Gabriella di Laccio, considerada pela BBC World como uma das 100 Mulheres mais Inspiradoras do mundo, se apresenta no Festival de Curitiba em 2019. Os shows da série Do Convento à Sala de Concerto acontecem a partir do dia 27 de março (quarta), sempre na Capela Santa Maria. Os ingressos para as apresentações da soprano têm preços a partir de R$ 35.

Além de Gabriela, outras atrações começam suas temporadas no Festival na mesma data. No Fringe, peças de várias companhias ocupam teatros e ruas da cidade. Parte da programação é gratuita.

Confira abaixo a programação do dia 27

Mostra principal

Às 18h e às 21h na Casa Hoffmann
Fedra, com Airton Rodrigues, Cintia Napoli, Rubia Romani, Malki Pinsag e Maikon K., direção de Eduardo Ramos
Inspirado em “Amor de Phaedra”, de Sarah Kane, pesquisas da Wikipédia e “comentários da internet”, a necessidade da reinterpretação do mito se torna mais urgente em tempos mais curtos. Dia do aniversário de Hipólito. Uma celebração. Uma fricção de linguagens. Uma família que interpreta repetidas colisões através do tempo.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: Gratuito

Às 21h no Teatro Guaíra
Aquele que Cai (Celui qui Tombe), com Julien Cramillet, Kerem Gelebek, Jean-Yves Phuong, Sarah Silverblatt-Buser, Marie Vaudin e Francesca Ziviani, direção de Yoann Bourgeois
Uma plataforma de madeira de seis metros por seis metros, suspensa dois metros, que desce, sobe, balança, balança, gira em torno do seu eixo principal. Seis artistas devem permanecer nela em pé. Ao invés de iniciar o movimento, cada um deles reage a ele. Yoann Bourgeois cria cada um de seus shows como um jogo para experimentar novos princípios físicos. Aqui, os “jogadores” trabalham contra forças centrífugas e centrípetas, tentando manter o equilíbrio, evitando ser o que cai (Celui qui tombe). Um espetáculo fascinante e esclarecedor, ágil, arrojado e com grande força poética.

Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Às 21h no Guairinha
As Comadres, com Beth Lamas, Gabriela Carneiro da Cunha e Juliana Carneiro da Cunha, direção de Ariane Mnouchkine
Convidadas por Germana para lhe ajudar a colar um milhão de selos, e assim ganhar tudo que é preciso para mobiliar sua casa, Linda, Mariângela, Branca, Romilda, Lisa, Rosa, Ivete, Lisete, Angelina, Teresa, Pietra, Gabriela, Olivina e Ginete são personagens que podem estar reunidas neste momento na periferia de São Paulo, no subúrbio do Rio, ou à margem de qualquer grande cidade do mundo. Mulheres que trabalham, cuidam de seus filhos e marido, que traem e são traídas, que rezam. São amigas, cunhadas e vizinhas que, reunidas na cozinha, colando os selos falam dos seus sonhos e dissabores, desejos e medos, anseios e frustrações.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Às 21h na Capela Santa Maria
Do Convento à Sala de Concerto, com Gabriella Di Laccio (soprano), Cristina Capparelli (piano) e Catarina Domenici (piano)
Grandes compositores da música clássica são citados com frequência e suas obras estão em renomadas casas de concertos do mundo, mas poucas pessoas conhecem as grandes compositoras eruditas. Apontada pela BBC World como uma das 100 mulheres mais influentes e inspiradoras do mundo em 2018, a soprano Gabriella Di Laccio volta ao Brasil para um recital de voz e piano apenas com obras de mulheres. Ao lado da pianista Cristina Capparelli e da pianista e compositora Catarina Domenici, ela apresenta um repertório que cobre mais de cinco séculos de contribuição feminina para a música erudita ocidental.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Mostras convidadas

