Regina Casé volta aos palcos depois de mais de 25 anos longe do teatro. Recital da Onça, peça que marca esse retorno, é uma das principais atrações do Festival de Curitiba e tem estreia em 28 de março (quinta), às 21h, no Teatro Guaíra. Os ingressos podem ser comprados pela internet ou nas duas bilheterias do teatro em Curitiba e os preços começam em R$ 35.

O espetáculo conta a história de uma brasileira que recebe um convite de Harvard para fazer, de uma maneira “criativa”, palestras sobre literatura brasileira assistidas por estrangeiros. Em uma interação constante com a plateia, ela ensaia essas abordagens e escolhe os melhores textos.

Ao longo do dia, a programação toma as ruas de Curitiba. Dentro do Fringe, a mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua tem dezenas de atrações, todas delas encenadas em pontos da Rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba, no sistema Pague o quanto vale.

Confira abaixo a programação do dia 28

Mostra principal


Às 18h e às 21h na Casa Hoffmann
Fedra, com Airton Rodrigues, Cintia Napoli, Rubia Romani, Malki Pinsag e Maikon K., direção de Eduardo Ramos
Inspirado em “Amor de Phaedra”, de Sarah Kane, pesquisas da Wikipédia e “comentários da internet”, a necessidade da reinterpretação do mito se torna mais urgente em tempos mais curtos. Dia do aniversário de Hipólito. Uma celebração. Uma fricção de linguagens. Uma família que interpreta repetidas colisões através do tempo.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Gratuito

Às 21h no Guairinha
As Comadres, com Beth Lamas, Gabriela Carneiro da Cunha e Juliana Carneiro da Cunha, direção de Ariane Mnouchkine
Convidadas por Germana para lhe ajudar a colar um milhão de selos, e assim ganhar tudo que é preciso para mobiliar sua casa, Linda, Mariângela, Branca, Romilda, Lisa, Rosa, Ivete, Lisete, Angelina, Teresa, Pietra, Gabriela, Olivina e Ginete são personagens que podem estar reunidas neste momento na periferia de São Paulo, no subúrbio do Rio, ou à margem de qualquer grande cidade do mundo. Mulheres que trabalham, cuidam de seus filhos e marido, que traem e são traídas, que rezam. São amigas, cunhadas e vizinhas que, reunidas na cozinha, colando os selos falam dos seus sonhos e dissabores, desejos e medos, anseios e frustrações.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Às 21h na Capela Santa Maria
Do Convento à Sala de Concerto, com Gabriella Di Laccio (soprano), Cristina Capparelli (piano) e Catarina Domenici (piano)
Grandes compositores da música clássica são citados com frequência e suas obras estão em renomadas casas de concertos do mundo, mas poucas pessoas conhecem as grandes compositoras eruditas. Apontada pela BBC World como uma das 100 mulheres mais influentes e inspiradoras do mundo em 2018, a soprano Gabriella Di Laccio volta ao Brasil para um recital de voz e piano apenas com obras de mulheres. Ao lado da pianista Cristina Capparelli e da pianista e compositora Catarina Domenici, ela apresenta um repertório que cobre mais de cinco séculos de contribuição feminina para a música erudita ocidental.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Às 21h no Teatro da Reitoria
Outros, com Eduardo Moreira, Inês Peixoto e Paulo André, direção de Marcio Abreu
Outros traduz as inquietações resultantes do segundo encontro do diretor Marcio Abreu com o Grupo Galpão. Trata do momento em que vivemos e de questões que o tornam não mais viável. É sobre a construção da memória e o impacto do agora no porvir. Sobre a necessidade de ruptura com pensamentos arraigados que já não devem nos representar. A instabilidade do momento transborda e vai além do que a palavra dá conta de expressar, reverberando nos corpos inquietações, possibilidades e impossibilidades do hoje.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)
Logo depois da sessão, acontece um debate com o elenco e os críticos e pesquisadores Francisco Mallmann, Henrique Saidel, Luciana Romagnolli e Soraya Martins

Às 21h no Teatro Guaíra
Recital da Onça, com Regina Casé, direção de Estevão Ciavatta e Hamilton Vaz Pereira
Solo que marca a volta de Regina Casé aos palcos teatrais depois de mais de 25 anos. Sua personagem recebeu convite de Harvard para inventar um novo formato pop para palestras sobre literatura brasileira para estudantes estrangeiros. Ela precisa ensaiar suas propostas antes da viagem, a partir de textos de nossos grandes autores. "Recital da Onça" é esse "ensaio". A plateia tem a tarefa de ajudá-la a escolher os textos mais adequados para essa missão e a enfrentar seu pavor de aeroportos, da imigração americana e do frio congelante do inverno em Harvard.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Mostras convidadas

Às 19h no Teatro da Caixa Cultural
Árvores Abatidas ou Para Luis Melo (Mostra Stavis-Damaceno), com Rosana Stavis, direção de Marcos Damaceno
Uma mulher que em um jantar artístico, em homenagem ao famoso ator do Teatro Nacional, percebe que está, na verdade, em uma reunião de talentos medíocres. Arrependida de ter aceitado o convite, e enquanto espera o famoso ator, que nunca chega, ela reflete sobre sua vida e o meio que a cerca, sob a lembrança de uma grande amiga de todos enterrada naquele mesmo dia.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30 (R$ 15 meia entrada)

