Teatro da Caixa Cultural
Árvores Abatidas ou Para Luis Melo (Mostra Stavis-Damaceno), com Rosana Stavis, direção de Marcos Damaceno
Uma mulher que em um jantar artístico, em homenagem ao famoso ator do Teatro Nacional, percebe que está, na verdade, em uma reunião de talentos medíocres. Arrependida de ter aceitado o convite, e enquanto espera o famoso ator, que nunca chega, ela reflete sobre sua vida e o meio que a cerca, sob a lembrança de uma grande amiga de todos enterrada naquele mesmo dia.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30 (R$ 15 meia entrada)

Interlocuções

Das 9h às 13h no SESC Paço da Liberdade
Bate Papo com Ariane Mnouchkine (Théâtre du Soleil), palestra com Ariane Mnouchkine
A proposta do evento é conhecer o trabalho de Ariane Mnouchkine e do Théâtre du Soleil, a companhia de teatro (e cinema) francesa que se mantém em atividade permanente há 55 anos em Paris. Será interessante observar quais são as ferramentas essenciais dos processos de criação da companhia, em relação à dramaturgia, à criação coletiva e à encenação. A exibição do filme irá disparar um Bate-papo com Ariane Mnouchkine sobre sua trajetória e a obra do Théâtre du Soleil, incluindo a sua pesquisa estética, o interculturalismo e o ativismo social em cada projeto da companhia, além do atual espetáculo As Comadres, a primeira incursão da diretora em um projeto fora da sua companhia.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h no SESC Paço da Liberdade
Visite o Paço da Liberdade
Visita guiada ao Paço da Liberdade conhecendo sua história, importância patrimonial, cultural e curiosidades sobre um dos prédios mais importante da cidade de Curitiba.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Das 10h às 17h na Plataforma Flex
Oficina Permanente — Como Falar sobre Performance
A Oficina Permanente: Como falar sobre Performance? é uma plataforma contínua para estudos da ação. O programa tem caráter prático e neste módulo inaugura abordagens sobre o ato de registro de performances, estabelecendo a base de simultaneidades que é própria de cada prática, a da performance e a do ato do seu registro. Assim sendo, os participantes da oficina de registro de performance participam também do laboratório de práticas de performance que é de onde surge o vocabulário que será articulado ao longo do trabalho.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Gratuito

Das 14h às 20h30 na Galeria Ponto de Fuga
Exposição Rastro — Não Sei Por Onde ir mas o Meu Corpo Sabe
A exposição com curadoria de Margit Leisner e Erica Storer é construída com base em registros de performances. Fotografias, vídeos, textos, publicações e relíquias que formalizam a ação de onde surge a imagem. Mais do que apresentar registros para um recorte temporal ou histórico da performance arte, o que se pretende é apresentar imagens do corpo no contexto da ação. Em que medida é possível uma equivalência: entre uma performance realizada e a imagem propagada para além daquele instante? Fotógrafos, artistas, críticos de artes e o público são todos protagonistas das narrativas que servem de referência para uma história da performance. A exposição oferece pistas e possibilidades de enquadramento da live art para além do tempo presente.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Das 14h30 às 17h30 na Casa Hoffmann
Partilha de Arquivos — Uma das Atividades da Residência Ciasenhas no Festival de Curitiba, com integrantes da Ciasenhas e artistas convidados
“Partilha de Arquivos” é uma ação entre artistas interessadas/os em somar e multiplicar. As/os participantes trazem para o encontro um arquivo portátil de referências que consideram inspiradoras e, por isso, precisam ser compartilhadas. Em telefones, pendrives, cadernos, bolsas, trazem imagens, narrativas, fragmentos de trabalhos de artistas, ativistas, pensadoras/es. Nossas fontes de inspiração, referências queridas, são o motivo e o meio deste encontro em duas tardes. No 1º dia: Cia. e Eleonora Fabião apresentam arquivos. No 2º dia: todas/os trazemos nossas matérias.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: Gratuito (oito vagas disponíveis)

Às 15h na Companhia Brasileira de Teatro
Palestras Documentadas, palestra com Grupo Galpão, mediação de Ruy Filho
Conversas são formas especiais de encontro. Quando com artistas, servem também à ampliação do convívio com suas artes. Por serem Palestras Documentadas, buscam superar as falas sobre espetáculos específicos e aproximar os interesses e inquietações que levam os artistas a criarem. São essas conversas, portanto, encontros únicos, especiais com ideias e visões de mundo. Encontros sobre o como reconhecem o agora, ao tempo em que observam as possibilidades de futuros à arte, cultura, indivíduo, sociedade e a todos nós.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 18h30 na Casa Quatro Ventos
A Situação (ou: Como ia Dizendo), palestra com André Lepecki
Em qualquer situação emergem sempre singularidades que dela escapam. Em qualquer situação, interessa ir dizendo, perseverar, persistir. Em qualquer situação, o que pensamos ser novo, já aconteceu. Em qualquer situação, o passado nos dá um mapa que nos ajuda a sair dos trilhos. Em qualquer situação, tem um fazer que a desfaz. Em qualquer situação, redescobrir como viver. Em qualquer situação, pensar juntos a “atual situação.” Nesta fala, nesta situação, no dia 29 de Março, na Casa Quatro Ventos, proponho repensar junto o que seria uma coreopolítica atual para as artes do corpo, no momento em que estas se tornam alvo privilegiado daqueles que tentam impor o fim da política e o fim da arte, ou seja: o fim do exercício constante da liberdade, como Hanna Arendt definiu política, e o fim do exercício experimental da liberdade, como Mário Pedrosa definiu arte.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Gratuito