Às 21h no Teatro Zé Maria
Mississipi (Mostra Satyros), com Ivam Cabral, Nicole Puzzi e Eduardo Chagas, direção de Rodolfo García Vázquez
Durante os últimos vinte anos, a Praça Roosevelt passou por um processo de profunda transformação, de local perigoso a um efervescente ponto cultural. A montagem faz dela uma alegoria das últimas décadas, passando pelos governos Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma, até a ascensão da nova direita com a eleição de Jair Bolsonaro. As personagens principais são pessoas em situação de rua e os desafios de suas vivências na região, como o tráfico, a dificuldade de sobrevivência, a violência e o abuso policial, entre outros.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 70 (R$ 35 meia entrada)

Interlocuções

Das 14h às 20h30 na Galeria Ponto de Fuga
Exposição Rastro — Não Sei Por Onde ir mas o Meu Corpo Sabe
A exposição com curadoria de Margit Leisner e Erica Storer é construída com base em registros de performances. Fotografias, vídeos, textos, publicações e relíquias que formalizam a ação de onde surge a imagem. Mais do que apresentar registros para um recorte temporal ou histórico da performance arte, o que se pretende é apresentar imagens do corpo no contexto da ação. Em que medida é possível uma equivalência: entre uma performance realizada e a imagem propagada para além daquele instante? Fotógrafos, artistas, críticos de artes e o público são todos protagonistas das narrativas que servem de referência para uma história da performance. A exposição oferece pistas e possibilidades de enquadramento da live art para além do tempo presente.

Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h no Sesc Paço da Liberdade
Preto (mesa redonda), com Márcio Abreu, Nadja Naira, Cassia Damasceno e Felipe Soares
A fala pública de uma mulher negra é o ponto de partida para apresentar ao público reflexões sobre as possibilidades de interação entre as diferenças e o papel essencial do diálogo sobre assuntos urgentes. Criação da Companhia Brasileira de Teatro, PRETO trata do racismo, do preconceito, da violência, da empatia e da posição da “mulher preta lésbica” como sujeito num mundo dominante branco, masculino e hétero. O texto é de Grace Passô, Marcio Abreu e Nadja Naira, construído durante processo de pesquisa com os atores Cassia Damasceno, Rodrigo Bolzan, Felipe Soares e Renata Sorrah.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 18h na Capela Santa Maria
Do Convento à Sala de Concerto (palestra), com Gabriella Di Laccio, Cristina Capparelli e Catarina Domenici
A soprano Gabriella Di Laccio (BBC World 100 Women 2018), a pianista Cristina Capparelli e a compositora Catarina Domenici falam sobre o repertório do concerto a ser apresentado, suas experiências pessoais como mulheres no meio musical, a realidade da vida de um artista no exterior e como encontrar a sua voz. Gabriella Di Laccio também introduz o projeto DONNE, criado por ela na Inglaterra em 2018 que tem foco em divulgar e promover a obra de compositoras históricas e contemporâneas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Fringe