Às 21h no Teatro Zé Maria
Mississipi (Mostra Satyros), com Ivam Cabral, Nicole Puzzi e Eduardo Chagas, direção de Rodolfo García Vázquez
Durante os últimos vinte anos, a Praça Roosevelt passou por um processo de profunda transformação, de local perigoso a um efervescente ponto cultural. A montagem faz dela uma alegoria das últimas décadas, passando pelos governos Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma, até a ascensão da nova direita com a eleição de Jair Bolsonaro. As personagens principais são pessoas em situação de rua e os desafios de suas vivências na região, como o tráfico, a dificuldade de sobrevivência, a violência e o abuso policial, entre outros.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Interlocuções

Das 10h às 17h na Plataforma Flex
Oficina Permanente — Como Falar sobre Performance
A Oficina Permanente: Como falar sobre Performance? é uma plataforma contínua para estudos da ação. O programa tem caráter prático e neste módulo inaugura abordagens sobre o ato de registro de performances, estabelecendo a base de simultaneidades que é própria de cada prática, a da performance e a do ato do seu registro. Assim sendo, os participantes da oficina de registro de performance participam também do laboratório de práticas de performance que é de onde surge o vocabulário que será articulado ao longo do trabalho.

Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Gratuito

Às 10h no SESC Paço da Liberdade
Visite o Paço da Liberdade
Visita guiada ao Paço da Liberdade conhecendo sua história, importância patrimonial, cultural e curiosidades sobre um dos prédios mais importante da cidade de Curitiba.

Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Das 14h às 20h30 na Galeria Ponto de Fuga
Exposição Rastro — Não Sei Por Onde ir mas o Meu Corpo Sabe
A exposição com curadoria de Margit Leisner e Erica Storer é construída com base em registros de performances. Fotografias, vídeos, textos, publicações e relíquias que formalizam a ação de onde surge a imagem. Mais do que apresentar registros para um recorte temporal ou histórico da performance arte, o que se pretende é apresentar imagens do corpo no contexto da ação. Em que medida é possível uma equivalência: entre uma performance realizada e a imagem propagada para além daquele instante? Fotógrafos, artistas, críticos de artes e o público são todos protagonistas das narrativas que servem de referência para uma história da performance. A exposição oferece pistas e possibilidades de enquadramento da live art para além do tempo presente.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Fringe

Às 9h30 no Centro Estadual de Capacitação de Artes Guido Viaro
Artes do Corpo e Educação (Mostra Ceca), com direção de Beto Hinça
Quais são os desafios postos às artes do corpo no âmbito educacional? Nesse encontro, artistas/educadores discutem a temática abordando limites e potências contemporâneas para corporificação das artes do corpo nos diferentes espaços formativos.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h, às 15h, às 18h e às 22h no Memorial de Curitiba
Kitutu Gourmet (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com a chefe de cozinha Kelma Zenaide
Kitutu significa comida saborosa. Kelma Zenaide idealiza a partir de inspirações ancestrais que entrelaçam culinária afro-brasileira e a resistência de mulheres negras.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h na Praça Santos Andrade
Toca Raul, com Duílio De Pol, Igor Bleggi, João Mauro Cruz, Raul Santiago e Simone Klein, direção de Adriana Sottomaior
O projeto leva para as ruas de Curitiba uma reflexão por meio das músicas e pensamentos de Raul Seixas. Construído a partir de entrevistas e escritos do Raulzito, o texto possui narrativa em forma de discursos, poesias e, claro, músicas ao vivo.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h no Memorial de Curitiba
Arte e Política: O Corpo Queer (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com mediação de Igor Leal
Como podemos entender o teatro como espaço de produção de fluxos poéticos Queer? Quais as estratégias queer na cena contemporânea? Esse nome abraça toda a produção e as questões pertinentes à sigla LGBT?
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: Gratuito