Fringe

Às 9h30 no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Produção de Narrativas Dramatúrgicas (Mostra Ceca Guido Viaro), direção de Marcelo Cabarrão
Técnicas de elaboração de monólogos cênicos a partir de narrativas pessoais, memórias e demandas sociais.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: Gratuito

Às 10h na Praça Rui Barbosa
O Cravo e a Rosa — Uma Nova Canção, com Fer Rodrigues, Francielly Veiga e Heriveuto Souza
Já ouviu dizer que em briga de marido e mulher ninguém mete a colher? Tudo conversa furada! O Cravo e a Rosa já cansaram de tanta briga e precisam de uma ajudinha para mudar essa história. Que tal nos ajudar a mudar essa canção? A peça traz a cultura do pé vermelho em suas músicas, poesias e cenas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h no Memorial de Curitiba
A Princesa Gaia (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com João Valadares Leonardo Horta, Marina Galeri, Paulinho do Boi, Piera Rodrigues, Raysner de Paula e Thaiane Guimarães, direção de Izabela Oliveira
Uma peça lúdica e divertida que aponta questões importantes sobre a relação entre o homem e o planeta buscando conscientizar nossos pequenos cidadãos. Conta a história da Terra quando era ainda uma jovem princesa que de tanto insistir ganha a permissão de se casar.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Às 10h, às 15h, às 18h e às 22h no Memorial de Curitiba
Kitutu Gourmet (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com a chefe de cozinha Kelma Zenaide
Kitutu significa comida saborosa. Kelma Zenaide idealiza a partir de inspirações ancestrais que entrelaçam culinária afro-brasileira e a resistência de mulheres negras.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h na Casa do Contador de Histórias
O Grilo e o Vagalume (Fringe Infantil), com Day Willain, João Mendes e Nic Nilson, direção de João Mendes
Dois insetos que vivem num jardim. Brincam e brigam como qualquer amigo. Um dia, o Grilo, cheio de egoísmo, expulsa o Vagalume, pensando que é o maior e o melhor. Depois de um tempo sozinho ele percebe a solidão e descobre que amizade é como o ar que respiramos e chama o amigo de volta.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 10h no Bondinho da Leitura (Rua XV de Novembro)
Laia e o Voo da Imaginação (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Júlia Barnabé
Laia é uma criança fascinada por pássaros e pintura. Ela desperta em seu quarto e apresenta o mundo fantástico de seus brinquedos. Quando pinta no papel um pôr do sol com gaivotas planando ao redor, ela mesma se torna capaz de voar. Em meio aos seus devaneios, interage com o público.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 10h30 na Praça General Osório
Estapafúrdio, com Charles Augusto, Paulo Thiago, Silvana Rocha e Vera Lucia Farias, direção de Marcio Libar
Mambembear. Aí está a essência do artista. Levar sua arte a qualquer lugar onde alguém esteja disposto a apreciá-la. Pacacoenco, na companhia da sua amiga Jaguaruna, desbrava o interior da geografia mundial e do coração humano. Na bagagem vão seus truques, sua casa e seu amor.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 28

Às 11h no Teatro Cleon Jacques
Minha Morte, com Angelica Joppert, Larissa Zimmermann e Lisandra Dantas, direção de Thiago Andrade
Em um apartamento sem janelas, Jonas decide morrer. Mas logo é surpreendido pela visita de sua irmã que revela que o seu pai tem poucas horas de vida. Então, Jonas terá de escolher entre suas vontades ou não decepcionar a quem ama.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 20