Às 10h na Praça Rui Barbosa
A Estória do Homem que Vendeu sua Alma ao Diabo e Quase Perdeu o seu Amor, com Edmar da Silva, Eliane Correia e Jacimar Henrique, direção de Carlos Ola
Severo, pobre e apaixonado pela donzela Felícia, filha do rico, interesseiro e preconceituoso coronel, tenta pedir a mão da "bonequinha de milho" em casamento, mas é recebido à bala, porque o coronel prefere a filha freira a ser casada com um “Zé Ninguém” (apelido dado pelo coronel a Severo).
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h, às 15h, às 18h e às 22h no Memorial de Curitiba
Kitutu Gourmet (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com a chefe de cozinha Kelma Zenaide
Kitutu significa comida saborosa. Kelma Zenaide idealiza a partir de inspirações ancestrais que entrelaçam culinária afro-brasileira e a resistência de mulheres negras.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h no Memorial de Curitiba
Roda de Conversa Teatro Negro (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com o mediador Felipe Soares
A proposta é dialogar a partir das produções de Teatro Negro de Curitiba e Belo Horizonte. Grupos e artistas participantes falarão sobre vivências, trajetória e percurso artístico dentro de seus Estados e também no cenário brasileiro como um todo.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 10h30 no Cavalo Babão
A Maravilhosa História do Sapo Tarô Bequê, com Cleverson Modesto, Duílio de Pol e Igor Bleggi, direção de Adriana Sottomaior
Tarô Bequê é um sapo que sonha em virar gente. Para realizar seu desejo ele conta com a ajuda de Nho Focur, o pai do mato. Tarô Bequê não imaginava que a vida de homem seria repleta de desafios.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 11h no Teuni
Antígona e Agora, com Adão Vieira de Faria, Bárbara Ayona e Camile Gracien
Um diálogo metonímico e inacabado entre mulheres, extremamente cômico e recheado de auto referências, joga com o fantasma do mito inexorável de Antígona, a consciência individual; com o poder do Estado; com a obrigação ou não de se aceitar as leis e com a própria existência de uma Lei natural.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 11h no Teatro Cleon Jacques
Lepap, com Andromeda, Jade Giaxa e Karina Rozek, direção de lepAp
O espetáculo é resultado do encontro entre artistas da Faculdade de Artes do Paraná e foi feito inteiramente com Modo Operativo AND, técnica de investigação formulada pela antropóloga e performer Fernanda Eugenio. A poética se caracteriza pela abertura aos acidentes e tangencia questões de gênero e sexualidade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 11h na SEEC
Que Meleca! Sumiram as Letras da Biblioteca! (Fringe Infantil), com André Bonin, Carol Amparo, Giovanna Machado, Luciano Lima, Sérgio Nunes e Thamires Amaral, direção de Carol Amparo
Um grande mistério tomou conta da cidade de Paralelogramolândia. Todas as letras, de todos os livros, desapareceram! Três corajosas crianças se unem a uma empolgada viajante e uma amável bibliotecária para trazer a literatura de volta à cidade. Entre danças e poesias a aventura acontece com magia!
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 12

Ao meio-dia no Auditório Antonio Carlos Kraide
Aterra, com Gabriela Santos, Gabriele Christine, Mariana Montezel e Renan Bonito, direção de Adelvane Néia
Inspirada pela cidade de Jacarezinho, no Paraná, entre 1920 e 1950, a peça narra a vida de um homem simples, caipira, tendo como conflito os seus “aterramentos”. A trilha sonora original, inspirada na espacialização do som, auxilia nossa viagem a esta delicada e emocionante poesia documental.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 20

Às 13h na Praça Osório e às 19h na Vila Urbana Gastronomia
O Cravo e a Rosa — Uma Nova Canção, com Fer Rodrigues, Francielly Veiga e Heriveuto Souza
Já ouviu dizer que em briga de marido e mulher ninguém mete a colher? Tudo conversa furada! O Cravo e a Rosa já cansaram de tanta briga e precisam de uma ajudinha para mudar essa história. Que tal nos ajudar a mudar essa canção? A peça traz a cultura do pé vermelho em suas músicas, poesias e cenas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 13h30 na Rua da Cidadania Matriz e às 18h na Praça Santos Andrade
Acorda, Serafim!, com Aline Chella e Edmundo Cezar
Encenação que apresenta uma provocação a respeito de possibilidades preventivas do suicídio, mantendo uma abordagem com leveza e criatividade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 13h30 no Bebedouro do Largo da Ordem
Rita e Pipa, com Rafael Back, Carol Oliveira e Vânia Santos
“Rita e a Pipa” conta a história de João Cabrabão e sua filha, Rita Cabrita. Desiludida, a menina resolve não ter mais nenhum tipo de sentimento por medo de sofrer. O pai tem uma ideia que poderá ajudar a filha a lidar com esses sentimentos e começa a partir daí uma emocionante jornada.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h na SEEC
A Megera Domada, com Bia Martarello, Bruno Léo e Claudio Mingardo, direção de Ronaldo Marin
Bianca poderá se casar quando a megera Catarina conseguir um pretendente. Nenhum louco se apresenta para domá-la, até que surge o ousado Petruchio. Com muito humor, o Cena IV leva aos palcos esse tema ainda provocante que convida o público a refletir sobre as relações humanas.
Classificação indicativa: 10 anos
Preço: R$ 40