Às 10h no Bondinho da Leitura (Rua XV de Novembro)
Laia e o Voo da Imaginação (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Júlia Barnabé
Laia é uma criança fascinada por pássaros e pintura. Ela desperta em seu quarto e apresenta o mundo fantástico de seus brinquedos. Quando pinta no papel um pôr do sol com gaivotas planando ao redor, ela mesma se torna capaz de voar. Em meio aos seus devaneios, interage com o público.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 11h no Teatro Cleon Jacques
Coma, com Alini Maria, Arthur Augustus, Celine Liris, Elton Meduna, Thiago Pereira e Victor Dezute, direção de Elton Meduna
Quarto espetáculo autoral da Cia.Teatral Pathos, a peça trata de questões que permeiam o cotidiano de todos nós de maneira direta e brutal. Situações ligadas ao trabalho análogo à escravidão e ao abuso de poder são alguns temas abordados.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 11h na SEEC
O Mágico de Oz (Fringe Infantil), com Caroline Grechi, Flavia Nishimoto e Gabriela Chierintin
Dorothy é levada para a terra mágica de Oz quando um ciclone passa pela fazenda de seus tios no Kansas. Ela viaja em direção à Cidade Esmeralda para encontrar o Mágico de Oz e no caminho encontra um Espantalho, que precisa de um cérebro, um Homem de Lata sem um coração e um Leão Covarde.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Ao meio-dia no Miniauditório do Guaíra
Meus Cabelos de Baobá, com Beá Felicio dos Santos, Binho Schaefer e Cachalotte, direção de Vilma Mello
O espetáculo de teatro dança nasce do desejo de buscar outras narrativas para a encenação. Através de uma estética negra, Meus Cabelos de Baobá valoriza a identidade negra feminina e sua capacidade de se reinventar. Além de dar luz a cultura da oralidade e corporal tão presentes no universo africano e afro-brasileiro.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Ao meio-dia no Bebedouro do Largo da Ordem
A Mulher Árvore, com Amanda Cardoso, Amanda Maia e Daniel Moreno
A Mulher Árvore é um espetáculo curto de formas animadas, encenado em um teatro lambe-lambe, também conhecido como o menor teatro do mundo. A proposta é dialogar com a arte contemporânea feminista em uma produção sutil, provocativa e acessível para todas as idades.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Ao meio-dia no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Callejeros (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Gabriel Calderón
A magia inesperada do encontro entre o artista, seus títeres e o público. O ritual do elo, da reflexão, a essência que move. A intervenção nas ruas do mundo: o singelo e a surpresa!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 13h30 no Cavalo Babão
Acorda, Serafim!, com Aline Chella e Edmundo Cezar
Encenação que apresenta uma provocação a respeito de possibilidades preventivas do suicídio, mantendo uma abordagem com leveza e criatividade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h na Praça Rui Barbosa
A Maravilhosa História do Sapo Tarô Bequê, com Cleverson Modesto, Duílio de Pol e Igor Bleggi, direção de Adriana Sottomaior
Tarô Bequê é um sapo que sonha em virar gente. Para realizar seu desejo ele conta com a ajuda de Nho Focur, o pai do mato. Tarô Bequê não imaginava que a vida de homem seria repleta de desafios.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h no Teuni
Antígona e Agora, com Adão Vieira de Faria, Bárbara Ayona e Camile Gracien
Um diálogo metonímico e inacabado entre mulheres, extremamente cômico e recheado de auto referências, joga com o fantasma do mito inexorável de Antígona, a consciência individual; com o poder do Estado; com a obrigação ou não de se aceitar as leis e com a própria existência de uma Lei natural.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 14h no Centro Estadual de Capacitação de Artes Guido Viaro
Experimentações — Grupo de Dança Guido Viaro (Mostra Ceca), com direção de Daniella Nery
Nesta oficina será compartilhado o processo de criação do trabalho Projeto Urbano do Grupo de Dança Guido Viaro. Projeto Urbano levanta a questão: qual a nossa relação com a cidade? Passar por alguns procedimentos de investigação nas tentativas de possíveis respostas.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: Gratuito

Às 14h no Teatro Cleon Jacques
Minha Morte, com Angelica Joppert, Larissa Zimmermann e Lisandra Dantas, direção de Thiago Andrade
Em um apartamento sem janelas, Jonas decide morrer. Mas logo é surpreendido pela visita de sua irmã que revela que o seu pai tem poucas horas de vida. Então, Jonas terá de escolher entre suas vontades ou não decepcionar a quem ama.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 20

Às 14h no Bondinho da Leitura (Rua XV de Novembro)
Greg e Sua Gang (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Greg Bassani
Espetáculo criado a partir do espetáculo Ritmundo (2014), do Grupo Teatral Auto-Peças, para o teatro de rua, com bonecos de manipulação direta, fantoches e fios manipulados por Greg Bassani, que oferece uma brincadeira de músicas e danças.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 14h na SEEC
Que Meleca! Sumiram as Letras da Biblioteca! (Fringe Infantil), com André Bonin, Carol Amparo, Giovanna Machado, Luciano Lima, Sérgio Nunes e Thamires Amaral, direção de Carol Amparo
Um grande mistério tomou conta da cidade de Paralelogramolândia. Todas as letras, de todos os livros, desapareceram! Três corajosas crianças se unem a uma empolgada viajante e uma amável bibliotecária para trazer a literatura de volta à cidade. Entre danças e poesias a aventura acontece com magia!
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 12

Às 14h no Teatro Universitário de Curitiba
América (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Jo Mistinguett, Matheus Henrique, Nina Ribas e Semy Monastier
Quando você imagina as mãos de um homem desconhecido é preciso se manter desembaraçado das mãos de um homem desconhecido. É preciso dizer estas são as minhas mãos e elas não mataram ainda ninguém.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 15h no Auditório Antonio Carlos Kraide
Aterra, com Gabriela Santos, Gabriele Christine, Mariana Montezel e Renan Bonito, direção de Adelvane Néia
Inspirada pela cidade de Jacarezinho, no Paraná, entre 1920 e 1950, a peça narra a vida de um homem simples, caipira, tendo como conflito os seus “aterramentos”. A trilha sonora original, inspirada na espacialização do som, auxilia nossa viagem a esta delicada e emocionante poesia documental.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 20