Às 11h na Praça Santos Andrade
Rita e Pipa, com Rafael Back, Carol Oliveira e Vânia Santos
“Rita e a Pipa” conta a história de João Cabrabão e sua filha, Rita Cabrita. Desiludida, a menina resolve não ter mais nenhum tipo de sentimento por medo de sofrer. O pai tem uma ideia que poderá ajudar a filha a lidar com esses sentimentos e começa a partir daí uma emocionante jornada.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 11h e às 20h na SEEC
Romeu e Julieta (Fringe Infantil), com Bia Martarello, Bruno Léo e Claudio Mingardo, direção de Ronaldo Marin
Piro encontra um livro mágico que transporta todos para dentro de suas histórias. O trio viaja por contos de fadas e clássicos da literatura até que embarcam em uma viagem em que vivem uma aventura circense e divertida, apresentando a história de Romeu e Julieta para as crianças com muita música e fantasia.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Ao meio-dia no Cavalo Babão
O Coco que Vira Cocada, Vira Roda, com Angel Beatriz, Cintia Travassos, Jennyfer Alves, Luciana Ezarani e Mariana Jacó
Performance de Cultura Popular que mostra, com literatura de cordel e coco de roda, a riqueza cultural do Nordeste, passando pela música, tradições, dança e a culinária. E o coco seja na culinária, na música ou na dança, traz alegria e muita diversão!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Ao meio-dia no Auditório Antonio Carlos Kraide
O Expresso Polar, com Alexandre Faria, Aline Gonçalves e Claudio Avelar, direção de Alexandre Faria
Adaptação da animação de mesmo nome, a peça retrata uma menina cheia de dúvidas que pega uma extraordinária carona para o Polo Norte, embarcando em uma jornada de autodescobrimento que mostra que a maravilha da vida nunca desaparece para aqueles que acreditam na magia do espírito de natal.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Ao meio-dia no Bondinho da Leitura (Boca Maldita)
Callejeros (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Gabriel Calderón
A magia inesperada do encontro entre o artista, seus títeres e o público. O ritual do elo, da reflexão, a essência que move. A intervenção nas ruas do mundo: o singelo e a surpresa!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 13h na Praça Tiradentes
A Estória do Homem que Vendeu sua Alma ao Diabo e Quase Perdeu o seu Amor, com Edmar da Silva, Eliane Correia e Jacimar Henrique, direção de Carlos Ola
Severo, pobre e apaixonado pela donzela Felícia, filha do rico, interesseiro e preconceituoso coronel, tenta pedir a mão da "bonequinha de milho" em casamento, mas é recebido à bala, porque o coronel prefere a filha freira a ser casada com um “Zé Ninguém” (apelido dado pelo coronel a Severo).
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 13h30 na Praça Rui Barbosa
A Maravilhosa História do Sapo Tarô Bequê, com Cleverson Modesto, Duílio de Pol e Igor Bleggi, direção de Adriana Sottomaior
Tarô Bequê é um sapo que sonha em virar gente. Para realizar seu desejo ele conta com a ajuda de Nho Focur, o pai do mato. Tarô Bequê não imaginava que a vida de homem seria repleta de desafios.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h no Teatro Cleon Jacques
Meros Mortais, com Arthur Augustus, Celine Liris, Elton Meduna, Juliana Beatriz, Maria Delurdes Meduna Rodrigues e Thiago Pereira, direção de Elton Meduna
Trabalho autoral e terceiro espetáculo da Cia.Teatral Pathos tem como principal tema o ser humano ao tratar de questões sobre o individualismo, soberba e ganância. Contrapondo a tudo isso, fala também sobre resistência, esperança, luta e dignidade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Uma Trupe no País das Maravilhas (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Allana Cristina, Bianca Sayuri e Elisa Chacon, direção de Andreia Frag
Um grupo de atores mambembes chega à cidade e inicia o espetáculo: uma adaptação do clássico de Lewis Carroll que conta a história de Alice, uma menina curiosa e inteligente que cansada do seu mundo monótono e livros sem gravuras segue um curioso coelho e acaba caindo no “País das Maravilhas”.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 14h na SEEC
O Mágico de Oz (Fringe Infantil), com Caroline Grechi, Flavia Nishimoto e Gabriela Chierintin
Dorothy é levada para a terra mágica de Oz quando um ciclone passa pela fazenda de seus tios no Kansas. Ela viaja em direção à Cidade Esmeralda para encontrar o Mágico de Oz e no caminho encontra um Espantalho, que precisa de um cérebro, um Homem de Lata sem um coração e um Leão Covarde.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 14h no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Conceitos de Ki e Consciência Corporal no Teatro (Mostra Ceca Guido Viaro), direção de Felipe Quadra
Oficina teórica e prática que visa estabelecer os primeiros contatos com a ideia e a percepção do KI que permeia nosso corpo. A oficina propõe compartilhar um pouco da vivência e dos jogos teatrais do grupo Sétima Cena, que utiliza este conceito para aprimorar as experiências cênicas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h no Teatro Universitário de Curitiba
Fracassei em Dar um Título para Este Trabalho (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Francisco Mallmann, Semy Monastier e Luciano Faccini
Através da dança e do fracasso em conjunto se cria a empatia entre espectador e corpo em movimento. Dançar não é fácil. Expor-se, menos ainda. Com a fragilidade em foco é possível acompanhar o percurso da artista que falha, falha de novo e falha melhor, por ser sua realidade subjetiva e afetiva.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 15h no Auditório Antonio Carlos Kraide
Aterra, com Gabriela Santos, Gabriele Christine, Mariana Montezel e Renan Bonito, direção de Adelvane Néia
Inspirada pela cidade de Jacarezinho, no Paraná, entre 1920 e 1950, a peça narra a vida de um homem simples, caipira, tendo como conflito os seus “aterramentos”. A trilha sonora original, inspirada na espacialização do som, auxilia nossa viagem a esta delicada e emocionante poesia documental.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 20

Às 15h na Praça Santos Andrade
Acorda, Serafim!, com Aline Chella e Edmundo Cezar
Encenação que apresenta uma provocação a respeito de possibilidades preventivas do suicídio, mantendo uma abordagem com leveza e criatividade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 15h na UPE
Às Cores do Ator, com Paulo Fermiano, Rafael Garcez e Tarlia Laranjeira
A palestra e os exercícios versam sobre a inclusão de todos com processos criativos para a preparação do ator (e não ator). O corpo através de exercícios teatrais tendo como foco a comédia Dell Arte. O objetivo e provocar a confiança, auto-estima, memória, concentração também como caminho para o teatro como inclusão social.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 10

Às 15h na Ave Lola
Não Contém Glúten, com Pablito Kucarz, Helena de Jorge Portela e Sérgio Roveri, direção de Rodrigo Ferrarini e Assis Benevenut
Sábado à noite. O casal Sue e Michael recebe em seu apartamento Dorothy e Henry, amigos de longa data. Diante dos visitantes, que parecem desfrutar de uma realidade idílica, os donos da casa são obrigados a encarar a insignificância do seu dia a dia e seu relacionamento desgastado.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 15h no Miniauditório do Guaíra
Terra de Cego, com Amanda Brigano, Ariane Morastico e Caio Frankiu, direção de André Meirelles
Uma ilha remota e quase inacessível em que todas as pessoas são cegas. Não sabem o que é “ver”. Não sabem que são “cegas”. Estão convencidas que a ilha é o mundo inteiro. Um forasteiro com “visão” é arremessado às areias por um naufrágio e descobre que, afinal de contas, quem tem um olho não é rei.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: Gratuito