Às 14h no Teuni
Atos de Violência, com Alexandre Faria, Aline Gonçalves e Claudio Avelar, direção de Alexandre Faria
O espetáculo apresenta diversos contos que retratam diferentes formas de violência, como a moral, psicológica, corporal, entre outras. Em forma de flashes transporta o público por diferentes universos e o convida a uma reflexão sobre o tema.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 14h no Teatro Cleon Jacques
Coma, com Alini Maria, Arthur Augustus, Celine Liris, Elton Meduna, Thiago Pereira e Victor Dezute, direção de Elton Meduna
Quarto espetáculo autoral da Cia.Teatral Pathos, a peça trata de questões que permeiam o cotidiano de todos nós de maneira direta e brutal. Situações ligadas ao trabalho análogo à escravidão e ao abuso de poder são alguns temas abordados.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Ribalta (Mostra Ceca Guido Viaro), fotografias de Giselle Nicaretta, Maria Ravazzani e William de Oliveira
Nesta exposição você verá olhares de três fotógrafos sobre os espetáculos apresentados no evento cultural e pedagógico chamado “Te Encontro no Guido” e poderá vivenciar um pouco das peças que passaram por este evento no CECA Guido Viaro no período de 2013 a 2018.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h na Casa do Contador de Histórias
O Grilo e o Vagalume (Fringe Infantil), com Day Willain, João Mendes e Nic Nilson, direção de João Mendes
Dois insetos que vivem num jardim. Brincam e brigam como qualquer amigo. Um dia, o Grilo, cheio de egoísmo, expulsa o Vagalume, pensando que é o maior e o melhor. Depois de um tempo sozinho ele percebe a solidão e descobre que amizade é como o ar que respiramos e chama o amigo de volta.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 14h10 no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Carimbos (Mostra Ceca Guido Viaro), com direção de Daniella Nery
Corpo registro, corpo carimbado, corpo lembrança, corpo registro. O Grupo de Dança Guido Viaro foi criado em 2015 e é orientado por Daniella Nery. Tem em seu elenco pessoas interessadas em arte, dança, trocas e encontros. Sediado no CECA Guido Viaro, a cada ano compartilha sua pesquisa em dança contemporânea.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h40 no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Mostra de Cenas Curtas (Mostra Ceca Guido Viaro), com Aline Bernardino, Eduarda Santana e Flávia Cristina Soares, direção de Felipe Quadra
Mostra coletiva de processos cênicos desenvolvidos pelo grupo Sétima Cena em 2018. As apresentações foram construídas a partir de oficinas sobre espaço, energia, corpo, improvisação e expressão.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 14h40 no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Em Poucas Palavras (Mostra Ceca Guido Viaro), com Alyssa Riccieri, Álvaro Lopes e Bianca Kaston, direção de Marcelo Cabarrão
Peça performática elaborada a partir de monólogos, alguns de autoria do próprio elenco e outros inspirados em autores diversos, que aborda a dificuldade de comunicação em nossa época. Contraditoriamente, em meio à profusão de meios de comunicação o ser humano enfrenta uma verdadeira crise de identidade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 15h no Miniauditório do Guaíra
Alethea Dreams, com Francine Flach, Henrique Manoel Pinho e Luciana Malavasi, direção de Rafael Souza-Ribeiro
Mulher em crise recorre a inovador e misterioso experimento que promete transformar sua vida: o procedimento Alethea. A partir daí, questões como verdade, desvelamento e identidade se misturam a aulas de golfe, criando uma espiral de acontecimentos irreversíveis.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 15h e às 21h na Casa do Damaceno
Memórias Vol. 3, com Carol Amparo, Josi Santos e Júlio Márquez, direção de Júlio Márquez
E se você pudesse voltar à infância e reviver os momentos mais felizes da sua vida? E se você pudesse sentir o sol da manhã no rosto ao abrir a janela ou o cheiro do café da sua avó passado no coador de pano? Cuidado: não só lembranças boas habitam a memória.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 16h na Praça Osório
A Mulher Árvore, com Amanda Cardoso, Amanda Maia e Daniel Moreno
A Mulher Árvore é um espetáculo curto de formas animadas, encenado em um teatro lambe-lambe, também conhecido como o menor teatro do mundo. A proposta é dialogar com a arte contemporânea feminista em uma produção sutil, provocativa e acessível para todas as idades.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 10