Às 15h na Casa do Damaceno
Memórias Vol. 3, com Carol Amparo, Josi Santos e Júlio Márquez, direção de Júlio Márquez
E se você pudesse voltar à infância e reviver os momentos mais felizes da sua vida? E se você pudesse sentir o sol da manhã no rosto ao abrir a janela ou o cheiro do café da sua avó passado no coador de pano? Cuidado: não só lembranças boas habitam a memória.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 15h30 no Basement Cultural
Homero à Moda da Casa — Fuzuê na Odisseia, com Alan Livan Araujo, Daiane Dias, Magê Blanques e Marivaldo Alves, direção de Jorge Peloso
Maria Fuzarca encontra Homero para brincar com suas narrativas fantásticas. Fuzuê na Odisseia traz alguns episódios das aventuras de Ulisses, com humor popular e tempero brasileiro. Os dois atores alternam os diversos personagens, usando recursos de narração, interação, música e improviso.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Das 15h33 às 19h33 no Instituto Goethe
Projeto Links — A Desconstrução do Esquerdo, com Salete Chiamulera, Marianne Brepohl e Clayton Mamedes
Na construção desta performance multimodal exploramos a complementariedade do analógico e eletrônico, o movimento e estático, estimulando a ausência, montando um palco para o questionamento do significado da palavra/verso, significado emocional em duas culturas, alemã e brasileira.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 16h no Cavalo Babão
O Cravo e a Rosa — Uma Nova Canção, com Fer Rodrigues, Francielly Veiga e Heriveuto Souza
Já ouviu dizer que em briga de marido e mulher ninguém mete a colher? Tudo conversa furada! O Cravo e a Rosa já cansaram de tanta briga e precisam de uma ajudinha para mudar essa história. Que tal nos ajudar a mudar essa canção? A peça traz a cultura do pé vermelho em suas músicas, poesias e cenas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 16h no Sesi Portão
Laia e o Voo da Imaginação (Mostra Cena Criança)
Laia é uma criança fascinada por pássaros e pintura. Ela desperta em seu quarto e nos apresenta o mundo fantástico de seus brinquedos. Entre marionete e marionetista há um delicado jogo de cumplicidade e afeto, é uma narrativa imagética sem o uso da palavra que fala sobre a fusão entre o real e o imaginário no universo infantil. Dois músicos surpreendentes encantam o público. A magia inesperada do encontro entre o artista, seus títeres e o público. O ritual do elo, da reflexão, a essência que move. A intervenção nas ruas do mundo: o singelo e a surpresa!

Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 16h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
No Tanque do Quintal tem um Mar pra Juvenal (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Ali Freyer e Rafael Di Lari, direção de Rodrigo Hayalla
O espetáculo faz parte da trilogia “Bichos do Quintal”. São narrativas que apresentam uma criança como personagem principal e o cenário é sempre o quintal da casa tratado como um espaço de descobertas, um lugar que é conhecido e confortável.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 16h30 no Bebedouro do Largo da Ordem
A Estória do Homem que Vendeu sua Alma ao Diabo e Quase Perdeu o seu Amor, com Edmar da Silva, Eliane Correia e Jacimar Henrique, direção de Carlos Ola
Severo, pobre e apaixonado pela donzela Felícia, filha do rico, interesseiro e preconceituoso coronel, tenta pedir a mão da "bonequinha de milho" em casamento, mas é recebido à bala, porque o coronel prefere a filha freira a ser casada com um “Zé Ninguém” (apelido dado pelo coronel a Severo).
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 17h na SEEC
A Megera Domada, com Bia Martarello, Bruno Léo e Claudio Mingardo, direção de Ronaldo Marin
Bianca poderá se casar quando a megera Catarina conseguir um pretendente. Nenhum louco se apresenta para domá-la, até que surge o ousado Petruchio. Com muito humor, o Cena IV leva aos palcos esse tema ainda provocante que convida o público a refletir sobre as relações humanas.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 40