Às 15h na Casa do Damaceno
Poéticas de Terra e Céu, com Danilo Gomes Neiva e Murilo de Andrade
Vem o menino-homem contar suas estórias inventadas: estórias que fazem parte dos nós que nos fazem ser, das terras que pisou, dos ares e céus que bebeu e que no seu rosto tocaram. Aventuras e desventuras de uma infância criança que diante dos olhos da imaginação e da invenção saltam e ganham vida.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 15h no Teatro Novelas Curitibanas
Work in Progress Cia Téssera (Cambutadefedapada), com Gabrielle Vasconcelos, Helen de Aguiar e Juliana Virtuoso
Mostra Work in progress e bate papo. Serão apresentados dois solos, ambos em processo de construção, seguidos de bate papo sobre possibilidades de criação em dança moderna. As coreografias, ambas de Helen de Aguiar, serão interpretadas pelas bailarinas Juliana Virtuoso e Gabrielle Vasconcelos.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 15h no Memorial de Curitiba
Amor (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Izabela Oliveira, Leonardo Horta, Piera Rodrigues, Rogério Alves e Valquíria Corrêa, direção de João Valadares
Misturando o moderno e o tradicional, beats eletrônicos com violão de nylon, a Dois ou Um apresenta um show com enfoque em seu novo disco, Sex on the Beat, além de releituras de seus antigos trabalhos.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30

Às 15h30 no Basement Cultural
Terceiro Dia, com Conceição Rios, Maria Fernanda Gurgel, Márcio Azevedo e Rafael Carretero
Itabira, 1918. É imposto ao jovem Carlos Drummond de Andrade, aos 14 anos, por seus pais severos e abastados, que termine seus estudos num tradicional colégio interno em Nova Friburgo (RJ). Nos dois anos seguintes Drummond conhece a dor da solidão, os dissabores da perda.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 15

Às 16h no Bondinho da Leitura (Rua XV de Novembro)
Greg e Sua Gang (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Greg Bassani
Espetáculo criado a partir do espetáculo Ritmundo (2014), do Grupo Teatral Auto-Peças, para o teatro de rua, com bonecos de manipulação direta, fantoches e fios manipulados por Greg Bassani, que oferece uma brincadeira de músicas e danças.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 16h na frente da Catedral Metropolitana de Curitiba
O Mundo é um Palco, com Bia Martarello, Claudio Mingardo e Fernando Dias, direção de Ronaldo Marin
Um convite ao mergulho no universo de Shakespeare! Trechos das peças do bardo, suas comédias, tragédias e dramas históricos são apresentados por bufões que guiam o entendimento das cenas e apresentam caraterísticas da obra e curiosidades sobre a vida do autor. Shakespeare para todos!
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: Gratuito

Às 16h no Sesi Portão
Laia e o Voo da Imaginação (Mostra Cena Criança)
Laia é uma criança fascinada por pássaros e pintura. Ela desperta em seu quarto e nos apresenta o mundo fantástico de seus brinquedos. Entre marionete e marionetista há um delicado jogo de cumplicidade e afeto, é uma narrativa imagética sem o uso da palavra que fala sobre a fusão entre o real e o imaginário no universo infantil. Dois músicos surpreendentes encantam o público. A magia inesperada do encontro entre o artista, seus títeres e o público. O ritual do elo, da reflexão, a essência que move. A intervenção nas ruas do mundo: o singelo e a surpresa!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 16h30 na Praça Rui Barbosa
A Mulher Árvore, com Amanda Cardoso, Amanda Maia e Daniel Moreno
A Mulher Árvore é um espetáculo curto de formas animadas, encenado em um teatro lambe-lambe, também conhecido como o menor teatro do mundo. A proposta é dialogar com a arte contemporânea feminista em uma produção sutil, provocativa e acessível para todas as idades.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 17h no Teuni
Antígona e Agora, com Adão Vieira de Faria, Bárbara Ayona e Camile Gracien
Um diálogo metonímico e inacabado entre mulheres, extremamente cômico e recheado de auto referências, joga com o fantasma do mito inexorável de Antígona, a consciência individual; com o poder do Estado; com a obrigação ou não de se aceitar as leis e com a própria existência de uma Lei natural.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 17h na Praça Vila Santa Terezinha (Almirante Tamandaré)
Brasil, de Verso e Prosa, com Luciana Ezarani, Angel Beatriz e Cintia Travassos, direção de Luciana Ezarani
O Brasil e as suas regiões contadas em versos dos poetas mais importantes da nação e em prosa com textos de grandes autores nacionais. Um Brasil de poesia, contos e encantos.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 17h na SEEC
Que Meleca! Sumiram as Letras da Biblioteca! (Fringe Infantil), com André Bonin, Carol Amparo, Giovanna Machado, Luciano Lima, Sérgio Nunes e Thamires Amaral, direção de Carol Amparo
Um grande mistério tomou conta da cidade de Paralelogramolândia. Todas as letras, de todos os livros, desapareceram! Três corajosas crianças se unem a uma empolgada viajante e uma amável bibliotecária para trazer a literatura de volta à cidade. Entre danças e poesias a aventura acontece com magia!
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 12

Às 17h no Teatro Cleon Jacques
Ensaio da Obra Cartas de um Diabo ao Seu Aprendiz — CS Lewis, com Ana Tais, Dan Castro e Isadora Ramos, direção de Valquiria Rumor
Tentar e ser tentado. O célebre escritor CS Lewis escreve cartas sob a perspectiva de um demônio ardiloso que quer levá-lo ao inferno. Irônica, ousada e comovente, a obra usa a comédia e o drama para mergulhar nos sentimentos e agonia de Lewis, além de refletir sobre a parte mais obscura do ser humano: a tentação.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 30