Às 17h no Teatro Cleon Jacques
Minha Morte, com Angelica Joppert, Larissa Zimmermann e Lisandra Dantas, direção de Thiago Andrade
Em um apartamento sem janelas, Jonas decide morrer. Mas logo é surpreendido pela visita de sua irmã que revela que o seu pai tem poucas horas de vida. Então, Jonas terá de escolher entre suas vontades ou não decepcionar a quem ama.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 20

Às 17h na SEEC
Espetáculo Serraria, com Palhaço Lendário Tchonski, Palhaço Loro e Palhaço Pituxo
Você sabe o que acontece dentro de uma serraria? Como aquele belo móvel dentro da sua casa é construído? Talvez nem esses três saibam! Tchonski, Pitucho e Loro são três figuras excêntricas e cômicas com um objetivo em comum dentro de uma serraria! Venha descobrir.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 17h no Teatro Paiol
Show Vibração (Apamonama), com André Meurer, Jow Maran e Thales Lucca
Misturando o moderno e o tradicional, beats eletrônicos com violão de nylon, a Dois ou Um apresenta um show com enfoque em seu novo disco, Sex on the Beat, além de releituras de seus antigos trabalhos.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 17h30 no Bebedouro do Largo da Ordem
Toca Raul, com Duílio De Pol, Igor Bleggi, João Mauro Cruz, Raul Santiago e Simone Klein, direção de Adriana Sottomaior
O projeto leva para as ruas de Curitiba uma reflexão por meio das músicas e pensamentos de Raul Seixas. Construído a partir de entrevistas e escritos do Raulzito, o texto possui narrativa em forma de discursos, poesias e, claro, músicas ao vivo.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 18h no Auditório Antonio Carlos Kraide
O Expresso Polar, com Alexandre Faria, Aline Gonçalves e Claudio Avelar, direção de Alexandre Faria
Adaptação da animação de mesmo nome, a peça retrata uma menina cheia de dúvidas que pega uma extraordinária carona para o Polo Norte, embarcando em uma jornada de autodescobrimento que mostra que a maravilha da vida nunca desaparece para aqueles que acreditam na magia do espírito de natal.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 20

Às 18h no Memorial de Curitiba
Chão de Pequenos (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Ana Maria Gonçalves, Bárbara Toffanetto e Bremmer Guimarães, direção de Zé Walter Albinati
Um queria ser piloto de corrida. O outro gostava de ouvir a quietude. Vieram da terra onde, afirmam alguns, as crianças já nascem mortas ou envelhecem ainda meninos. Da rua. Texto, movimento, paisagens sonoras numa fábula que se pergunta sobre amizade, adoção, abandono. E sobre os desabandonos.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 30

Às 18h30 no Basement Cultural
Homero à Moda da Casa — Fuzuê na Odisseia, com Alan Livan Araujo, Daiane Dias, Magê Blanques e Marivaldo Alves, direção de Jorge Peloso
Maria Fuzarca encontra Homero para brincar com suas narrativas fantásticas. Fuzuê na Odisseia traz alguns episódios das aventuras de Ulisses, com humor popular e tempero brasileiro. Os dois atores alternam os diversos personagens, usando recursos de narração, interação, música e improviso.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 30