Às 17h no Teuni
Atos de Violência, com Alexandre Faria, Aline Gonçalves e Claudio Avelar, direção de Alexandre Faria
O espetáculo apresenta diversos contos que retratam diferentes formas de violência, como a moral, psicológica, corporal, entre outras. Em forma de flashes transporta o público por diferentes universos e o convida a uma reflexão sobre o tema.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 17h no Teatro Cleon Jacques
Meros Mortais, com Arthur Augustus, Celine Liris, Elton Meduna, Juliana Beatriz, Maria Delurdes Meduna Rodrigues e Thiago Pereira, direção de Elton Meduna
Trabalho autoral e terceiro espetáculo da Cia.Teatral Pathos tem como principal tema o ser humano ao tratar de questões sobre o individualismo, soberba e ganância. Contrapondo a tudo isso, fala também sobre resistência, esperança, luta e dignidade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 17h na Praça Rui Barbosa
Rita e Pipa, com Rafael Back, Carol Oliveira e Vânia Santos
“Rita e a Pipa” conta a história de João Cabrabão e sua filha, Rita Cabrita. Desiludida, a menina resolve não ter mais nenhum tipo de sentimento por medo de sofrer. O pai tem uma ideia que poderá ajudar a filha a lidar com esses sentimentos e começa a partir daí uma emocionante jornada.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 17h no Teatro Paiol
Show Entre Ausências (Apamonama), com Danilo Silva, Igor Ribeijos, Josemar Artigas e Samuel Strapasson
O Clube do Baixo Guaíra apresenta o espetáculo musical no intuito de instigar o pensar sobre a ausência, com canções de diferentes sonoridades. Letras que apresentam personagens e suas diferentes relações com o tema. Que peso pode ter uma ausência? Que ausência pode pesar?
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
A Fiandeira (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Felipe Zacchi e Larissa Miyashiro, direção de Pedro Cobra
O espetáculo apresenta imagens que evocam a ancestralidade das forças femininas criadoras do universo. A figura da grande Deusa Aranha que fia e tece os destinos da humanidade guia o espectador numa viagem cósmica e íntima para além das fronteiras da vida e da morte, do real e do imaginário.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
A Galinha que Queria Voar (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Juliana Morimoto e Mauricio Sterchele
Amélia é uma galinha que acalenta um sonho muito simples: o de voar. Ela passa o dia olhando para os céus, admirando os pássaros, borboletas, pipas e outros personagens inusitados com o dom de voar. Mas Amélia é persistente e fará tudo para realizar o seu sonho.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
A Lavadeira (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Tábatta Lori
Inspirada nas mitologias africanas e indígenas, “A lavadeira” conta a história de um dia mágico quando uma forte tempestade surpreende a vida de uma lavadeira.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Baús do Tesouro (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Adriel Vieira, Antoine Daniel, Maria Eduarda Daniel, Suzi Daiane e Thiago Barba
Três piratas atrapalhados estão à procura do Norte, onde deverão aportar em busca do maior de todos os tesouros. Mas antes, mostram suas monstruosas, cavernosas e indeglutíveis histórias a quem tiver coragem de espiar.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Bladimir (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Gabriela Cespedes
Suspense... sombras… a noite traz o Conde Drácula Bladimir… o medo, às vezes, risadas!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Casulo, o Espetáculo (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Zé Luiz Reis
Ao olhar para o interior do casulo, uma lagarta dançarina se transforma em artista plástica. Inspirada pelo olhar do espectador, a artista pinta uma borboleta. A metamorfose se completa com o encantamento e a inspiração de um anjo violinista.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Fragmentos de Hécuba (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Alyne Rocha
Hécuba, rainha de Troia, é agora uma escrava. Neste recorte, sua filha está ameaçada por um sacrifício e seu filho mais novo, que ela acreditava estar protegido, aparece morto na praia, assassinado por um amigo de sua confiança. É um fragmento da dor que une passado e presente.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Maria do Cais (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Jô Fornari, Aparecida Oliveira da Silva, Jhenifer Lemos Guedes, Juliane de Pinho Tavares e Luana Aparecida de Moraes
Partindo da música “Cais do Corpo”, de Paulo Freire, o espetáculo apresenta de forma poética e lírica o mito “Maria do Cais”. Evidencia a mulher do porto, cais dos amantes, dos perdidos. Venerada e temida, torna seu ofício um lugar de poesia, para sua sobrevivência e fascínio dos homens.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Quintal (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Adriana Martins
O menino Joca vive mergulhado em tecnologias, mas um dia uma visita inesperada quebra sua rotina e muda completamente sua forma de ver o mundo.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Rato de Biblioteca (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Geraldine Marie Gomes, Inecê Gomes e Jacques Beauvoir
Albert, um excêntrico psicanalista, após ouvir uma instigante notícia de rádio, escreve compulsivamente tentando entender a mente de uma suposta criminosa, mas é interrompido por eventos alheios ao seu desejo!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Ruby Box Teatro a La Carta (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Carlota Riveros, direção de Carlota Riveros
Convida a uma viagem de pequenas poesias sobre maletas. Nesta viagem encontrará histórias lindas e feias, de paz e de guerra, histórias bacanas e humanas.Todos juntos veremos as miniaturas! O espetáculo vai começar porque temos humanos reunidos e curiosos. Desliguem seus celulares e vivam a vida agora.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Samba na Caixinha (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Sérgio Biff
O que seria um dia na casa de Tia Ciata, onde foi criado o primeiro samba gravado no Brasil.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h e às 18h no Relógio da Rua XV de Novembro (Boca Maldita)
Saudade (Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua), com Felipe Zacchi, Larissa Miyashiro e Pedro Cobra
O espetáculo apresenta um solitário que percebe um grande buraco no peito. Buscando a razão de sua solidão numa carta, o boneco se vê entre ficar e partir, entre a espera do retorno e a busca deste motivo, desta pessoa, deste tempo, momento ou lugar que alimenta e sacia esta falta: sua saudade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h no Teatro Universitário de Curitiba
Fracassei em Dar um Título para Este Trabalho (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Francisco Mallmann, Semy Monastier e Luciano Faccini
Através da dança e do fracasso em conjunto se cria a empatia entre espectador e corpo em movimento. Dançar não é fácil. Expor-se, menos ainda. Com a fragilidade em foco é possível acompanhar o percurso da artista que falha, falha de novo e falha melhor, por ser sua realidade subjetiva e afetiva.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h na Casa do Contador de Histórias
O Grilo e o Vagalume (Fringe Infantil), com Day Willain, João Mendes e Nic Nilson, direção de João Mendes
Dois insetos que vivem num jardim. Brincam e brigam como qualquer amigo. Um dia, o Grilo, cheio de egoísmo, expulsa o Vagalume, pensando que é o maior e o melhor. Depois de um tempo sozinho ele percebe a solidão e descobre que amizade é como o ar que respiramos e chama o amigo de volta.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 18h no Miniauditório do Guaíra
Alethea Dreams, com Francine Flach, Henrique Manoel Pinho e Luciana Malavasi, direção de Rafael Souza-Ribeiro
Mulher em crise recorre a inovador e misterioso experimento que promete transformar sua vida: o procedimento Alethea. A partir daí, questões como verdade, desvelamento e identidade se misturam a aulas de golfe, criando uma espiral de acontecimentos irreversíveis.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 18h no Espaço Araucária, do MON
Poses para Dormir, com Danilo Rudah, Diego Fortes e Eika Yabusame, direção de Diego Fortes
Em dois apartamentos vizinhos em um país estrangeiro, uma série de coincidências cruza a vida e a identidade de seus habitantes. Nadia, que sofre de pesadelos incendiários, recebe a visita de Jota, um escritor de contos pornográficos. Ele é pai de Tao, uma garota soldado, que desenvolve uma paixão por Bruno, o marido de Nadia.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Gratuito