Às 17h no Bebedouro do Largo da Ordem
Toca Raul, com Duílio De Pol, Igor Bleggi, João Mauro Cruz, Raul Santiago e Simone Klein, direção de Adriana Sottomaior
O projeto leva para as ruas de Curitiba uma reflexão por meio das músicas e pensamentos de Raul Seixas. Construído a partir de entrevistas e escritos do Raulzito, o texto possui narrativa em forma de discursos, poesias e, claro, músicas ao vivo.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
A Fiandeira (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Felipe Zacchi e Larissa Miyashiro, direção de Pedro Cobra
O espetáculo apresenta imagens que evocam a ancestralidade das forças femininas criadoras do universo. A figura da grande Deusa Aranha que fia e tece os destinos da humanidade guia o espectador numa viagem cósmica e íntima para além das fronteiras da vida e da morte, do real e do imaginário.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
A Galinha que Queria Voar (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Juliana Morimoto e Mauricio Sterchele
Amélia é uma galinha que acalenta um sonho muito simples: o de voar. Ela passa o dia olhando para os céus, admirando os pássaros, borboletas, pipas e outros personagens inusitados com o dom de voar. Mas Amélia é persistente e fará tudo para realizar o seu sonho.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
A Lavadeira (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Tábatta Lori
Inspirada nas mitologias africanas e indígenas, “A lavadeira” conta a história de um dia mágico quando uma forte tempestade surpreende a vida de uma lavadeira.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Baús do Tesouro (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Adriel Vieira, Antoine Daniel, Maria Eduarda Daniel, Suzi Daiane e Thiago Barba
Três piratas atrapalhados estão à procura do Norte, onde deverão aportar em busca do maior de todos os tesouros. Mas antes, mostram suas monstruosas, cavernosas e indeglutíveis histórias a quem tiver coragem de espiar.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Bladimir (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Gabriela Cespedes
Suspense... sombras… a noite traz o Conde Drácula Bladimir… o medo, às vezes, risadas!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Casulo, o Espetáculo (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Zé Luiz Reis
Ao olhar para o interior do casulo, uma lagarta dançarina se transforma em artista plástica. Inspirada pelo olhar do espectador, a artista pinta uma borboleta. A metamorfose se completa com o encantamento e a inspiração de um anjo violinista.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Fragmentos de Hécuba (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Alyne Rocha
Hécuba, rainha de Troia, é agora uma escrava. Neste recorte, sua filha está ameaçada por um sacrifício e seu filho mais novo, que ela acreditava estar protegido, aparece morto na praia, assassinado por um amigo de sua confiança. É um fragmento da dor que une passado e presente.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Maria do Cais (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Jô Fornari, Aparecida Oliveira da Silva, Jhenifer Lemos Guedes, Juliane de Pinho Tavares e Luana Aparecida de Moraes
Partindo da música “Cais do Corpo”, de Paulo Freire, o espetáculo apresenta de forma poética e lírica o mito “Maria do Cais”. Evidencia a mulher do porto, cais dos amantes, dos perdidos. Venerada e temida, torna seu ofício um lugar de poesia, para sua sobrevivência e fascínio dos homens.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Quintal (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Adriana Martins
O menino Joca vive mergulhado em tecnologias, mas um dia uma visita inesperada quebra sua rotina e muda completamente sua forma de ver o mundo.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Rato de Biblioteca (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Geraldine Marie Gomes, Inecê Gomes e Jacques Beauvoir
Albert, um excêntrico psicanalista, após ouvir uma instigante notícia de rádio, escreve compulsivamente tentando entender a mente de uma suposta criminosa, mas é interrompido por eventos alheios ao seu desejo!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Ruby Box Teatro a La Carta (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Carlota Riveros, direção de Carlota Riveros
Convida a uma viagem de pequenas poesias sobre maletas. Nesta viagem encontrará histórias lindas e feias, de paz e de guerra, histórias bacanas e humanas.Todos juntos veremos as miniaturas! O espetáculo vai começar porque temos humanos reunidos e curiosos. Desliguem seus celulares e vivam a vida agora.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Samba na Caixinha (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Sérgio Biff
O que seria um dia na casa de Tia Ciata, onde foi criado o primeiro samba gravado no Brasil.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Saudade (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Felipe Zacchi, Larissa Miyashiro e Pedro Cobra
O espetáculo apresenta um solitário que percebe um grande buraco no peito. Buscando a razão de sua solidão numa carta, o boneco se vê entre ficar e partir, entre a espera do retorno e a busca deste motivo, desta pessoa, deste tempo, momento ou lugar que alimenta e sacia esta falta: sua saudade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h no Teatro Universitário de Curitiba
América (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Jo Mistinguett, Matheus Henrique, Nina Ribas e Semy Monastier
Quando você imagina as mãos de um homem desconhecido é preciso se manter desembaraçado das mãos de um homem desconhecido. É preciso dizer estas são as minhas mãos e elas não mataram ainda ninguém.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 18h no Auditório Antonio Carlos Kraide
Contos de Shakespeare, com Amanda Souza, Aymee Santos e Phelipe Magalhães, direção de Roger Bortolan
Em cinco cenas, as principais obras de Shakespeare são contadas de múltiplas formas com o objetivo de trazer para o alcance da comunidade essas preciosidades literárias. Sentimentos virão à tona a partir dos textos de “Romeu e Julieta”, “Hamlet”, “Otelo”, “Macbeth” e “Sonho de uma noite de verão”.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 18h no Miniauditório do Guaíra
Meus Cabelos de Baobá, com Beá Felicio dos Santos, Binho Schaefer e Cachalotte, direção de Vilma Mello
O espetáculo de teatro dança nasce do desejo de buscar outras narrativas para a encenação. Através de uma estética negra, Meus Cabelos de Baobá valoriza a identidade negra feminina e sua capacidade de se reinventar. Além de dar luz a cultura da oralidade e corporal tão presentes no universo africano e afro-brasileiro.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Às 18h no Memorial de Curitiba
Projeto Maravilhas (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Aisha Brunno, Bremmer Guimarães e Bruno Lelis, direção de Cláudio Dias
Corpos que habitam a cidade, entre o medo e a violência, entre o amor e a sacanagem. Sonham futuros com os olhos no presente, este que nos espreita e ameaça. Projeto Maravilhas faz um recorte contemporâneo das potências e fragilidades das homossexualidades nos espaços urbanos reais e imaginados.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Às 18h no Espaço Araucária, do MON
Poses para Dormir, com Danilo Rudah, Diego Fortes e Eika Yabusame, direção de Diego Fortes
Em dois apartamentos vizinhos em um país estrangeiro, uma série de coincidências cruza a vida e a identidade de seus habitantes. Nadia, que sofre de pesadelos incendiários, recebe a visita de Jota, um escritor de contos pornográficos. Ele é pai de Tao, uma garota soldado, que desenvolve uma paixão por Bruno, o marido de Nadia.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Gratuito