Às 18h30 no Teatro Paiol
Show Desassossego (Apamonama), com Rafael Bueno, Renan D’Ávila e The Mitch
“Desassossego” é o registro musical de uma fase de descobertas, início e final de ciclos, de amores e desamores. Buscando inspiração direta nos álbuns “Recanto”, de Gal Costa (2011) e “Tropix”, de Céu (2016), o resultado sonoro mescla MPB e inserções eletrônicas repletas de sutilezas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 19h no Teatro Novelas Curitibanas
Aquela que é (Cambutadefedapada), com Christian Alves, Cislea Maria dos Santos, Helen de Aguiar, Juliana Virtuoso e Luiz Tschannerl, direção de Rafael Pacheco
Téssera Companhia de Dança da UFPR. Criada em 1981, a Téssera Companhia de Dança da Universidade Federal do Paraná é uma referência no cenário artístico nacional, com reconhecimento conquistado ao longo de uma trajetória de 37 anos de trabalho ininterrupto.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 19h no Teatro Universitário de Curitiba
Mamãe, Quero Ser Caricata (Selva — Mostra de Artes Degeneradas), direção de Etruska Waters e Zaira Zarathustra
Um ininterrupto festival de dublagens, criado e dirigido pelas irmãs postiças, amigas, rivais e amantes: Etruska Waters e Zaira Zarathustra. Em sua versão festiva de abertura dos trabalhos da Selva no inferninho mais escrachado e underground da baixa Curitiba, o TUC.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 19h na Ave Lola
A Pequena Abelha e a Árvore Alta, com Ailén Roberto, Ana Rosa Genari Tezza e Arthur de Lima Jaime, direção de Ana Rosa Genari Tezza
O espetáculo dá continuidade a pesquisa poética da Trupe Ave Lola, levando a cena um universo fantástico. A história acontece na época áurea do ciclo da borracha, em Manaus de 1911. Três mulheres de povos distintos são desafiadas a enfrentar os medos e as ameaças de uma dura realidade.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: Pague o quanto vale

Às 20h no Teatro Paiol
Projeto Reinventar (Apamonama), com André Meurer, Danilo Silva, Fernando Ribeiro, Kenio Marques e Marcelo Ouro
O Projeto Reinventar tem suas raízes na musicalidade brasileira, da Bossa Nova, do Samba, do Jazz entre outros estilos. Do mesmo modo que o povo brasileiro, que é formado por misturas de culturas de todo o mundo, porém com um “tempero especial” que faz da música brasileira ser referência mundial.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 20h na Comparsaria Cênica
Os Comparsas em Mania de Grandeza (2ª Mostra de Circo-Teatro dos Comparsas), com Barbara Freitas, Eduardo Reis e Felipe Baluta, direção de Helio de Aquino
Um bilhete de loteria transforma a vida de uma família humilde do subúrbio. Será que o dinheiro é capaz de fazê-la mais feliz? Como será a nova vida milionária? O casal vai se meter em muitas dificuldades na vida em meio a aristocracia.
Classificação indicativa: 12 anos
Preço: R$ 20

Às 20h na SEEC
Enlatados, com Alessandro Massayumi Nakatani, Amanda Reis e Larissa Sehn da Rocha
A peça é a junção de esquetes de autores brasileiros. Com tom cômico nas cenas, sem ligação nenhuma entre elas, os atores criam um jogo de dinamismo, utilizam do mesmo cenário minimalista e contam com um baú de onde tiram as características de sua personagem.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 20h no Teatro Cleon Jacques
Meros Mortais, com Arthur Augustus, Celine Liris, Elton Meduna, Juliana Beatriz, Maria Delurdes Meduna Rodrigues e Thiago Pereira, direção de Elton Meduna
Trabalho autoral e terceiro espetáculo da Cia.Teatral Pathos tem como principal tema o ser humano ao tratar de questões sobre o individualismo, soberba e ganância. Contrapondo a tudo isso, fala também sobre resistência, esperança, luta e dignidade.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 20h no Teatro Rodrigo D’Oliveira
O Farol (Mostra Transcendental), com Alexandre Luft, Andressa Ribeiro e Andrey Cechelero, direção de Rodrigo D’Oliveira
Uma alma prisioneira de si mesma que, enquanto acorrentada em um antigo Farol, revive os conflitos de um passado em que viveu como uma duquesa. Ao julgar ter sido abandonada pelo seu amor, ela acabou destruindo a felicidade de três mulheres, não permitindo que elas fossem amadas.
Classificação indicativa: Livre
Preço: R$ 40