Às 18h na Praça Santos Andrade
Estapafúrdio, com Charles Augusto, Paulo Thiago, Silvana Rocha e Vera Lucia Farias, direção de Marcio Libar
Mambembear. Aí está a essência do artista. Levar sua arte a qualquer lugar onde alguém esteja disposto a apreciá-la. Pacacoenco, na companhia da sua amiga Jaguaruna, desbrava o interior da geografia mundial e do coração humano. Na bagagem vão seus truques, sua casa e seu amor.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 28

Às 18h no Auditório Antonio Carlos Kraide
O Expresso Polar, com Alexandre Faria, Aline Gonçalves e Claudio Avelar, direção de Alexandre Faria
Adaptação da animação de mesmo nome, a peça retrata uma menina cheia de dúvidas que pega uma extraordinária carona para o Polo Norte, embarcando em uma jornada de autodescobrimento que mostra que a maravilha da vida nunca desaparece para aqueles que acreditam na magia do espírito de natal.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 18h no Memorial de Curitiba
Amor (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Izabela Oliveira, Leonardo Horta, Piera Rodrigues, Rogério Alves e Valquíria Corrêa, direção de João Valadares
Misturando o moderno e o tradicional, beats eletrônicos com violão de nylon, a Dois ou Um apresenta um show com enfoque em seu novo disco, Sex on the Beat, além de releituras de seus antigos trabalhos.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30

Às 18h30 no Teatro Paiol
Projeto Reinventar (Apamonama), com André Meurer, Danilo Silva, Fernando Ribeiro, Kenio Marques e Marcelo Ouro
O Projeto Reinventar tem suas raízes na musicalidade brasileira, da Bossa Nova, do Samba, do Jazz entre outros estilos. Do mesmo modo que o povo brasileiro, que é formado por misturas de culturas de todo o mundo, porém com um “tempero especial” que faz da música brasileira ser referência mundial.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 18h30 no Basement Cultural
Desrazão — O Reino dos de Fora, com Airton Silva, Cesar Povero, Juraci Moreira e Rita Oliveira, direção de Amanda Moreira
Um homem e uma mulher, estranhos, se encontram num lugar e situação caóticos. Ali decompõem suas mentes, vidas e ideias em diálogos, às vezes desconexos. Um necessita do outro, enquanto a noite se deteriora juntamente com seus sonhos. Uma Rainha e um Guerreiro, razão ou loucura, o que é normal?
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 19h no Espaço Cultural Pé no Palco
Clarice Inspira Sim (Mostra Comove), com Alini Maria, Giselle Lima, Natália Sabariego, Saulo e Vinícius Morais, direção de Vanessa Corina
Espetáculo livremente inspirado na obra A Hora da Estrela, de Clarice Lispector. Em cena, quatro atores revelam, através do jogo cênico, a história de uma mulher que vive numa cidade toda feita contra ela. Intensidade, singeleza, emoção, musicalidade e explosão permeiam a obra do início ao fim.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Às 19h no Teatro Cena Hum
As Mulheres da Rua 23 (Mostra Cena Hum), com Bianca Lage, Dans Souza e Everson Silva, direção de Carlos Alexandre
Conta com humor a história de duas amigas que se encontram todos os dias, no mesmo horário e local, para contar casos e histórias de vida. O lugar apresenta uma atmosfera misteriosa que vai sendo desvendada ao longo da trama, revelando um final surpreendente ao público.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 40

Às 19h no Teatro Universitário de Curitiba
Onça #4 (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Leo Bardo e Matheus Henrique
A ação parte da subversão da lógica de violência que ataca existências cuirs no Brasil e América Latina. Ao mesclar performance às artes visuais e cênicas aprofundamos a experiência do corpo num processo criativo de vingança, pólvora e porra. Language barrier: my cucu!
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 19h na Ave Lola
A Pequena Abelha e a Árvore Alta, com Ailén Roberto, Ana Rosa Genari Tezza e Arthur de Lima Jaime, direção de Ana Rosa Genari Tezza
O espetáculo dá continuidade a pesquisa poética da Trupe Ave Lola, levando a cena um universo fantástico. A história acontece na época áurea do ciclo da borracha, em Manaus de 1911. Três mulheres de povos distintos são desafiadas a enfrentar os medos e as ameaças de uma dura realidade.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 19h no Teatro Novelas Curitibanas
Aquela que é (Cambutadefedapada), com Christian Alves, Cislea Maria dos Santos, Helen de Aguiar, Juliana Virtuoso e Luiz Tschannerl, direção de Rafael Pacheco
Téssera Companhia de Dança da UFPR. Criada em 1981, a Téssera Companhia de Dança da Universidade Federal do Paraná é uma referência no cenário artístico nacional, com reconhecimento conquistado ao longo de uma trajetória de 37 anos de trabalho ininterrupto.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 20h na SEEC
Enlatados, com Alessandro Massayumi Nakatani, Amanda Reis e Larissa Sehn da Rocha
A peça é a junção de esquetes de autores brasileiros. Com tom cômico nas cenas, sem ligação nenhuma entre elas, os atores criam um jogo de dinamismo, utilizam do mesmo cenário minimalista e contam com um baú de onde tiram as características de sua personagem.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 20h na Comparsaria Cênica
Os Comparsas em A Mulher do Zebedeu (Mostra Circo-Teatro dos Comparsas), com Beatriz Tomilhero, Eduardo Reis e Felipe Baluta, direção de Helio de Aquino
Borracha fica louco ao saber que sua amante, Mimi, está em sua casa. Para esconder a amante da esposa Teodora, o malandro mente e diz que Mimi é esposa de seu amigo Zebedeu. Plácida, a verdadeira esposa de Zebedeu, vai à procura do marido na casa de Borracha, o que o coloca em mais encrencas.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 30