Às 18h30 no Basement Cultural
Homero à Moda da Casa — Fuzuê na Odisseia, com Alan Livan Araujo, Daiane Dias, Magê Blanques e Marivaldo Alves, direção de Jorge Peloso
Maria Fuzarca encontra Homero para brincar com suas narrativas fantásticas. Fuzuê na Odisseia traz alguns episódios das aventuras de Ulisses, com humor popular e tempero brasileiro. Os dois atores alternam os diversos personagens, usando recursos de narração, interação, música e improviso.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Às 19h na Ave Lola
A Pequena Abelha e a Árvore Alta, com Ailén Roberto, Ana Rosa Genari Tezza e Arthur de Lima Jaime, direção de Ana Rosa Genari Tezza
O espetáculo dá continuidade a pesquisa poética da Trupe Ave Lola, levando a cena um universo fantástico. A história acontece na época áurea do ciclo da borracha, em Manaus de 1911. Três mulheres de povos distintos são desafiadas a enfrentar os medos e as ameaças de uma dura realidade.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 19h no Teatro Novelas Curitibanas
Aquela que é (Cambutadefedapada), com Christian Alves, Cislea Maria dos Santos, Helen de Aguiar, Juliana Virtuoso e Luiz Tschannerl, direção de Rafael Pacheco
Téssera Companhia de Dança da UFPR. Criada em 1981, a Téssera Companhia de Dança da Universidade Federal do Paraná é uma referência no cenário artístico nacional, com reconhecimento conquistado ao longo de uma trajetória de 37 anos de trabalho ininterrupto.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 19h no Espaço Cultural Pé no Palco
Clarice Inspira Sim (Mostra Comove), com Alini Maria, Giselle Lima, Natália Sabariego, Saulo e Vinícius Morais, direção de Vanessa Corina
Espetáculo livremente inspirado na obra A Hora da Estrela, de Clarice Lispector. Em cena, quatro atores revelam, através do jogo cênico, a história de uma mulher que vive numa cidade toda feita contra ela. Intensidade, singeleza, emoção, musicalidade e explosão permeiam a obra do início ao fim.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Às 19h no Teatro Cena Hum
As Mulheres da Rua 23 (Mostra Cena Hum), com Bianca Lage, Dans Souza e Everson Silva, direção de Carlos Alexandre
Conta com humor a história de duas amigas que se encontram todos os dias, no mesmo horário e local, para contar casos e histórias de vida. O lugar apresenta uma atmosfera misteriosa que vai sendo desvendada ao longo da trama, revelando um final surpreendente ao público.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 40

Às 19h no Teatro Universitário de Curitiba
Opereta em 50ml (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Amira Massabki, Jo Mistinguett e Patricia Cipriano
Coágulos de sangue, endométrios em volúpia, corpos políticos e a desconstrução dos deveres sociais da mulher discutidas por um trio de artistas que não pretende ser uma banda. Muito pelo contrário, Patrícia Cipriano, Jo Mistinguett e Amira Massabki desejam formar uma matilha de cadelas raivosas.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 19h30 no Memorial de Curitiba
Marcelo Ouro
Marcelo Ouro, traz com seu looper suas composições que falam das coisas do dia a dia além de canções do nosso brasil, que vai do carimbó ao samba dando a sua autenticidade na interpretação assim como trazendo reflexão e alegria ao público.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 20h no Espaço de Arte
A Christmas Carol, com Bruno Cadore, Diogo Peroni e Laura Binder, direção de Janja Rosa
Apresentada inteiramente em inglês, A Christmas Carol narra a história de Ebenezer Scrooge, um avarento idoso que é visitado pelo fantasma de seu ex-parceiro de negócios, Jacob Marley, e pelos espíritos do Natal passado, do presente e dos que estão por vir. Após as visitas, Scrooge reavalia sua vida.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 30

Às 20h no Teuni
Atos de Violência, com Alexandre Faria, Aline Gonçalves e Claudio Avelar, direção de Alexandre Faria
O espetáculo apresenta diversos contos que retratam diferentes formas de violência, como a moral, psicológica, corporal, entre outras. Em forma de flashes transporta o público por diferentes universos e o convida a uma reflexão sobre o tema.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 20h no Teatro Cleon Jacques
Tivestes, com Ana Taís, Kassya de Paula, Raul César, Sandra Cruz e Valquiria Rumor, direção de Lucas Cahet
Não vê como é adorável? Sentir-se cheio de um vazio estancado por sua boca muda falante e por seus ouvidos surdos apurados. Sim, vocês têm o direito. Vão comprar seus ingressos e terão o privilégio de suprir suas mentes com doces ilusões de não terem a capacidade de desobstruir seus egos.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 30