Às 20h no Centro de Capacitação em Artes Guido Viaro
Projeto Urbano (Mostra Ceca Guido Viaro), com Ana Paula Moraes, Brian Cristian e Daniela Schmidt
Trabalho de Dança Contemporânea (des) orientado por Daniella Nery. Como se chega sólido e evapora? Quanto tempo para a diluição? Esbarrar e borrar nas tentativas dos outros, na delicadeza e na estranheza. Oposição na cidade cinza, no diverso e no singular. Qual a sua relação com a cidade?
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Às 21h no Miniauditório do Guaíra
Meus Cabelos de Baobá, com Beá Felicio dos Santos, Binho Schaefer e Cachalotte, direção de Vilma Mello
O espetáculo de teatro dança nasce do desejo de buscar outras narrativas para a encenação. Através de uma estética negra, Meus Cabelos de Baobá valoriza a identidade negra feminina e sua capacidade de se reinventar. Além de dar luz a cultura da oralidade e corporal tão presentes no universo africano e afro-brasileiro.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 30

Às 21h na Associação Atlética Banco do Brasil
As Mentiras que os Homens Comprometidos Contam, com Emily Camargo, Mahara Ferreira e Ricardo Godoi, direção de Ricardo Godoi
Uma comédia pedagógica que ensina às mulheres as mentiras dos homens e ensina aos homens novas mentiras para contar para as mulheres.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 40

Às 21h no Teatro Fernanda Montenegro
Frida, La Pasión, com Ariane Ferrari, Cacá Toledo, Clara Melo, Igor Kowalewski e Ramon Cabrer, direção de Ricardo Rizzo
A noção do que é real ou imaginário se confunde, o tempo perde a lógica. Revivemos a vida como ela foi ou como imaginamos que deveria ter sido, sem os freios que nos impedem de sermos plenos. Na essência de Frida, muita paixão e cor tomando essas lembranças em seus últimos momentos de vida.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 21h no Auditório Antonio Carlos Kraide
A Comédia da Criação, com Amanda Souza, Aymee Santos e Phelipe Magalhaes, direção de Roger Bortolan
A história da criação do mundo como você nunca viu. Contagiante e hilariante. De forma inusitada, descontraída e com muito bom humor, a ONG CTM Cultural conta a grande história da criação do mundo dando ênfase para dois irmãos, Caím e Abel.
Classificação indicativa: Livre
Preço: 10

Às 21h no Teatro Cena Hum
Negro Não Nego (Mostra de Teatro Cena Hum), com Everson Silva, Juliana Guiné e Jéssica Santos, direção de Glayson Cintra
Resistência, humanidade, força, poder entre outras questões do negro na sociedade, do passado e do presente, são abordados com palavras, canto, dança e desenhos de corpos.
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 10

Às 21h30 no Basement Cultural
Desrazão — O Reino dos de Fora, com Airton Silva, Cesar Povero, Juraci Moreira e Rita Oliveira, direção de Amanda Moreira
Um homem e uma mulher, estranhos, se encontram num lugar e situação caóticos. Ali decompõem suas mentes, vidas e ideias em diálogos, às vezes desconexos. Um necessita do outro, enquanto a noite se deteriora juntamente com seus sonhos. Uma Rainha e um Guerreiro, razão ou loucura, o que é normal?
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 40

Às 21h30 no Curitiba Comedy Club
Quem Sou Eu?, com Hallorino Jr.
Hallorino Jr. mescla stand up, paródias, imitações e personagens, além de interagir com o público.
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: R$ 60