Às 20h no Espaço de Arte
A Christmas Carol, com Bruno Cadore, Diogo Peroni e Laura Binder, direção de Janja Rosa
Apresentada inteiramente em inglês, A Christmas Carol narra a história de Ebenezer Scrooge, um avarento idoso que é visitado pelo fantasma de seu ex-parceiro de negócios, Jacob Marley, e pelos espíritos do Natal passado, do presente e dos que estão por vir. Após as visitas, Scrooge reavalia sua vida.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 30

Às 20h no Teatro Cleon Jacques
Lepap, com Andromeda, Jade Giaxa e Karina Rozek, direção de lepAp
O espetáculo é resultado do encontro entre artistas da Faculdade de Artes do Paraná e foi feito inteiramente com Modo Operativo AND, técnica de investigação formulada pela antropóloga e performer Fernanda Eugenio. A poética se caracteriza pela abertura aos acidentes e tangencia questões de gênero e sexualidade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 20h no Teatro Universitário de Curitiba
Mil Besos (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), com Cali Ossani, Gabriel Machado e Jo Mistinguett
Como se dança um exagero? Eu, menino/monstro na tentativa de me manter em pé para uma plateia de pessoas. Eu, um compilado de histórias e explicações malfadadas, um compilado de fracassos. Pés mecânicos de um fake flamenco made in china, taxidermizado e vendido em reprodução barata.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 20h no Teatro Paiol
Show Desassossego (Apamonama), com Rafael Bueno, Renan D’Ávila e The Mitch
“Desassossego” é o registro musical de uma fase de descobertas, início e final de ciclos, de amores e desamores. Buscando inspiração direta nos álbuns “Recanto”, de Gal Costa (2011) e “Tropix”, de Céu (2016), o resultado sonoro mescla MPB e inserções eletrônicas repletas de sutilezas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 20h no Teatro Rodrigo D’Oliveira
O Farol (Mostra Transcendental), com Alexandre Luft, Andressa Ribeiro e Andrey Cechelero, direção de Rodrigo D’Oliveira
Uma alma prisioneira de si mesma que, enquanto acorrentada em um antigo Farol, revive os conflitos de um passado em que viveu como uma duquesa. Ao julgar ter sido abandonada pelo seu amor, ela acabou destruindo a felicidade de três mulheres, não permitindo que elas fossem amadas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 20h e às 23h no Curitiba Comedy Club
Afonso Padilha em Alma de Pobre, com Afonso Padilha
O comediante, humorista e roteirista apresenta seu quarto show solo, no qual fala sobre estigmas sociais, usando histórias pessoais para ilustrar que não importa quanto você ganhe de dinheiro, você continuará sendo pobre.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: R$ 60

Às 20h30 no Clube Curitibano — Sede Concórdia
Sherazade, com Adriana Vilar, Alexandra Mayrhofer e Ana Mary Fortes, direção de Enéas Lour
Este é o 15° espetáculo que o Grupo de Teatro do Clube Curitibano encena em 13 anos de atividade. Um espetáculo de porte, com 13 atores no elenco, vídeos produzidos e encenados pelos atores do Grupo que ilustram as histórias fantásticas de Sherazade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 21h no Teatro Fernanda Montenegro
Frida, La Pasión, com Ariane Ferrari, Cacá Toledo, Clara Melo, Igor Kowalewski e Ramon Cabrer, direção de Ricardo Rizzo
A noção do que é real ou imaginário se confunde, o tempo perde a lógica. Revivemos a vida como ela foi ou como imaginamos que deveria ter sido, sem os freios que nos impedem de sermos plenos. Na essência de Frida, muita paixão e cor tomando essas lembranças em seus últimos momentos de vida.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 21h no Teatro Lala Schneider
Máfia — A Comédia, com Alan Christian, Bruna Melnik e Daniel Marcondes, direção de João Luiz Fiani
Estados Unidos, década de 1930. A gangue do lendário mafioso Al Capone aterroriza a cidade de Chicago, desafiando a lei e a ordem e ridicularizando as forças policiais. Quando a situação foge de controle, é chamado a agir o mais famoso policial do país: Eliot Ness, que comanda um grupo de elite.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Às 21h na Associação Atlética Banco do Brasil
Como Conquistar uma Mulher sem Dinheiro, Carro e Desempregado em Curitiba, com Simone Ceve e Treat Serpa, direção de Treat Serpa
As curitibanas já são complicadas! Agora imagine você querendo conquistar uma delas sem dinheiro, sem carro e sem emprego. E tem mais: você é catarinense! Será que existe alguma chance? Venha se divertir com esta comédia.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 40