Às 20h na Comparsaria Cênica
Os Comparsas em o Aparício Apareceu (2ª Mostra Circo-Teatro dos Comparsas), com Beatriz Tomilhero, Felipe Baluta e Gislaine Staub, direção de Helio de Aquino
Raul quer evitar que sua esposa Vitória descubra que ele tem um filho (Alfredo) fora do casamento e diz que o rapaz é filho de seu amigo Aparício. Mas não esperava que o amigo lhe fizesse uma visita. Mais do que nervoso, Raul quer manter a mentira, mas Aparício não entende nada e complica a situação.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 30

Às 20h no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Projeto Urbano (Mostra Ceca Guido Viaro), com Ana Paula Moraes, Brian Cristian e Daniela Schmidt
Trabalho de Dança Contemporânea (des) orientado por Daniella Nery. Como se chega sólido e evapora? Quanto tempo para a diluição? Esbarrar e borrar nas tentativas dos outros, na delicadeza e na estranheza. Oposição na cidade cinza, no diverso e no singular. Qual a sua relação com a cidade?
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 20h no Teatro Universitário de Curitiba
A Mesa (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Jo Mistinguett, Leonarda Glück e Ludmila Nascarella, direção de Leonarda Glück
Espetáculo inédito da Casa Selvática, escrito e dirigido por Leonarda Glück, que trata de questões urgentes do mundo contemporâneo. Confrontados diante da mesa, os participantes irão debater, com humor ácido e corrosivo, os principais temas que assolam a humanidade nos tempos atuais.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 20h no Teatro Rodrigo D’Oliveira
Nosso Lar (Mostra Transcendental), com Andressa Ribeiro, Braz Pereira e Danilo Pedrosa, direção de Rodrigo D’Oliveira
Mais de 10 atores encenam detalhes das experiências vividas pelo autor espiritual André Luiz, que fala sobre uma colônia situada no plano espiritual. Ela em nada se assemelha a ideia de ociosidade e descanso eterno propagada pelo senso comum e revela um mundo espiritual dinâmico e emocionante.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 20h30 no Clube Curitibano — Sede Concórdia
Sherazade, com Adriana Vilar, Alexandra Mayrhofer e Ana Mary Fortes, direção de Enéas Lour
Este é o 15° espetáculo que o Grupo de Teatro do Clube Curitibano encena em 13 anos de atividade. Um espetáculo de porte, com 13 atores no elenco, vídeos produzidos e encenados pelos atores do Grupo que ilustram as histórias fantásticas de Sherazade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 20h30 e às 23h30 no Curitiba Comedy Club
Vida de Professor com Diogo Almeida, com Diogo Almeida
Há seis anos fazendo humor, Diogo Almeida ganhou o campeonato de Humor realizado no Curitiba Comedy Club e vem se apresentando nos bares e teatros do Paraná e São Paulo. Ao longo deste período, sua página chegou a mais de 230 mil curtidas e mais de 10 milhões de visualizações.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: R$ 60

Às 21h no Teatro Lala Schneider
A Noite das Mal Dormidas, com Anderson Ribas, Gabriel Spanamberg, Guilherme Osty e Niels Petersen, direção de João Luiz Fiani
Uma das peças mais encenadas em Curitiba, e que circulou por quase todo o país, ganha nova versão dirigida por João Luiz Fiani. Escrita em 1975, por Niels Petersen, conta o divertido cotidiano de três cinquentonas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 21h no Auditório Antonio Carlos Kraide
A Noiva Abominável — Sherlock Holmes, com Amanda Souza, Aymee Santos e Phelipe Magalhaes, direção de Roger Bortolan
Para fãs do universo de Sherlock Holmes e quem adora uma referência, a peça é um prato cheio. Fiel à obra literária usa e abusa de conceitos e passagens citados por Arthur Conan Doyle. Na solução deste caso, Sherlock tem que encarar a aparente volta dos mortos da Senhora Ricoletti, a noiva abominável.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 21h no Miniauditório do Guaíra
Alethea Dreams, com Francine Flach, Henrique Manoel Pinho e Luciana Malavasi, direção de Rafael Souza-Ribeiro
Mulher em crise recorre a inovador e misterioso experimento que promete transformar sua vida: o procedimento Alethea. A partir daí, questões como verdade, desvelamento e identidade se misturam a aulas de golfe, criando uma espiral de acontecimentos irreversíveis.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 21h no Teatro Lala Schneider
O Bêbado — Uma Comédia Pilsen, com Fábio Silvestre, direção de Fábio Silvestre
A comédia que vem sobrevivendo ao tempo e a cirrose que o ator Fábio Silvestre diz ter pego depois das mais de 300 apresentações de sua comédia mais longeva e bem sucedida. A cirrose é só uma mentira de bêbado, já a cerveja tomada a cada apresentação é verdadeira.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 50

Às 21h no Teatro Paulo Autran
Satyricon — A Caminho da Nova Suburra, com Amanda Simonini, Brunna Nicóli e Emily Navarro, direção de Lucas Cardoso
Baseado na Obra de Petrônio, o espetáculo experimenta sensações diversas e leva o público a um passeio pelo submundo atual, enquanto os envolvidos em um triângulo amoroso fazem de tudo para conseguir sobreviver.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: R$ 40