Às 21h30 no Teatro Paiol
Show Entre Ausências (Apamonama), com Danilo Silva, Igor Ribeijos, Josemar Artigas e Samuel Strapasson
O Clube do Baixo Guaíra apresenta o espetáculo musical no intuito de instigar o pensar sobre a ausência, com canções de diferentes sonoridades. Letras que apresentam personagens e suas diferentes relações com o tema. Que peso pode ter uma ausência? Que ausência pode pesar?
Classificação indicativa: Livre
Preço: Pague o quanto vale

Às 22h no Memorial de Curitiba
Amor (Mostra Artística Feijão Tropeiro), com Izabela Oliveira, Leonardo Horta, Piera Rodrigues, Rogério Alves e Valquíria Corrêa, direção de João Valadares
Misturando o moderno e o tradicional, beats eletrônicos com violão de nylon, a Dois ou Um apresenta um show com enfoque em seu novo disco, Sex on the Beat, além de releituras de seus antigos trabalhos.
Classificação indicativa: 14 anos
Preço: R$ 30

Guritiba

Às 20h no ParkShopping Barigüi
Rockids, com Barbara Carneiro Bianeck (vocais), Lívia Calil (guitarra), Priscila Graciano (bateria) e Ana Paula Purkott (baixo), direção de Gizáh Ferreira
Brincadeiras, performances e curiosidades sobre o mundo do Rock, além de um repertório que vai contar um pouco da história deste ritmo musical que mudou o mundo 50 anos atrás. Um momento de interação entre toda a família em um show lúdico e divertido!
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Em instituições sociais
Licença Preu Passar, com Leonides Quadra
Já imaginou você andando pela rua indo pagar contas, trabalhar ou apenas fazendo um passeio quando, no meio da calçada, encontra uma roda de pessoas, e dentro dessa roda um palhaço? Algo completamente incomum, não é? Esse é o espetáculo “Licença P’reu Passar”, que o palhaço Tico Bonito o convida para parar e apreciar. Um espetáculo com muitas brincadeiras, corda bamba, mágicas e um arriscado número de adestramento, tudo feito para transformar o dia de quem o assiste simplesmente rindo, mas sem deixar de despertar o senso crítico, presente no ser humano.
Classificação indicativa: Livre
Preço: Gratuito

Confira a programação do festival nos dias 26, 28, 29, 30, 31, , 2, 3, 4, 5, 6 e 7


Espetáculos do Centro Cultural Teatro Guaíra

» Bilheteria do Teatro Guaíra
Segunda a domingo: 10h às 22h
Espetáculos iniciados antes das 11h30: a bilheteria abrirá uma hora e meia antes do início do espetáculo

» Call Center Disk Ingressos: (41) 3315-0808
Segunda a sábado: 9h às 22h
Domingo: 9h às 18h

» Quiosques Disk Ingressos (Shoppings Mueller e Estação)
Segunda a sábado: 10h às 22h
Domingo: 14h às 20h

» Shopping Crystal
R. Comendador Araújo, 731
Segunda a sábado: 13h às 21h
Domingo: 14h às 20h

» Loja Disk Ingressos (Shopping Palladium)
Segunda a sábado: 11h às 23h
Domingo: 14h às 20h

Site Disk Ingressos

Demais espetáculos

» Bilheteria do ParkShopping Barigüi
R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600
Piso Superior, lado Norte
Segunda a sexta: 11h às 23h
Sábado: 10h às 22h
Domingo: 14h às 20h

» Bilheteria do Shopping Mueller
Av. Cândido de Abreu, 127
Piso L3
Segunda a sábado: 10h às 22h
Domingos e feriados: 14h às 20h

Site do Festival de Curitiba

Como usar o desconto do clube

Desconto de 50% disponível para sócios do Clube Gazeta do Povo.

Válido para compra de 2 ingressos em peças da mostra principal e do Fringe. Não válido para as demais mostras.

Desconto concedido mediante apresentação do cartão do Clube Gazeta do Povo ou cartão virtual via aplicativo (saiba mais) acompanhado de documento de identificação oficial com foto. A apresentação do cartão e do documento é obrigatória.

Não cumulativo com outros descontos e promoções.

Preços

Varia de acordo com a atração