Às 21h na Casa do Damaceno
Poéticas de Terra e Céu, com Danilo Gomes Neiva e Murilo de Andrade
Vem o menino-homem contar suas estórias inventadas: estórias que fazem parte dos nós que nos fazem ser, das terras que pisou, dos ares e céus que bebeu e que no seu rosto tocaram. Aventuras e desventuras de uma infância criança que diante dos olhos da imaginação e da invenção saltam e ganham vida.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 21h no Espaço Fantástico das Artes
Cabaré dos Palhaços (Mostra Fantástica), com Palhaça Tinoca, Palhaço Sarrafo e Palhaço Wilson, direção de Sarrafo
Tradição do grupo, a peça reúne em um mesmo espaço espetáculos multiperformance. Uma grande variedade de “números” e manifestações artísticas em uma única apresentação: circo, dança, música, teatro e, é claro, muita palhaçada. Após cada apresentação, Sarrafo, Tinoca e Wilson fazem uma paródia.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 21h no Auditório Antonio Carlos Kraide
Encantado e Esquecido Conto de Quem Somos, com Aline de Cássia Bernardino, Eduarda Santana e Flávia Cristina Soares, direção de Felipe Quadra
Uma Ninfa e um Fauno, guardiões de uma floresta, precisam salvar suas lembranças antes que o Esquecimento as leve embora. Surge a esperança quando humanos se perdem na floresta e estão dispostos a ajudar com contos e histórias para que a peça continue antes que eles desistam de seus próprios papéis.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 20

Às 21h no Teatro Cena Hum
Negro Não Nego (Mostra de Teatro Cena Hum), com Everson Silva, Juliana Guiné e Jéssica Santos, direção de Glayson Cintra
Resistência, humanidade, força, poder entre outras questões do negro na sociedade, do passado e do presente, são abordados com palavras, canto, dança e desenhos de corpos.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 10

Às 21h30 no Basement Cultural
Animais Anômalos, com Caroline Grechi, Flavia Nishimoto e Gabriela Chierintin, direção de Vinícius Zampieri
Quanto valeu a sua felicidade? Com o tempo no presente parece que ainda pertencemos ao passado sem poder falar ou agir com o nosso amor em sinônimos. Animais: humanos. Anômalos: desiguais. Quantas ironias a mais estão nos escondendo deste “mundo gay”?
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 21h30 no Teatro Paiol
Show Vibração (Apamonama), com André Meurer, Jow Maran e Thales Lucca
Misturando o moderno e o tradicional, beats eletrônicos com violão de nylon, a Dois ou Um apresenta um show com enfoque em seu novo disco, Sex on the Beat, além de releituras de seus antigos trabalhos.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 22h no Memorial de Curitiba
Chão de Pequenos (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Ana Maria Gonçalves, Bárbara Toffanetto e Bremmer Guimarães, direção de Zé Walter Albinati
Um queria ser piloto de corrida. O outro gostava de ouvir a quietude. Vieram da terra onde, afirmam alguns, as crianças já nascem mortas ou envelhecem ainda meninos. Da rua. Texto, movimento, paisagens sonoras numa fábula que se pergunta sobre amizade, adoção, abandono. E sobre os desabandonos.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 30

Guritiba

Em instituições sociais
Licença Preu Passar, com Leonides Quadra
Já imaginou você andando pela rua indo pagar contas, trabalhar ou apenas fazendo um passeio quando, no meio da calçada, encontra uma roda de pessoas, e dentro dessa roda um palhaço? Algo completamente incomum, não é? Esse é o espetáculo “Licença P’reu Passar”, que o palhaço Tico Bonito o convida para parar e apreciar. Um espetáculo com muitas brincadeiras, corda bamba, mágicas e um arriscado número de adestramento, tudo feito para transformar o dia de quem o assiste simplesmente rindo, mas sem deixar de despertar o senso crítico, presente no ser humano.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Confira a programação do festival nos dias 26, 27, 29, 30, 31, , 2, 3, 4, 5, 6 e 7


Espetáculos do Centro Cultural Teatro Guaíra

» Bilheteria do Teatro Guaíra
Segunda a domingo: 10h às 22h
Espetáculos iniciados antes das 11h30: a bilheteria abrirá uma hora e meia antes do início do espetáculo

» Call Center Disk Ingressos: (41) 3315-0808
Segunda a sábado: 9h às 22h
Domingo: 9h às 18h

» Quiosques Disk Ingressos (Shoppings Mueller e Estação)
Segunda a sábado: 10h às 22h
Domingo: 14h às 20h

» Shopping Crystal
R. Comendador Araújo, 731
Segunda a sábado: 13h às 21h
Domingo: 14h às 20h

» Loja Disk Ingressos (Shopping Palladium)
Segunda a sábado: 11h às 23h
Domingo: 14h às 20h

Site Disk Ingressos

Demais espetáculos

» Bilheteria do ParkShopping Barigüi
R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600
Piso Superior, lado Norte
Segunda a sexta: 11h às 23h
Sábado: 10h às 22h
Domingo: 14h às 20h

» Bilheteria do Shopping Mueller
Av. Cândido de Abreu, 127
Piso L3
Segunda a sábado: 10h às 22h
Domingos e feriados: 14h às 20h

Site do Festival de Curitiba

Como usar o desconto do clube

Desconto de 50% disponível para sócios do Clube Gazeta do Povo.

Válido para compra de 2 ingressos em peças da mostra principal e do Fringe. Não válido para as demais mostras.

Desconto concedido mediante apresentação do cartão do Clube Gazeta do Povo ou cartão virtual via aplicativo (saiba mais) acompanhado de documento de identificação oficial com foto. A apresentação do cartão e do documento é obrigatória.

Não cumulativo com outros descontos e promoções.

Preços

Varia de acordo com a atração