Às 21h na Associação Atlética Banco do Brasil
Ex-Trago a Pessoa Amada em Três Dias e Não Aceito Devoluções, com Fabio Manzano, Greice Yurie, Mahara Ferreira, Ricardo Godoi, Robinson Bonilha e Treat Serpa, direção de Robinson Bonilha
Muitas pessoas fazem de tudo para recuperar a pessoa amada. Se esse é seu caso, ou se você apenas gostaria de se divertir com este tipo de situação, assista a esta comédia.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 21h no Teatro João Luiz Fiani
O Pelicano, com Alexandre Alenski, August Strindberg e Daniela Jurczyczyn, direção de Jader Alves
Em uma casa gelada, mãe, filho, filha, genro e empregada remoem suas angústias e vociferam verdades dolorosas, tornando a convivência familiar em uma sessão contínua de troca de insultos. A violência verbal e emocional é uma das marcas definitivas de O Pelicano, peça escrita em 1907.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 21h no Teatro Fernanda Montenegro
Férias Conjugais, Que Tal Nós Dois Numa Banheira de Espuma, com Daniel Marcondes, Gabriel Spanamberg, Ingrid Bozza e Mallu Nascimento, direção de João Luiz Fiani
A peça conta a história de um casal em crise e que não consegue se entender. O problema acontece quando resolvem tirar férias conjugais... Aí, a confusão está formada. Fatos inusitados norteiam a trama, em uma comédia de costumes que já está sendo considerada uma das melhores comédias da companhia.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 40

Às 21h no Espaço Cultural Pé no Palco
Fico Besta Quando me Entendem (Mostra Comove), com Alessandra Cristine Mendes, Alini Maria e Ana Maria Vilas Boas, direção de Vanessa Corina
Livremente inspirado na obra de Hilda Hilst, o espetáculo conta com a presença de nove mulheres/ atrizes que revelam e denunciam suas particularidades dentro de um incomum cotidiano poético, hilariante e envolvente.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30

Às 21h no Espaço Fantástico das Artes
Deslady (Mostra Fantástica), com Palhaça Tinoca, direção de Andréa Macera
Uma palhaça apaixonada por dramas resolve montar sozinha a tragédia de William Shakespeare, Macbeth. Ela conhece apenas a personagem feminina, Lady, companheira do protagonista sanguinário. Durante o percurso desta montagem, a palhaça se depara com inúmeras dificuldades.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 21h no Teatro Cena Hum
Negro Não Nego (Mostra de Teatro Cena Hum), com Everson Silva, Juliana Guiné e Jéssica Santos, direção de Glayson Cintra
Resistência, humanidade, força, poder entre outras questões do negro na sociedade, do passado e do presente, são abordados com palavras, canto, dança e desenhos de corpos.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 10

Às 21h30 no Basement Cultural
Desrazão — O Reino dos de Fora, com Airton Silva, Cesar Povero, Juraci Moreira e Rita Oliveira, direção de Amanda Moreira
Um homem e uma mulher, estranhos, se encontram num lugar e situação caóticos. Ali decompõem suas mentes, vidas e ideias em diálogos, às vezes desconexos. Um necessita do outro, enquanto a noite se deteriora juntamente com seus sonhos. Uma Rainha e um Guerreiro, razão ou loucura, o que é normal?
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 22h no Memorial de Curitiba
Ama (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Anair Patrícia, Anderson Ferreira e Andréa Rodrigues, direção de Sinara Teles
Depois de muito tempo, desde a última vez que Jinga e Ama organizaram um pagode juntas no Morro da Costa do Ouro, as personagens se reencontram. O retorno à Costa do Ouro parece ser como um respiro de energias e lembranças daquilo que se é e que não pode ser esquecido.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Às 23h na Associação Atlética Banco do Brasil
Homens Transam e Mulheres Fazem Amor, com Anny Costa, Bill Raulino e Emanoel Dias Manolo, direção de Treat Serpa
Inspirada no livro homônimo, essa comédia narra as diversas tentativas frustradas de um casal para encontrar a pessoa certa, até se acharem.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 40

Às 23h59 no Teatro Lala Schneider
As Escandalosas, com Lucas Duh, Marcyo Luz e Rogerio Bozza, direção de João Luiz Fiani
Num antigo teatro, duas velhas e decadentes atrizes se digladiam para reconquistar o público e a crítica ao serem convidadas para atuar na peça de um diretor de qualidades duvidosas, que também é amante secreto das atrizes. Durante os ensaios, a rotina é de farpas e alfinetadas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 23h59 no Teatro Lala Schneider
Máfia — A Comédia, com Alan Christian, Bruna Melnik e Daniel Marcondes, direção de João Luiz Fiani
Estados Unidos, década de 1930. A gangue do lendário mafioso Al Capone aterroriza a cidade de Chicago, desafiando a lei e a ordem e ridicularizando as forças policiais. Quando a situação foge de controle, é chamado a agir o mais famoso policial do país: Eliot Ness, que comanda um grupo de elite.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Guritiba

Em instituições sociais
Licença Preu Passar, com Leonides Quadra

Confira a programação do festival nos dias 26, Site Disk Ingressos

Demais espetáculos

» Bilheteria do ParkShopping Barigüi
R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600
Piso Superior, lado Norte
Segunda a sexta: 11h às 23h
Sábado: 10h às 22h
Domingo: 14h às 20h

» Bilheteria do Shopping Mueller
Av. Cândido de Abreu, 127
Piso L3
Segunda a sábado: 10h às 22h
Domingos e feriados: 14h às 20h

Site do Festival de Curitiba

Como usar o desconto do clube

Desconto de 50% disponível para sócios do Clube Gazeta do Povo.

Válido para compra de 2 ingressos em peças da mostra principal e do Fringe. Não válido para as demais mostras.

Desconto concedido mediante apresentação do cartão do Clube Gazeta do Povo ou cartão virtual via aplicativo (saiba mais) acompanhado de documento de identificação oficial com foto. A apresentação do cartão e do documento é obrigatória.

Não cumulativo com outros descontos e promoções.

Preços

Varia de acordo com a atração